A disputa pelo voto

0

Jornalistas observadores da vida política sergipana, acreditam que as eleições deste ano terão as mais altas frequências depois de muito tempo. Um profissional de Imprensa nos dizia que o interesse do eleitor se renovou pelo fato de que os partidos lançaram como candidatos a Prefeito de Aracaju e de algumas cidades do interior do Estado.

Em Aracaju há pelo menos seis ótimos candidatos disputando a preferência do eleitor. Os quatro ou cinco restantes, embora calouros, também interessam ao grande público o futuro deles, daí porque se renovou o interesse pelas eleições de novembro próximo. Embora a data inicial da eleiçãopt5enha sido postergada, os eleitores não perderam o interesse e boa parte deles acompanham os programas eleitorais de cada partido.

Comícios

Não há comícios nem passeatas pelo centro da cidade, mas o eleitor parece estar se definindo por candidatos que estão na mídia ou frequentando os noticiários políticos. São seis os candidatos a Prefeito de Aracaju o que torna difícil situar um ou outro nomes que esteja à frente da disputa. Uma coisa é certa: todos concordam, até os candidatos, que o atual Prefeito, Edvaldo Nogueira, é o nome de muitas preferência. Depois vem dois novatos: Daniele Garcia, que já foi delegada de Polícia e Rodrigo Valadares que tem a pretensão de candidatar-se nas próximas eleições a Governador do Estado. O PT que num passado não muito distante, sempre liderou essas preferências de voto, está na corrida com o nome de Márcio Macêdo que, no horário político, tem feito discursos mais sucintos e apresentado propostas mens desgastante. Outra delegada

Poucas propostas

Georlize Teles, apresentou até agora poucas propostas. Nos seus rápidos pronunciamentos, o candidato a reeleição tem apresentado projetos de “quem já ganhou”. Não ganhou ainda, claro, mas nem o candidato do PT, Márcio Macedo parece se interessar tanto por um programa de governo. Com a Câmara de Vereadores e a Assembleia Legislativa fora das atividades normais e até o estádio de futebol sem puder receber público, e as praias também com frequência menor, tudo por culpa da pandemia, os políticos, principalmente os candidatos, estão se virando como podem. O interesse popular, pelas eleições, vai muito por causa das intenções dos políticos candidatos a Prefeito. Nos próximos 30 dias, a competição vai ficar acirrada, senão bastante competitivas… Or, se vai. É só esperar para ver…

Corte de um terço

O corte de quase um terço da remuneração dos trabalhadores da saúde em Sergipe , a partir do mês de outubro, é consequência da decisão do Tribunal de Contas do Estado que retirou gratificações de quem está enfrentando a pandemia da Covid 19. A CUT (Central Única dos Trabalhadores), em conjunto com sindicatos que representam os trabalhadores da saúde através de um ofício assinado pelo Sintelab (Técnicos e auxiliares de laboratórios) Fisioterapeutas, Sindifarma, solicitaram uma ação enérgica do governador Belivaldo, através de um ofício, assinado por vários sindicatos. O objetivo da ação é impedir que os servidores da saúde pública estadual, continuem sofrendo com corte em sua gratificação e metas qualitativas.  Os servidores estão desesperados em ter que conviver com mais uma redução

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais