Hospital Universitário de Lagarto amplia leitos para a Covid-19

0
Com isso o HUL passa a contar com 66 leitos dedicados ao acolhimento e assistência do público frente à pandemia pelo Coronavírus, sendo 30 de UTI, 20 de enfermaria e 16 de observação (Foto: Ascom/HUL)

O Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS/Ebserh) passará a contar com mais 10 leitos de UTI a partir deste final de semana, como parte das ações de enfrentamento à COVID-19 por parte da unidade hospitalar, que foram iniciadas no início de abril com a criação da Unidade de Doenças Respiratórias (Ala Covid) e complementadas mais recentemente com a instalação do hospital provisório.

Com isso o HUL passa a contar com 66 leitos dedicados ao acolhimento e assistência do público frente à pandemia pelo Coronavírus, sendo 30 de UTI, 20 de enfermaria e 16 de observação. A unidade é hospital de referência para COVID-19 e atua de forma articulada dentro da Rede de Atenção à Saúde do Estado de Sergipe.

A ampliação de leitos foi um dos pontos conversados durante a visita da secretária de Estado da Saúde, Mércia Simone Feitosa de Souza, à unidade hospitalar nessa quarta-feira, envolvendo também fluxos de atendimento, forma de regulação de pacientes e processos de trabalho em curso neste momento no hospital. A gestora se reuniu com o superintendente, Manoel Cerqueira Neto, com o gerente de Atenção à Saúde, Érico de Pinho, com a diretora Clínica, Evelyn de Oliveira Machado e equipe técnica do HUL.

A iniciativa de abertura dos novos leitos de terapia intensiva conta com a parceria da SES com o empréstimo monitores e respiradores, sendo possível também graças às sucessivas contratações de profissionais de saúde que vêm sendo realizadas em função de processo seletivo emergencial realizado pela Ebserh, além de toda logística e infraestrutura montada pela unidade hospitalar frente à pandemia.

O HUL é atualmente o quarto hospital da Rede Ebserh em número de atendimentos a usuários acometidos pelo Coronavírus – são 40 hospitais universitários no país -, chegando a 1.868 atendimentos entre pacientes suspeitos, confirmados e não-confirmados. Desses, 351 foram internados, entre enfermaria e terapia intensiva desde o início dos atendimentos através da Unidade de Doenças Respiratórias, em abril deste ano. Além do atendimento a usuários da maioria dos municípios do estado, o HUL tem também recebido pacientes de oito municípios da Bahia.

Fonte: UFS

Comentários