Coronavírus: infectologista diz que não existe necessidade de pânico

0
Somese debate coronavírus (Foto: Ascom Somese)

“A entrada do coronavírus em Sergipe é uma questão de dias”. Esse é o entendimento do infectologista Marco Aurélio de Oliveira Góes, assessor médico da Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Marco Aurélio de Oliveira Góes, que, nesta quarta-feira, 12, participou de evento promovido pela Sociedade Médica de Sergipe (Somese) para debater a presença do coronavírus no Brasil e no mundo.

Marco Aurélio: presença do coronavírus em Sergipe é questão de tempo (Foto: Portal Infonet)

Apesar de classificar como questão de tempo a presença do coronavírus em Sergipe, o infectologista pede cautela, diz que não há necessidade para pânico, mas alerta que a população pode contribuir com o combate a proliferação da doença, tomando cuidados básicos na higiene pessoal, com gestos simples: lavando as mãos com frequência e usando lenços descartáveis para cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir. “Os gestores de serviços de saúde devem se organizar para atender as pessoas e a população deve se organizar também para incrementar hábitos saudáveis”, ressaltou.

A Organização Municipal de Saúde (OMS) já declarou estado de pandemia em relação à presença do coronavírus nos quatro continentes. Os médicos também estão em estado de alerta. A Somese promoveu o primeiro debate sobre essa questão durante evento rotineiro que a entidade realiza com a classe médica e o assessor da SES, Marco Aurélio foi o palestrante.

O presidente da Somese, José Aderval Aragão, observa que a rotina dos médicos, apesar de aumentar a vigilância, praticamente não mudou. Ele reclama da falta de diálogo da Prefeitura de Aracaju com a classe médica. “Até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde não teve uma conversa com os médicos nem com os demais trabalhadores da área de saúde, que precisam estar bastante informados”, diz. “É necessário manter esse contato antes que as coisas aconteçam no Estado”, comenta.

A assessoria de imprensa informou que a Secretaria Municipal de Saúde está em permanente diálogo com a classe médica e demais técnicos da área de saúde. Conforme a assessoria, esses profissionais estão passando por constantes capacitações e que essas ações estão sendo organizadas na própria rede de atendimento e não por categorias.

Segundo a SMS, estão marcadas capacitações para os enfermeiros para os dias 18 e 19 deste mês e também para os médicos que atuam na rede de atenção básica para os dias 25 e 26. Além das ações que já estão sendo desencadeadas com os profissionais da rede municipal de saúde desde o mês de fevereiro, segundo a assessoria de imprensa.

por Cassia Santana

Comentários