Vereadores irão adiantar volta de recesso para votar Plano Diretor

0

Danilo Segundo foi recebido pela editora do Portal Infonet, Raquel Almeida

Os vereadores da Câmara Municipal de Aracaju irão voltar aos trabalhos legislativos antes de o recesso terminar. A proposta aceita pelos parlamentares é de que eles retornem duas semanas antes do prazo e iniciem as audiências públicas para debater o Plano Diretor. Os parlamentares não receberão salário adicional por este período.

De acordo com o líder do governo, o vereador Danilo Segundo (PSB), que visitou a redação do Portal Infonet na tarde desta quinta-feira, 7, a intenção da Casa é apreciar o projeto ainda este ano. “Como ano que vem é ano eleitoral, queremos analisar e apreciar o projeto. Assim, poderemos evitar que os vereadores venham a receber algum tipo de pressão”, revela.

Além discutir com a sociedade, a Câmara também irá ouvir algumas instituições, a exemplo da Ordem dos Advogados de Sergipe (OAB/SE),  Administração Estadual de Meio Ambiente (Adema) , Instituto Brasileiro de Recursos Renováveis e Meio Ambiente (Ibama).

Eleições

Sem ampliar muito o assunto, Segundo também comenta que o grupo que apoiou a candidatura de Marcelo Déda (PT) ao governo do Estado e a prefeitura de Edvaldo Nogueira, ainda está debatendo o nome que irá disputar as próximas eleições para a administração municipal da capital.

“Nas pesquisas internas o nome mais lembrado foi o de Valadares Filho e é um excelente nome. Eu, particularmente, sou a favor que o grupo permaneça unido e percebo que esse é o desejo de todos. Acredito que cada partido deve colocar o seu melhor nome, e depois os líderes dos partidos avaliarão também a melhor para este grupo”, explica.

Líder
O vereador explicou que está visitando as redações para conhecer e se aproximar da imprensa e prestar contas do seu trabalho. “Como líder do governo procurei melhorar a comunicação entre os meus pares e o prefeito Edvaldo Nogueira, propomos que os secretários fossem a Câmara falar do trabalho de sua pasta, ajudamos a melhora de debates como quando os taxistas procuraram por Antônio Samarone [superintendente de Transportes e Trânsito] e não perdemos uma votação em plenário”, enumera o parlamentar.

Comentários