Presidente do Confiança defende o retorno da Copa do Nordeste

0

O presidente do Confiança, Daniel Bispo,  voltou a defender o retorno da Copa do Nordeste. Para ele, a competição além de ser rentável, sendo que a média de público foi superior ao da Série A do campeonato Brasileiro, ainda demonstrou toda a sua organização, competência e movimentou as principais equipes da região.

 

Bispo descarta a possibilidade da equipe proletária ficar de fora  da Copa do Nordeste pelo rebaixamento ocorrido em 2002. Na opinião dele, o Dragão foi vice-campeão sergipano em 2003 e campeão neste ano e é um dos fundadores da Liga do Nordeste. “Se alguém questionar o fato do Confiança ter caído para Série B, nós temos argumentos de sobra para continuarmos. No ano passado, os clubes de Recife e o Bahia não participaram da competição”, disse Bispo, acrescentando que se Dragão for mesmo rebaixado, esses clubes terão que acompanhá-lo, uma vez que o estatuto de liga é muito claro quando diz que a equipe que deixar de disputar o campeonato retorna a Série B, além das punições cabíveis conforme regulamento.

 

Bispo disse que por motivos superiores não participou da reunião da Copa do Nordeste, que aconteceu na tarde de ontem, na sede do América, em Natal, mas o professor Gusmão esteve representando o clube.

Sobre a vitória do Confiança sobre o Sergipe por 1 a 0, gol de Mateus, no último domingo, no Batistão, Daniel Bispo, disse que significou uma melhor posição na tabela de classificação e chances reais de passar para a segunda fase. “Tenho certeza que a partir de agora, a nossa equipe dará uma grande arrancada rumo à conquista do titulo da Série C”, disse ele, ressaltando que não faltará empenho da diretoria para que o Dragão alcance os resultados positivos.

 

Daniel Bispo esteve reunido na manhã de ontem, com o diretor de futebol, Milton Dantas, para tomar providências com relação o meio-campista Bruno. O atleta ao ser substituído no jogo contra o Sergipe ficou irritado e atirou a camisa do clube sobre o banco de reservas.

Depois de conversar com Milton Dantas, Daniel Bispo resolveu suspender o seu contrato até que se tome uma decisão definitiva. Além disso, o atleta não terá direito as gratificações concedidas pelo clube. “O comportamento de Bruno afrontou a história do Confiança, os patrocinadores e a camisa proletária não pode ser tratada dessa forma”, disse Bispo.

 

Com relação à atitude Rivelino em deixar o Confiança, na véspera do clássico contra o Sergipe, o presidente ressaltou que acionou a assessoria jurídica para que as providências sejam tomadas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais