Governo paga 30% referente à primeira parcela da Carreta da Mulher

0
Governo cumpriu acordo e pagou 30% referente à primeira parcela da Carreta da Mulher (Foto: SES)

Sob determinação do governador Belivaldo Chagas,  foi pago,  nesta terça- feira, 26,  30 % do valor referente à primeira parcela da Carreta da Mulher, veículo fabricado para a realização de exames e diagnósticos do câncer de mama. Com o pagamento, o Estado cumpre acordo firmado com a empresa responsável pelo veículo no último dia 19.

Em um prazo de 30 dias, a equipe técnica do Hospital de Amor, de Barretos (SP), maior instituição oncológica do País, realizará uma vistoria técnica definitiva dos equipamentos, quando todos os aparelhos deverão estar em pleno funcionamento para um laudo final. Haverá, também, a instalação dos softwares, sistemas operacionais e capacitação dos servidores que irão manusear os equipamentos. A partir daí, o governo pagará os 70% do montante.

“Eu abracei esta causa. Quero fazer o maior programa de prevenção do câncer de colo de útero, mama e próstata já feito na história de Sergipe. Para isso, estarei acompanhando o trabalho de perto. Havia dito que pagaria uma parte assim que a vistoria atestasse a funcionalidade da carreta que já está em Sergipe e assim está sendo feito. Paralelo a isso, autorizei licitação para compra de veículo no modelo do utilizado em Barretos”, declarou o governador.

Relembre o caso

A polêmica começou quando o empresário Márcio Guitton, responsável pelo contrato, o veículo está pronto há quase sete meses, mas não foi entregue por falta de pagamento. O dinheiro é oriundo da sobra do duodécimo do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que pactuou com o Governo do Estado, no ano de 2017, que os recursos seriam devolvidos para a aquisição deste tipo de carreta. O assunto foi discutido no Ministério Público do Estado, que ajuizou ação pedindo que o Estado tomasse providências para colocar a carreta em funcionamento.

Governo e  empresário entraram em acordo. Ficou estabelecido que o Governo pagaria a primeira parcela no valor de 30% do bem e os 70% restantes seriampagos depois que a equipe técnica do Hospital de Amor, de Barretos no Estado de São Paulo, concluir a vistoria dos equipamentos

Com informações da ASN

Comentários