Belivaldo e demais governadores do NE farão reivindicação a Bolsonaro

0
Belivaldo Chagas participará em reuniões em Brasília de quarta, 21, a sexta-feira, 23 (foto: Victor Ribeiro/ASN)

O governador Belivaldo Chagas (PSD) participará do Encontro com os Governadores do Nordeste na manhã desta quarta-feira, 21, em Brasília, com o intuito de elaborar um documento a ser encaminhado ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).  Na pauta, serão tratados pontos específicos de cada Estado e dificuldades em comum, a exemplo dos recursos pagos à Previdência Social e os problemas na área de Segurança Pública.

Belivaldo Chagas voltou a ressaltar sua preocupação com o gasto com a Previdência, lembrando que o Estado de Sergipe possui mais pensionistas e aposentados do que o pessoal na ativa. “Temos que discutir o que fazer para diminuir esse déficit. Fazer com que esse recurso sobre para eu aplicar em Educação, em Saúde e Segurança”, diz.

Entre outros assuntos, o governador de Sergipe também quer debater a sua preocupação com os problemas na Segurança Pública. “Vamos avaliar medidas para reverter esse quadro da segurança pública no Nordeste. Estudar a possibilidade de implementação do Fundo de Segurança Pública, que tanto já foi debatido e não se concretizou até o momento”, lembra.

Presença

O site da Agência Brasil divulgou que a reunião dos governadores está na agenda do futuro presidente como mais um momento de transição do governo federal. Na última semana, Jair Bolsonaro reuniu-se com os governadores, mas apenas o do Piauí, Wellington Dias (PT), compareceu, solicitando novo encontro com os governadores do Nordeste, explicando que quatro deles estavam fora do país.

Ao ser questionado sobre o assunto, Belivaldo disse que não existe um bloco do Nordeste e o que ocorreu foi problema de agenda. “O processo eleitoral acabou, todos descemos do palanque e as questões a serem tratadas agora são de ordem administrativa. Não seria interessante ir falar com o presidente sem as reivindicações definidas, e com a ausência de quatro governadores”, explica.

CEF

Belivaldo Chagas também se reunirá com o presidente da Caixa Econômica Federal e ministros, visando liberar recursos para o Estado e reavaliar a dívida do Proinvest. “Vamos em alguns ministérios visando a liberação de recursos também”, acrescenta.

por Raquel Almeida

Comentários