Sukita derrota adversários em Capela

0

Sukita: “Capela reconquistou seu prestígio político”
Cercada de muita expectativa e polêmica, a eleição para a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Capela protagonizou uma disputa política das mais intensas nos últimos anos do interior de Sergipe. De um lado o prefeito Manoel Messias Sukita Santos (PSB) e do outro os deputados Ulices Andrade (PDT), André Moura (PSC) e Eduardo Amorim (PSC).

Essa semana, Sukita foi surpreendido com uma articulação feita pelos três políticos, e coordenada, principalmente, por André Moura, que conseguiu promover uma rebelião dentro da bancada de situação do próprio prefeito, composta de oito dos nove vereadores da Câmara.

O objetivo dos adversários de Sukita era tirar do seu bloco de apoio a Mesa Diretora do Legislativo, cuja eleição aconteceria ontem (12). Os vereadores que se rebelaram foram: Zezinho de Dr. Geraldo (PMDB), Bebe Água (PSB), Romildo (PMDB) e Ninho da Renovel (PDT). Na terça (10), eles sumiram da cidade e só retornaram todos juntos em veículos escoltados para a sessão da Câmara com o intuito de eleger a nova Mesa com o apoio da vereadora de oposição Léa Sobral (PTdoB).

Sukita, que ainda chegou a tempo, conversou com os quatro vereadores e pediu a eles que não fizessem aquilo, pois o povo os elegeu para dar sustentação ao governo municipal. Como não foram convencidos, a presidente da Câmara, Meirinha de Nacélio (PSB), suspendeu a sessão por falta de quórum devido a ausência dos quatro parlamentares da bancada governista.

O prefeito teve menos de 48 horas para reverter a situação política contrária na eleição da Câmara. Depois de muita conversa e intermediação de amigos comuns, Sukita conseguiu convencer o vereador Bebe Água da necessidade de manter na Mesa Diretora parlamentares que dessem sustentação ao projeto político governista. E os apelos surtiram efeito.

Marcada a eleição na sessão de ontem à noite, Sukita conseguiu não só eleger quem queria, mas reeleger a atual presidente e compor uma Mesa formada somente por parlamentares do seu partido. A nova Mesa ficou composta da seguinte forma: Meirinha de Nacélio (presidente), Bebe Água (vice), Alexsandro Nascimento (1º secretário) e Toninho Arimatéia (2º secretário).

“Prevaleceu o bom senso e a ética. Capela reconquistou seu prestígio político nos últimos seis anos e não poderia jogá-lo fora de uma hora para outra. O município seria desmoralizado se aceitasse a intervenção desses políticos de fora na eleição da Mesa Diretora da Câmara”, comentou Sukita, que viajou hoje cedo para Brasília.  

Fonte: Empauta

Comentários