SMS terá Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência

0
O objetivo das atividades é disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez precoce (Foto: SMS)

Com o intuito de reforçar os trabalhos de prevenção e saúde da criança e do adolescente, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizará pela primeira vez, de 5 a 7 de fevereiro, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência. O objetivo das atividades é disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez precoce.

Durante o período, serão trabalhados temas como riscos da gravidez na juventude, métodos contraceptivos, violência sexual e distribuição de preservativos. Segundo a coordenadora da Rede de Programas de Vigilância e Atenção à Saúde (RPVAS), Cristiane Ludmila, a saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes tem gerado preocupação nas organizações de saúde nacionais e internacionais, pelas suas repercussões físicas, psicológicas e sociais.

“Observamos que os bairros com maiores percentuais de mães adolescentes são o Santa Maria, Santos Dumont, Olaria e Cidade Nova. Somente 38% destas mães realizaram sete ou mais consultas de pré-natal, percentual bem abaixo da média geral do município que é de cerca de 60%”, explicou.

Ainda segundo a coordenadora, neste mesmo período 21% dos óbitos em menores de um ano foi de mães adolescentes. “Diversos fatores podem influenciar nos desfechos destes indicadores, dentre estes o início precoce da atividade sexual, pobreza, baixa escolaridade, ausência de projeto de vida; dificuldades para práticas anticoncepcionais e educação sexual ausente ou insatisfatória”, enfatizou.

Para a referência técnica do Programa Saúde na Escola (PSE), Aline Guimarães, o estabelecimento destas políticas públicas e programas voltados para a saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes e jovens, aliado aos conceitos e ao uso correto dos métodos contraceptivos com o acompanhamento médico e enfermagem, é muito importante dentro do processo educacional.

“A SMS, através do PSE e do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis [IST/Aids], já vem desenvolvendo diversas ações para reduzir tais índices nas escolas e em unidades de saúde, tendo como prioridade os jovens residentes em bairros mais vulneráveis. Em 2018, foram realizadas 18 oficinas com foco na instrumentalização dos profissionais das Equipes de saúde da Família, contemplando nove UBS; realizamos 42 oficinas nas escolas contemplando mais de 1.400 alunos, sempre incentivando ao cuidado com a sua própria saúde”, afirmou.

A Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência ficou instituída por meio da Lei nº 13.798/19, que acrescenta o artigo 8º à Lei nº 8.069/90 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Programação

05/02 (10h): Teatro do Curso de Farmácia sobre sexualidade, gravidez na adolescência e IST/Aids para alunos – Local: Centro de Excelência Professor João Costa;

06/02 (8h30): Oficina de Sexualidade para os profissionais das UBS (João Bezerra, Santa Terezinha e Niceu Dantas)  + Teatro do Curso de Farmácia – PSE + Programa IST/Aids – Local: Salão Paroquial Santa Terezinha do Menino Jesus;

07/02 (9h) Teatro do curso de Farmácia sobre sexualidade, gravidez na adolescência e IST/Aids, para grupo de adolescentes do Cras 17 de Março – Local: Auditório do 17 de março.

Fonte: SMS

Comentários