Almeida Lima discute atraso de pagamento no Cirurgia

0
Almeida Lima e o diretor administrativo e financeiro do Hospital Cirurgia, Milton Eduardo

Preocupado com uma possível desassistência à população, o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, participou na manhã desta terça-feira, 16, de uma reunião no Hospital Cirurgia com os servidores e a direção da unidade para debater sobre o atraso do pagamento do 13º salário e da remuneração referente ao mês de dezembro de 2017 aos trabalhadores da casa.

Neste período, o contrato com o hospital para prestação de serviços a pacientes do Sistema Único da Saúde (SUS) ainda era gerido pelo Município de Aracaju. Segundo Almeida, embora a Secretaria de Estado da Saúde (SES) não tenha débitos com o Cirurgia, já que o Estado assumiu a gestão do contrato no dia 1 deste mês, a pasta irá colaborar e está procurando alternativas para solucionar o problema da falta de pagamento dos salários.

“O Hospital Cirurgia passa por um momento de aflição e, apesar de a Secretaria de Estado da Saúde não ter nenhum débito com a unidade, queremos colaborar e estamos analisando as condições e buscando uma alternativa para solucionar o problema. Os servidores precisam receber as suas remunerações e não queremos também que haja greve o que, consequentemente, causaria desassistência à população. A direção do hospital pediu aos servidores 24h para dar uma resposta sobre os pagamentos e faremos o possível para darmos uma informação positiva aos trabalhadores”, disse.

E durante a reunião, o secretário ressaltou para os servidores que, agora, há um novo perfil de gestão com o Hospital Cirurgia. “Fizemos um contrato com o Cirurgia no valor de R$ 5,7 milhões por mês e temos um novo perfil de gestão, que estimula a prestação dos serviços. Ou seja, o Estado está disposto a pagar, de forma transparente, pela produção que seja executada pelo hospital, ainda que o valor exceda o que foi acordado mensalmente. Isso tudo para oferecer um serviço de mais qualidade a população e também acabar com a fila das cirurgias eletivas”, conta. Inclusive, no início do mês de dezembro de 2017 Almeida Lima antecipou à Prefeitura de Aracaju a verba de R$ 500 mil para ser repassada ao Cirurgia, possibilitando a retomada dos procedimentos cirúrgicos que estavam parados.

Colaboração

Para o diretor administrativo e financeiro do Hospital Cirurgia, Milton Eduardo, a colaboração do secretário Almeida Lima será fundamental para se chegar à solução do problema dos atrasos dos salários. “Recorremos a Almeida, ele nos recebeu e veio participar da reunião para nos ajudar a solucionar essa grave situação dos atrasos salariais. O contrato do Cirurgia com o Estado começou no dia 1 e de lá para cá todos os requisitos do contrato estão sendo atendidos e estamos realizando em média 25 cirurgias por dia. Saímos da desassistência, mas ainda há problemas na falta de repasse do Município de Aracaju. A Secretaria de Estado da Saúde ainda não tem obrigação nessa questão do atraso no pagamento das remunerações, mas o secretário é nosso parceiro e quer colaborar para encontrarmos até a amanhã (17) uma solução para o problema”, declara.

De acordo com Milton, a dívida da Prefeitura Municipal de Aracaju com o Cirurgia gira em torno de R$ 3 milhões. “Estamos finalizando o encontro de contas com o Município de Aracaju e já foi avaliado o mês de novembro do ano passado e estamos fazendo a de dezembro, mas por estimativa a dívida chega a R$ 3 milhões, o que daria paga pagar integralmente o 13° salário e as remunerações dos servidores”, afirma.

Já o presidente da Associação dos Funcionários e Amigos do Hospital Cirurgia, José Cícero de Souza, parabenizou a iniciativa do secretário. “Almeida disse que viria a reunião e cumpriu sua palavra. Ele veio como parceiro, já que o Estado não tem dívidas com o Cirurgia, mas pedimos a sua ajuda e ele já está colaborando com a causa. Por isso, não deflagramos a greve e aceitamos esperar as 24h proposta pela direção do Cirurgia”, disse.

Fonte e foto: SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais