Harmonização corporal é o tratamento mais procurado do ano

0
As farmacêuticas Marília Leite e Adriana Moresco abriram uma clínica de estética (CRF/SE)

Os procedimentos estéticos corporais estão cada vez mais em alta. A procura pela melhora na aparência e ajuda na diminuição de medidas são algumas das satisfações encontradas no espelho daqueles que já passaram por procedimentos. Quem conta sobre esta mudança de comportamento ocorrida no último ano são as sócias e farmacêuticas estetas, Adriana Moresco e Marília Leite.

A procura na clínica Madri Estética Avançada, confirma que a “febre” da harmonização facial, foi substituída no último ano por maior procura pelo embelezamento corporal. “O carro chefe da clínica é a harmonização corporal. Embora os pacientes nos procurem também para tratamentos faciais, hoje em dia a maior demanda é para o corpo”, conta Adriana Moresco.

A harmonização corporal é uma combinação de tratamentos que promove um corpo mais definido e simétrico, com o objetivo de realçar a beleza natural da paciente. “Quando o paciente chega em nosso consultório, procuramos saber qual o seu maior incômodo e com as suas respostas começamos a traçar um planejamento dentro do que é possível para cada corpo”, diz Marília Leite.

Para Adriana, que se especializou em Farmácia Estética e é pós-graduanda em Dermocosméticos e Cosmetologia Clínica, o crescimento na demanda por tratamentos estéticos revela que as pessoas estão entendendo que cuidar da autoestima é tão importante quanto cuidar da saúde. “Além da saúde, beleza, nós tratamos a autoestima das pessoas e vemos isso com muita responsabilidade. Na anamnese já avaliamos e conhecemos um pouco do físico e emocional daquele paciente. Procuramos não focar somente nos resultados e sim, conscientizar a necessidade do cuidado com a pele, da hora certa de cuidar e do como cuidar. O tratamento não vai ser agressivo, mas gradual e o resultado vai acontecer com nossos procedimentos e com a saúde da paciente”, enumera.

Sobre os exageros, Marília que é mestranda em ciências farmacêuticas, explica que a busca pelo rosto ou corpo perfeito pode partir do paciente, mas cabe ao profissional encontrar equilíbrio no tratamento adequado para cada um. “Fazemos uma análise geral no paciente. Mas não é só porque ele quer tratar o corpo, que ele vai conseguir todos os resultados desejados. Precisamos analisar seu biótipo, saber sua rotina, quais os seus cuidados com a pele, sua alimentação, se ele mantém regularidade nos exercícios, entre outros cuidados. Não é muito difícil a gente dar um resultado que ele tanto quer, mas ele precisa se comprometer”, explica a farmacêutica, acrescentando que as questões celulares e hormonais são importantes, mas a colaboração do paciente é imprescindível.

Parceria

A esteta Marília comenta que o papel do nutricionista contribui com o processo estético. E conta que maioria dos pacientes que almejam a harmonização corporal, já possuem um plano de alimentação e treinamento a ser seguido. “Contudo, alguns deles não conseguem obter alguns resultados ou os tão sonhados ‘gominhos’. Em alguns casos, o músculo já está formado, mas existe uma camadinha de gordura que o esconde. E que fazemos é aplicar ativos lipolíticos na camada de gordura entre a limitação do músculo, para que esse músculo sobressaia”, conclui ela.

 

Fonte: CRF/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais