2018, Sergipe “belivarizou”. Em 2019 Belivaldo vai “sergipanizar”?

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Com sua histórica votação no pleito deste ano, Belivaldo Chagas será lembrado como o que foi preterido para o TCE, aceito na vaga de vice com Jackson em 2014 com muita desconfiança de seu capital politico por seu companheiro de chapa. Alçado a candidato do “dedismo” ele teve a sorte de ter ao seu aliado a viúva do ex-governador e foi muito ajudado pela polarização nacional, cuja opção da maioria dos eleitores sergipanos foi pelo lado vermelho da força.
Pois bem. Passado a euforia da vitória, Belivas, Galeguinho, Pescoço Grosso ou qualquer outra alcunha a ele atribuída por amigos e adversários deve se debruçar e fazer cumprir aquilo que em campanha ele se comprometeu.

Mesmo dormindo muito melhor do que colegas da imprensa, quando deu uma resposta irônica a um repórter de rádio quando foi questionado sobre como se sentia com uma ação aberta pelo MP eleitoral que pedia punição para sua chapa; ou para dizer que nunca prometeu colocar os salários em dia, noutra situação burlesca e novamente em reposta a um profissional da comunicação, o governador reeleito terá que mostrar liderança, sabedoria e espírito republicano.

Cortar cargos em comissão, diminuir números de secretarias ou tirar celulares funcionais de seus assessores são medias paliativas. E não há outro termo: são paliativas ontologicamente até que se faça uma reforma de estado, repactuação de receitas e rigor na aplicação dos recursos públicos. E olhe que já começou agora com aumento de impostos em diversas áreas.
Num estado em que castas e sobrenomes se alternam nos poderes, nos espaços de poder e decisão e nas mais altas funções de governo Belivaldo pode se transformar em mero executor de um projeto cujos maiores beneficiários não estão no Palácio, mas em mansões.

Alea jacta est. Como será que Belivaldo passará à história? Como o Belivaldo, o flagelo de Sergipe; ou Belivaldo, o redentor? Lembrando que Jackson Barreto, seu antecessor, já está inscrito nos anais da história sergipana como “o pior”. As quatro paredes onde se fazia tudo escondido, ruíram. A conferir.

 

Blog retorna dia 26, quarta-feira Devido ao feriado de amanhã, 25, do Dia de Natal, o blog só será atualizado na quarta-feira, 26. Um Natal de Paz e Saúde e que seja de reflexão para todos.

Sobre decisão do STF aposentadoria compulsória 70 anos em Sergipe A declaração de inconstitucionalidade foi formal. É que a Constituição Estadual não poderia tratar dessa matéria que é pertinente a Constituição Federal, porém a CF já foi alterada pela Emenda 88/2015.

O novo texto:Artigo 40, paragrafo 1º, da Constituição Federal. II – compulsoriamente, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição, aos 70 (setenta) anos de idade, ou aos 75 (setenta e cinco) anos de idade, na forma de lei complementar.” Quer dizer, essa declaração de inconstitucionalidade não muda nada o atual quadro em Sergipe.

O fogo amigo e a competência do Caetano sergipano Na administração pública muitas vezes quem desempenha o trabalho com competência respeitando as leis é alvo de injustiças por parte de quem pensa que um cargo público tem que servir ao próximo e não ao público.

O fogo amigo e a competência do Caetano sergipano II Entre os órgãos subordinados a Secretaria de Infraestrutura do Estado, está a Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas, a Cehop, que tem à frente o engenheiro Caetano Quaranta Filho, que é competente e não precisa de atestado para comprovar. Agora que a Cehop terá mais forças o chamado “fogo amigo” começou com boatos de truculência e insatisfação dos servidores. Pelo contrário, Caetano trabalha sem aparecer, não gosta de se vangloriar e atua no serviço público com seriedade. É um técnico e como tal respeita e é querido por todo o grupo político que apoia o governo, tendo como comandante maior o governador Belivaldo Chagas. Leia nota da associação dos empregados nesta edição.

Laércio Oliveira avisa que disputará prefeitura de Aracaju e só cargos majoritários a partir de agora Em um vídeo divulgado pelas redes sociais, o deputado federal reeleito, Laércio Oliveira avisa que é pré-candidato a prefeito de Aracaju e pré-candidato ao governo do Estado. “E eu vou disputar nas eleições próximas mandatos majoritários para o poder executivo seja eles quais forem e quem tiver na minha frente que saia da frente…”

Carreta em ponto morto Deu na coluna Radar, de César Cabral no CS: A empresa Morumbi Industrial Ltda está cobrando da Secretaria do Estado da Saúde o pagamento da Carreta do Câncer da Mulher, pronta deste junho, cujo processo de liquidação está estacionado numa gaveta do órgão. Provocado, o Tribunal de Contas (que repassou os recursos para esse fim) deu prazo de 30 dias para que liguem a carreta, sob pena de aplicação de medidas previstas em Lei. As “Mulheres de Peito” aguardam, ansiosas, que a carreta comece a rodar e atenda as portadoras de câncer de mama.

Carreta em ponto morto II Já no programa Comando Geral, da rádio Jornal FM 91,3 com Augusto Júnior e Alex Carvalho, na última sexta-feira, 21, o ex-secretário de saúde, Almeida Lima, lembrou que estas carreatas é para o trabalho preventivo no interior e o TCE liberou R$ 6 milhões. “Tudo lorota o que o estado vem dizendo, tudo conversa fiada. A empresa estabeleceu que um técnico da secretaria acompanhasse a construção da carreta, checava todos equipamentos e o pagamento seria feito o equipamento seria entregue para Sergipe. Essa foi a condição que está no contrato, o resto é palhaçada”, desabafou Almeida Lima.

Carreta em ponto morto III Na reportagem, Márcio proprietário da empresa explicou que a carreata está pronta para entrega desde o início de junho de 2018. Neste mesmo período solicitou a visita técnica do fiscal do contrato o Blinofi, para atestar a conclusão. Ele visitou a fábrica Morumbi somente em 11 de julho de 2018! Ele relatou também as várias tratativas que teve em Aracaju até novembro deste ano, procurando apoio para tornar público a angústia que todos da direção da Morumbi estão vivendo. O valor da Unidade Móvel de Saúde da Mulher é R$ 2.709,000,00 Investimos horas de engenharia, de processo fabril, desembolsamos altas cifras desde janeiro de 2018 para embarcar equipamentos de ponta como o mamógrafo digital e ultrassom de alta tecnologia na Unidade Móvel de Saúde da Mulher.

Carreta em Ponto morto IV Segundo Márcio a Morumbi é uma indústria de médio porte que sofreu bastante nos últimos dois anos com redução de negócios no país. “Estamos em elevado prejuízo financeiro com este projeto de Unidade Móvel de Saúde da Mulher por tudo que foi aportado e nada recebido!! O setor da empresa está parado, funcionários demitidos, pois não há recursos para tocarmos outros projetos. Precisamos cobrir o rotativo do banco a meses referente a esse projeto. Estamos engessados!!”, lamentou afirmando que enquanto isso a população feminina de Sergipe podia está sendo assistida desde o início deste semestre nas ações de prevenção ao Câncer. Tanta divulgação da importância da prevenção ao câncer de mama e do colo do útero e uma Unidade Móvel completamente equipada para atendimento público feminino 0km parada no parque fabril do fabricante, aguardando o pagamento para ser entregue.                                                                                                                                                       

Bolsonaro vai retirar indicação de líder do governo para a Anvisa O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) vai retirar a indicação do líder do governo Michel Temer no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE), para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A informação é do jornal O Globo. De acordo com a reportagem o futuro da Saúde, deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), disse que Moura não tem o perfil que o governo Bolsonaro busca para este tipo de função. “Ele não tem o perfil para aquela instituição, pelo menos não o perfil técnico que o novo governo está procurando”, informou.

Lagarto: Conselheiro diz que com esposa, filho e irmãos do prefeito, prefeitura tem despesa anual de mais de 500 mil NE Notícias: “O conselheiro Clóvis Barbosa de Melo, do Tribunal de Contas do Estado, apresentou relatório de auditoria extremamente comprometedor para a administração municipal de Lagarto. Os técnicos identificaram irregularidades na contratação do transporte e da merenda escolar. De 54 veículos relacionados pela prefeitura, apenas 2 pertencem à empresa vencedora de licitação. De acordo com o relatório, apenas com a esposa, filho e dois irmãos do prefeito, a prefeitura tem despesa estimada em mais de meio milhão de reais.”

 

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Nota de Repúdio ASSEC – A Associação dos Empregados da Cehop (ASSEC), vem repudiar com veemência as inverdades contidas na coluna “Politizando – Torcida Apreensiva,” publicada na edição do Faxaju do último dia 21, e manifestar a gratidão e o reconhecimento dos funcionários da companhia ao Presidente Caetano Quaranta Filho, pelo profissionalismo e respeito aos colaboradores durante sua gestão, marcada pela reorganização e fortalecimento da empresa, valorização dos empregados e cumprimento das metas governamentais.

I Seminário de Instrução sobre resoluções do CMEU 2018 Acontecerá na manhã do próximo dia 27/12, o I Seminário de Instrução Sobre as Resoluções do CMEU em 2018. O evento será realizado pelo Conselho Municipal de Educação de Umbaúba e tem o intuito de dirigir possíveis dúvidas aos envolvidos no sistema municipal de educação do município. O CMEU convida a todos os diretores, coordenadores, técnicos pedagógicos, administrativos da Educação, educadores, sindicatos, Conselheiros Tutelares e demais envolvidos para participar do Seminário de Instrução sobre as Resoluções CMEU 2018. O CMEU espera poder contar com a presença de todos, no dia 27 às 8h, na Câmara de vereadores.

Área para a prática de ciclismo na Avenida Santos Dumont: Cabo da PMSE insiste em desobedecer e agentes de trânsito registraram a ocorrência. Detalhe militar anda com carro com licenciamento vencido. Belo exemplo.

O relato de um ciclista do fato que ocorreu no último sábado, quando do fechamento da Avenida Santos Dumont, das 5h ás 10h, dentro do projeto de prática do ciclismo:

“Bom dia Em curso pela orla de Atalaia, na altura do parque dos coqueiros, local onde a pista sentido norte é interditada aos sábados, até às 10:00, nos deparamos com um militar fardado retirando o cone sinalizador e entrando com seu veículo de placa policial JQN 9852 um Corsa azul escuro na área destinada a ciclistas e aos cidadãos. Chamou-nos a atenção a ocorrência e logo à frente verificamos que os plantonistas da SMTT pararam o veículo e, muito provavelmente, começaram educadamente a orientar o militar (deu para ouvir o início da abordagem). Ocorre que um pouco mais adiante o militar ultrapassou-nos com seu veículo, com velocidade incompatível e com o pisca alerta ligado. Seguia pelo acostamento. Isso nos deixou bastante indignados, tratando-se de um militar fardado. Ao retornar resolvemos conversar com os policiais da SMTT que tentaram orientar o infrator para que ele não utilizasse a área interditada. Eles nos disseram que prestaram a devida orientação, porém o militar disse que estava atrasado e que iria utilizar a pista interditada. Os representantes da SMTT (Lucena e W. Marques) disseram que ficaram surpresos e que adotaram a única medida possível, que foi registrar a ocorrência. Logo na frente paramos a bike no batalhão de turismo e avistamos o veículo infrator parado no estacionamento do mesmo de conforme nosso conhecimento o veículo pertence ao militar de nome C. M. L. C. e por coincidência este veículo está com licenciamento vencido desde 2010, a placa foi puxada no sistema pelos próprios agentes e nos informaram da situação que o mesmo se encontra, como pode um militar dando mal exemplo. Favor preserva minha identificação. Conforme relato dos agentes citados os mesmos me autorizou de colocar o nome deles e isso vem acontecendo com frequência principalmente com este militar com seu abuso de autoridade.” Do blog: este espaço recebeu o nome do militar como também foto do veículo, que realmente consta com o licenciamento vencido há algum tempo. Foi informado também que a corregedoria da PMSE será informada da conduta do militar, inclusive do uso de um veículo sem licenciamento dando péssimo exemplo.

 

PELO E-MAIL E FACEBOOK

ARTIGO

PORQUE SERGIPE PRECISA SER UM ESTADO FOCADO NA ÁGUA

Por Ailton Francisco da Rocha, Engenheiro Agrônomo, Advogado e Superintendente de Recursos Hídricos da Semarh/SE

Das oito bacias hidrográficas que compõem o Estado de Sergipe, sete são deficitárias, ou seja, a demanda supera a oferta. O que nos salva é o rio São Francisco que representa 99,7% do nosso potencial e a infraestrutura hídrica de adutoras e reservatórios implantados principalmente nas décadas de 70 e 80.

Com as mudanças climáticas as secas passaram a ser um fenômeno cada vez mais recorrente, obrigando investimento na ampliação da infraestrutura hídrica, com soluções cada vez mais robustas e aperfeiçoamento da gestão dos recursos hídricos e da governança.

Todos os dias são publicadas notícias urgentes sobre a crescente falta de água. Ou seja, não há tempo a perder.

A maioria dos sistemas hídricos estão em colapso, destaco Jabiberi em Tobias Barreto e Mata Verde em Malhador (a demanda é 5 vezes superior a oferta) e muitos outros estão em situação semelhante, agravado com o desmatamento (68% do Estado de Sergipe se encontra em processo de desertificação), o desperdício ( + de 50% no abastecimento humano) e a poluição ( – de 30% dos efluentes são coletados e tratados).

A exemplo de Israel e do Ceará, o estado de Sergipe precisa implantar e desenvolver uma cultura de respeito à água, ou teremos que pagar um preço muito alto num futuro próximo.

Para isto é preciso fortalecer a gestão e a governança dos recursos hídricos, preservar, proteger e conservar os recursos naturais, realizar a gestão plena das águas reservadas para uso múltiplo, implantar um plano de convivência com o semiárido, incentivar técnicas de uso e conservação do solo, aumentar a eficiência no uso da água e implantar o seu reúso, reduzir a poluição, aprimorar o monitoramento e a fiscalização, cobrança, entre outras medidas.

A necessidade de água está aumentando e os recursos hídricos estão sendo exauridos, com consequências ambientais potencialmente terríveis. Não adotar qualquer ação é também uma forma de ação. É optar pelo status quo.

Com uma crise hídrica à vista, o momento de agir é agora, antes que seja tarde demais. A água é importante demais para ser deixada à volubilidade.
(Tenho Dito)

PELO TWITTER                                                                                                                                    

www.twitter.com/RicMarques_RM  Uma pena ver a situação do HPM, Hospital da Polícia Militar de Sergipe. Vejo por fora uma estrutura praticamente abandonada. Afinal, de quem é a responsabilidade?

www.twitter.com/coronelrochase  A secretaria de saúde deve mais de 2 milhões ao HPM, o IPES mais de um milhão. E quase não há repasse mensal. A culpa é do @governosergipe @belivaldochagas

www.twitter.com/AntonioSamarone Começou o verão, e a reforma da Orla Por do Sol foi paralisada. Está quase concluída. Os entulhos do canteiro das obras ficaram lá, atrapalhando. Falta autoridade! Um importante polo turístico com o uso prejudicado. Gente, isso é falta gestão do Poder Público!

www.twitter.com/Teledramaturgia Não tem maior sinal de riqueza do que poder deixar o ar condicionado ligado em 18 graus o dia inteiro, o verão inteiro.

www.twitter.com/higorfb Sou do tipo de pessoa que não guarda mágoas, mas também não sofro de amnésia.

www.twitter.com/ayres_britto Dores na lombar da psique costumam vir do hábito de olhar demais para o próprio umbigo. Preferível é enterra-lo no ar. No ar da graça da vida.

www.twitter.com/pablovillaca Em Los Angeles, o custo de vida é tão alto que há milhares de pessoas (incluindo muitos empregados pela indústria cinematográfica) morando em seus carros.

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
“A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pesar o que se pensa, nem medir o que se diz.” George Eliot.