Coronavírus: PMA amplia sistema online para orientar a população

0
Prefeitura amplia serviços do MonitorAju (Foto: Secom/PMA)

Ainda na esteira das novas medidas anunciadas pelo prefeito Edvaldo Nogueira para conter o avanço da pandemia de coronavírus na capital, a Prefeitura de Aracaju ampliou as possibilidades ofertadas pelo MonitorAju (156) desde a última sexta-feira, 20.

Todas as pessoas que tiverem dúvidas em relação ao contágio da COVID-19 podem acessar o site da PMA e preencher um formulário disponibilizado no endereço: https://www.aracaju.se.gov.br/monitoraju. Desta forma, os cidadãos poderão responder ao formulário e receber orientação via telefone ou e-mail.
“A proposta é dar mais uma opção às pessoas que estão com dúvidas acerca das viagens que fizeram para regiões onde já existe transmissão comunitárias, sejam elas nacionais ou internacionais. A intenção é informar como elas devem agir, se ficar em casa, procurar um hospital, se os sintomas podem trazer a suspeita de coronavírus, entre outras coisas. Além disso, como há uma grande procura pelo 156 é importante abrir mais um canal, dessa vez online. As respostas dadas serão analisadas por um grupo de servidores da Saúde, que analisará cada caso, e dará as devidas orientações”, explica a secretária Waneska Barboza.
O “MonitorAju” é um serviço telefônico e online no qual os aracajuanos podem consultar informações e esclarecer dúvidas sobres o vírus e os quadros suspeitos.  O sistema foi umas das primeiras medidas tomadas pela Prefeitura de Aracaju, entrando em funcionamento na última segunda-feira, 16.
Desde então, tem passado por ampliações para atender a demanda de chamadas, como o aumento no número da equipe de profissionais da saúde que atende as ligações. A equipe é composta por médicos e profissionais de outras áreas, que foram devidamente preparados sobre como proceder e encaminhar cada caso.
Trata-se, então, de mais uma forma de contactar a administração municipal e aglutinar informações importantes no combate do avanço da pandemia. O intuito é continuar a grande campanha de conscientização que já está sendo realizada.

 

Fonte: Secom/PMA

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais