Encontros virtuais mantêm o elo entre treinadores e atletas de vôlei

0
Treinadores em reunião online organizada pela CBV (Foto: Reprodução/CBV)

Na busca por atividades agregadoras à sociedade esportiva do país durante o isolamento social em função da COVID-19, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) passou a disponibilizar uma série de encontros virtuais para gerar conhecimento. O primeiro aconteceu na noite desta quinta-feira, 28, em um bate-papo do técnico da seleção brasileira masculina, Renan, com treinadores de todo o país – indicados por suas respectivas federações.

Com as competições e treinamentos suspensos, a solução foi compartilhar informação através das telas. Como uma forma de manter o vôlei em ação e propagar conhecimento, a entidade está realizando seminários fechados para treinadores e debates abertos aos fãs do
vôlei com atletas.

O primeiro encontro, mediado pelo direto executivo da CBV, Radamés Lattari, teve como tema “Gestão e preparação de equipe”. Renan falou para 140 profissionais, contou um pouco de sua história como atleta, falou sobre o cenário do vôlei atual, fez uma apresentação sobre o
trabalho que desenvolve com a seleção brasileira, dando importantes dicas e exemplos sobre os treinos e jogos da equipe.

Ao final, Renan disse: “é muito legal falar sobre a história lá de trás, já que temos técnicos jovens aqui. Claro que cada um tem a sua visão, tentei passar um pouco da minha visão, do cenário do voleibol e é fato que precisamos da força de todos. Temos números importantes que mostram que muitos atletas que chegam para nós pelo CBS e todos aqui alimentam a nossa seleção”, disse o técnico da equipe masculina.

Presente no bate-papo desta noite, o técnico da seleção feminina, José Roberto Guimarães, fez questão de se manifestar, abriu a série de perguntas e declarou: “Tenho certeza que todos que estão aqui aprenderam bastante com tudo que você expos de planejamento e a história que você relatou. É importante que os mais jovens entendam tudo que foi construído com tanta dedicação e paixão. Todos vamos torcer pelo seu sucesso e da seleção masculina em Tóquio. Vamos estar
juntos”, disse Zé Roberto.

Mediador da noite, Radamés Lattari destacou o valor de encontros como esse. “Uma oportunidade como essa, de troca de experiências com um dos principais nomes do vôlei brasileiro, é algo de grande importância para todos. A CBV começou hoje essa série de encontros que, tenho certeza, vai ser enriquecedor para a nossa modalidade”, afirmou Radamés.

A partir da próxima semana, sempre as segundas e sextas, a programação fica por conta dos programas de debates com atletas e técnicos no canal da CBV no YouTube (youtube.com/voleibrasil1).Toda terça será o encontro de treinadores do vôlei de praia, toda quarta será a vez dos eventos promovidos pela Universidade Corporativa do Voleibol, e quinta o bate-papo com os técnicos do vôlei de quadra. Temas e datas estão disponíveis no site nas mídias sociais da CBV. O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro.

Fonte: CBV

Comentários