Anestesiologistas aderem a greve no Hospital Amparo de Maria

0
Greve no Hospital Amparo de Maria já dura 15 dias (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Anestesiologistas que atuam no Hospital Regional Amparo de Maria (Hram), em Estância, publicaram nota esclarecendo os motivos que os levaram a se somar aos demais servidores da unidade em uma greve que já dura 15 dias. O hospital tem funcionado com apenas 30% do seu efetivo de trabalhadores desde o início da greve deflagrada em setembro.

Em nota, os profissionais ligados à Cooperativa dos Anestesiologistas de Sergipe (Coopanest-SE) classificaram como “lamentável” a falta de cumprimento dos diversos acordos firmados com a gestão do hospital com o intuito de quitar dívidas relacionadas ao pagamento de honorários médicos. “As dívidas de produtividade estão acumuladas desde o ano passado. Quanto aos honorários, o último pagamento foi efetuado em abril, fato que vem criando inúmeras dificuldades financeiras aos profissionais”, resume a nota.

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Adailton dos Santos, informou que não há previsão de negociação entre os trabalhadores e a direção do hospital. “Não há previsão de pagamento e, se não pagarem, continuaremos trabalhando somente com os 30%”, detalha o sindicalista. Segundo ele, mesmo que não houvesse uma greve dos servidores da saúde, os plantões estariam prejudicados. “Independente da greve os plantões estão fechados devido a falta de pagamento de anestesiologistas e médicos.”, conclui.

Na última semana, uma mulher entrou em trabalho de parto e deu a luz dentro de um carro em frente à unidade hospitalar após descobrir que não havia profissionais para efetuar o procedimento. De acordo com o diretor administrativo do hospital, José Magno, a mulher recebeu o primeiro atendimento no local, mas diante da possibilidade de ocorrer um parto cesáreo e por falta de anestesistas foi encaminhada para o Hospital Santa Isabel, em Aracaju.

O Portal Infonet tentou ouvir a direção do Hospital Amparo de Maria, mas não obteve êxito. O portal permanece a disposição e informações podem ser enviadas por e-mail para jornalismo@infonet.com.br ou pelo telefone (79) 2106-8000.

por Daniel Rezende

Comentários