Eleições no Dragão serão antecipadas

0

Presidente Daniel Bispo
O presidente do Confiança, Daniel Bispo, disse que vai propor ao conselho do clube para que as eleições sejam antecipadas de janeiro para dezembro. Ele explicou que a nova diretoria terá tempo para estruturar o time, visando a temporada 2005. “Quem for o presidente poderá fazer o planejamento e contratar jogadores”, disse Bispo, ressaltando que o Dragão disputará três competições: Campeonato Estadual, Copa do Brasil e a Série C do Campeonato Brasileiro.

Bispo afirmou que a eleição acontecerá na primeira quinzena de dezembro, uma vez que depois do dia 15 começam as festas de final de ano e não daria tempo suficiente para realização da escolha da nova diretoria.

O dirigente frisou que até o prazo estabelecido para a realização da eleição, pretende entregar a prestação de contas para o conselho. “Até o final da gestão, farei todo levantamento das dividas do Confiança”, disse Bispo, acrescentando que novo presidente terá todas informações detalhadas sobre as finanças do clube e como isso poderá fazer uma projeção para o futuro.

Time – Daniel Bispo informou ainda que os jogadores Nem, Da Silva, Celso e Lucio foram liberados. Já Léo, Fábio, Gil e Nei continuam negociando a permanência para a próxima temporada, enquanto que Dagil recebeu uma proposta do futebol belga e dificilmente permanecerá no clube. Jaedson, Dilton e Ivan que são jogadores do Confiança entraram de férias e devem retornar em dezembro.

Reeleição – Bispo frisou que se não houver um comprometimento daquelas pessoas que podem ajudar, sustentando o clube com uma base financeira, administrativa e profissional, não vê como disputar a reeleição. “Não tenho projeto político e pessoal e sim dar o melhor de mim para contribuir no soerguimento do futebol sergipano e principalmente o Confiança, clube da sua preferência”, disse ele, destacando que a atual gestão está sendo marcada pela coerência e credibilidade.

Sobre a possibilidade de Elcarlos Cruz sair candidato, Daniel Bispo ressaltou que se trata de um grande nome e a depender do desenrolar dos fatos pode inclusive ter o seu apoio, caso resolva não concorrer às eleições.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais