Apesar da repressão, as manifestações do Dia 15/03 ocorreram

0

As tentativas dos governos de vários Estados de proibir a realização das manifestações marcadas para o dia 15 de março, resultaram frustrantes. Foram poucos os manifestantes que desistiram de participar das manifestações, inclusive em Aracaju. Aqui, as manifestações foram substituídas por uma carreta, que resultou numa das maiores carreatas já vistas na Capital sergipana. A carreta saiu da Orla de Atalaia em direção à Praia 13 de Julho. Saiu as 15hs e chegou ao destino por volta das 16h30h. Um trajeto que é feito normalmente em dez ou quinze minutos, levou, desta vez, em mais de hora e meia. O trânsito era bastante lento com insistente uso das businas dos carros. De qualquer forma, a manifestação a favor do governo do sr. Jair Bolsonaro foi realizada, inclusive com manifestações contra o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e do Senado Federal, Sr.David Alcolumbre. Tentando proteger os estudantes, vários estados estão suspendendo as aulas, a partir desta segunda-feira por pelo menos quinze dias. Aqui no Estado de Sergipe, pelo menos até ontem essa medida ainda não foi tomada ou pelo menos anunciada. Diz-se que hoje, o governador Belivaldo Chagas vai reunir toda sua equipe com o fim de anunciar algumas providências para prevenir o Estado da pandemia que tomou conta do mundo. É bem provável que as aulas nos colégios públicos tenham as aulas suspensas pelos próximos quinze dias. A prevenção contra o coronavírus é tema constante dos noticiários de todas as emissoras de televisão do País. Não se aguenta mais falar sobre coronavírus nestes últimos dias. No Brasil são cento e poucos casos – em Aracaju apenas um caso confirmado, dois descartado. Até como prevenção o ideal é seguir a orientação dos noticiários sobre a pandemia…

***

No Rio de Janeiro o governador Wilson Witzel escapou por pouco de ser ridicularizado pelo país afora. É que ele queria proibir as pessoas de frequentarem as praias, principalmente Copacabana que estava hiperlotada, em função do belo dia de sol. A Polícia Militar foi usada em várias ocasiões para reprimir os cariocas. Enquanto o Governador era vaiado, a Polícia era aplaudida pelos populares

A homenagem a Luciano Bispo

O Presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo, recebeu o título de Cidadão Aracajuano na tarde de sexta-feira. A sessão da Câmara Municipal com esta intenção começou com meia hora de atraso, as 16h30 e só foi concluída exatamente duas horas depois. Foi a mais longa sessão da Câmara para entregar um título de cidadania. Antes da entrega do titulo foi exibido um vídeo especial sobre a trajetória política de Luciano Bispo, preparado pela equipe da TV-Alese. O document´rio destaca que Luciano Bispo só veio a se interessar pela política depois que foi convidado a ser candidato a Prefeito de Itabaiana. Perdeu a primeira eleição, mas ganhou as outras quatro eleições de prefeito que se seguiram. Depois mudou seu foco para a Assembleia e já se elegeu poro duas vezes deputado estadual, além de ser Presidente da Casa poro três mandatos.Ele creditou o fato de ser reeleito para a Presidência da Casa por ter bom relacionamento com todos os deputados, tanto da Oposição quanto da situação. “Sou de fazer amigos, e melhoro ainda, de mantê-los”,destacou. Luciano Bispo fez questão de ressaltar a amizade que mantém com os irmãos, notadamente Arnaldo Bispo, que já foi deputado, e Roberto Bispo, que hoje o auxilia na administração da Assembleia Legislativa. Entremeando os fatos relacionados à sua vida, Luciano Bispo destacou os fatos curiosos que cercam a sua carreira política. “Depois que perdi a primeira eleição, instalei uma espécie de sucursal da Prefeitura e desde então não perdi mais nenhuma eleição” Dizendo ser um homem de família, teceu elogios às três filhas que estavam no plenário assistindo à solenidade e a própria mulher, que tem um papel excepcional na sua vida de político e administrador. Ao final da solenidade, o Sr. Luciano Bispo convidou os amigos para um coquetel que seria servido no hall da Assembleia Legislativa. Foi uma solenidade muito prestigiado. No plenário da Assembleia, estavam, entre outros, o governador Belivaldo Chagas e os ex-governadores Jackson Barreto e Albano Franco. O Tribunal da Justiça foi representado pelo seu presidente, Osório de Araújo Ramos e o Tribunal de Contas, pelo Conselheiro Flávio Conceição. Mais da metade dos deputados estadual também se fizeram presentes e da Câmara dos Vereadores quase todos os vereadores. Ao começar a sessão foram lidas várias mensagens de congratulações de personalidades que não puderam comparecer a sessão, justificando a ausência.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários