Usuários podem acompanhar serviços das UBS através do Portal da Saúde

0
PMA lançou o Portal da Saúde e o aplicativo Mais Saúde Cidadão (Foto: André Moreira)

Há um mês, a Prefeitura de Aracaju lançou o Portal da Saúde e o aplicativo “Mais Saúde Cidadão”, instrumentos que visam facilitar o acesso aos serviços disponibilizados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital sergipana. Através das ferramentas, é possível acompanhar, usando um aparelho com acesso à internet, solicitações de exames e consultas (com médicos, enfermeiros e dentistas), resultados de exames, checagem de fila para consultas, controle de medicamentos, além de poder avaliar o atendimento recebido.

De acordo com o técnico de Inteligência da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Maykon Santana, as plataformas se unem ao Prontuário Eletrônico, já implantado nas 45 UBS e nas Unidades de Pronto Atendimento. Mas segundo ele, para ter acesso aos serviços via on-line, o usuário precisa se recadastrar, acessando o Portal da Saúde, através do site da Prefeitura.

“Assim que acessar o site, a pessoa vai ver o link que leva para o portal. Hoje, temos cerca de 350 mil cadastrados nas unidades de saúde, mas nem todas essas pessoas têm acesso a esses serviços porque ainda não se recadastraram. Temos, no momento, 2.600 usuários ativos, ou seja, que se recadastraram e foram validados, o que ainda é baixo. Por isso, estamos fazendo esse chamado, para que as pessoas possam buscar a ferramenta e, consequentemente, uma rotina com mais facilidade”, destacou Maykon.

Para ter acesso ao portal, o cidadão deve clicar no link “Recadastramento”, na página inicial, preencher o formulário e anexar os documentos de identificação (RG, CNH ou Carteira de Classe, e CPF) com foto e comprovante de residência. Após isso, as informações serão direcionadas para a Secretaria da Saúde e checadas por uma equipe,  que fará a validação do cadastro em até 30 dias.

“Um dos problemas que temos no recadastramento é com o comprovante de residência. Este é o documento que mais faz com que o processo seja invalidado. Aceitamos contrato de aluguel, contas de água e de luz, de telefone e internet fixas, além de IPTU, sempre no nome do usuário que está querendo se recadastrar. Não aceitamos contas de telefone celular, fatura de cartão, de nenhum tipo, e não aceitamos documento de banco virtual”, informou o técnico.

Uma vez validada, a pessoa receberá uma senha para utilização do portal e aplicativo. O login será sempre o CPF do usuário. Caso não haja validação, a pessoa pode informar na unidade de referência e um agente de saúde se deslocará até a sua residência para realizar o procedimento.

 

Fonte: SMS

Comentários