Deputado apresenta projeto que proíbe a Deso de negativar clientes

0
Projeto proíbe Deso de incluir no SPC e Serasa, os consumidores que não pagam suas contas por não receberem o serviço de abastecimento de água (Foto: Assessoria)

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) quer proibir a Deso de incluir no SPC e Serasa, os consumidores que não pagam suas contas por não receberem o serviço de abastecimento de água por pelo menos 30 dias ininterruptos.

O deputado protocolou um projeto de lei na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) após receber diversas reclamações de sergipanos que ficaram quatro meses sem o fornecimento de água e tiveram seus nomes negativados por falta de pagamento.

“A conta chega na casa das pessoas que estão sem água. Eu recebi reclamações de moradores de um povoado de Ribeirópolis contando que estavam com os nomes sujos porque não pagaram as contas de um serviço que eles não recebiam há quatro meses”.

Georgeo disse ainda que é muito difícil para estas pessoas que moram no interior conseguirem resolver essas questões diante de toda a burocracia imposta pela Deso. “A maioria destas pessoas são de povoados do interior e não tem acesso às facilidades da tecnologia para resolverem essas questões”.

“Sabemos que o gasto para eles irem até um posto de atendimento é alto e eles ainda esbarram na burocracia da Deso. Então fica difícil de resolver esta questão. É uma injustiça os consumidores serem penalizados e terem seus nomes negativados por não pagarem por um serviço que eles não recebem da Deso”. Eles não podem mais terem seus nomes negativos por causa da incompetência da Deso”.

Além de proibir a negativação do nome dos consumidores que não pagam as contas de água por não receber o serviço, o PL apresentado por Georgeo também visa proibir o corte no fornecimento de água, caso a Deso deixe de ofertar o serviço por 30 dias seguidos.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais