Colhendo frutos

0

O governador João Alves Filho (PFL) está animado com os resultados apresentados pelos projetos sociais postos em prática no seu Governo e, mais ainda, por anunciar que Sergipe é o Estado do Nordeste brasileiro que apresenta o maior volume de obras, todas previstas para conclusão até o final de 2006. Ontem ele ficou emocionado quando o cerimonial que organizou a solenidade de entrega do prêmio “Ação Pela Paz”, instituído pela Unesco, o convidou para receber o troféu: “João Alves Filho, governador de Sergipe, estado campeão em desarmamento”. Ele reconhece que se trata de um trabalho conjunto e que é muito bom para o estado, porque é um dos argumentos para atrair investidores, que hoje colocam a segurança como um dos itens mais importantes.

Sexta-feira passada, no Palácio de Veraneio, o governador João Alves Filho recepcionou os parlamentares aliados na Assembléia Legislativa, Câmara Federal e Senado. Aproveitou para fazer um resumo de sua administração, demonstrando euforia pelos resultados adquiridos até o momento. Considerou que a fase mais difícil passou e lembrou que dedicou os dois primeiros anos exatamente à reestruturação do estado e projeção de uma estrutura voltada para obras sociais e de desenvolvimento, para depois iniciar um trabalho político, para refazer a imagem que sempre teve junto ao eleitorado. Em uma conversa por telefone, quando saía da solenidade no Rio de Janeiro, revelou que a partir de janeiro uma nova equipe de marketing vai tratar desse seu novo trabalho e ficará mais próximo dos jornalistas, das lideranças políticas e dos demais segmentos da sociedade.

Aos parlamentares, o governador João Alves Filho detalhou os programas sociais, lembrando que alguns deles são reconhecidos internacionalmente. Deu como exemplo o “Pró Mulher… Pró Família, mais saúde, mais vida”, idealizado pela Secretaria de Combate à Pobreza, que foi distinguido pela Organização Mundial da Família (OMF), órgão ligado à Organização das Nações Unidas (ONU), como um dos melhores do mundo no apoio à saúde das famílias carentes. Ele discorreu sobre todos os programas bem sucedidos que vêm sendo implementados em sua administração e ressaltou a erradicação das casas de taipa em 20 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Na conversa por telefone com Plenário. o governador disse que o “Banco Central não gosta de mim, pelas críticas que faço aos sistema financeiro, mas o pessoal do BC reconhece que o Banco do Povo é o mais bem sucedido do país, na concessão de crédito a juros baixos para o incentivo aos micronegócios”.

Será exatamente munido de todos esses argumentos e com um discurso voltado para o social, sem esquecer os projetos de infraestrutura, que o governador João Alves Filho vai partir para convencer a opinião pública que o seu Governo é voltado para os segmentos mais carentes da sociedade, como para o desenvolvimento sustentável do Estado. Fala com muito orgulho da construção da ponte que liga Aracaju à Barra dos Coqueiros, expandindo o litoral norte para o turismo, sem esquecer a orla de Atalaia e o projeto Nova Califórnia, que só no âmbito da fruticultura irrigada vai gerar 40 mil empregos no semiárido: “da Bahia, que é 30 vezes maior do que o território sergipano, ao Maranhão, Sergipe é, de longe, o estado nordestino com o maior número de obras em execução no momento”, gaba-se ele com um riso de satisfação.

A partir de janeiro João Alves abre a temporada de contatos políticos, sem esquecer a continuidade administrativa. E será com esse discurso, com os argumentos que os números constatam, que pretende conquistar mais um mandato, enfrentando adversários fortes e grupos bem organizados que disputam o Governo do Estado. João Alves Filho é candidato à reeleição e tem declarado que a oposição vai enfrentar um profissional, que vem, há longos anos, elegendo-se ou fazendo sucessores, mesmo que o adversário tenha um perfil que também agrade a segmentos importantes da sociedade sergipana.

MENINO
O governador João Alves Filho disse que quando usou a expressão “Meninos do PT” não quis subestimar o prefeito de Aracaju Marcelo Deda (PT). Admite que Déda é bom mesmo de marketing e sugeriu que ele poderia até substituir muito bem o Duda Mendonça no trabalho que faz para o Governo Federal.

LANÇAMENTO
Na reunião que aconteceu sábado passado com prefeitos eleitos do bloco das oposições, o prefeito Marcelo Deda (PT) praticamente lançou sua candidatura a governador. Em seu discurso Déda disse que estava preparado para ser candidato a governador ou a senador, porque sabe que o vice Edvaldo Nogueira está pronto para substituí-lo bem.

AUSÊNCIA
Dos 30 prefeitos eleitos e reeleitos que compareceram, apenas Zezé Rocha, de Lagarto, não esteve presente. Também não mandou representante. Foi notada a ausência, também, do ex-prefeito Jerônimo Reis (PTB). O encontro foi para sugerir modernidade administrativa nos municípios.

CONVOCAÇÃO
Os deputados estaduais retornaram ontem à Assembléia Legislativa para atender à convocação extraordinária, quando serão votados projetos do Governo do Estado. Os projetos chegaram na semana passada e foram distribuídos com os parlamentares no período da tarde. A convocação deve durar até a próxima quinta-feira.

ELEIÇÃO
Está ficando tumultuada a eleição para presidente da Câmara Municipal de Aracaju, com a presença de três candidatos. A vereadora Conceição Vieira (PT) não abre mão da candidatura e tem o apoio do prefeito Marcelo Déda.

TRABALHO
O presidente da Câmara, vereador Sérgio Góes (PL) está trabalhando a reeleição e já conta com um bom número de vereadores a favor. Entretanto, caso sinta que não conseguirá reeleger-se, Sergio vai apoiar a candidatura do vereador Zeca da Silva (PSB).

ASSEMBLÉIA
O deputado Belivaldo Chagas (PSB) declara que as oposições também estão dispostas em votar na reeleição de Antônio Passos para presidente da Assembléia Legislativa. A maior disputa se dará pela primeira secretaria, que conta com mais de três parlamentares querendo o lugar.

MARCOS
O primeiro secretário da Mesa, deputado estadual Marcos Franco (PMDB) é candidato à reeleição e vai começar a conversar com seus colegas. Ao lado de Antônio Passos, Marcos fez um bom trabalho na administração da Casa e tem boas chances de se manter no cargo.

BANCADA
A bancada federal de Sergipe reúne-se hoje, ao meio dia, com o coordenador José Carlos Machado, para definir as emendas prioritárias de Sergipe. Todas elas serão apresentadas ao Comitê de Emenda, da Comissão do Orçamento. Todos os parlamentares já estão retornando à capital federal.

FRASE
A Veja desta semana publica frase do senador Almeida Lima – “Não vou descer ao nível proposto devido à sua condição de ancião” – em resposta ao desafio do senador Antônio Carlos Magalhães – “Se você quiser sair na porrada eu topo!” – feito na votação que visava restaurar 3.500 vagas de vereador cortada pelo TSE em junho. A Veja coloca Almeida como um senador da Bahia.

BODANO
O presidente do PL, Heleno Silva, disse que o deputado Mardoqueu Bodano não será candidato a Câmara Federal, porque vem fazendo um bom trabalho na Assembléia e o melhor caminho seria a reeleição. Heleno Silva afirmou que Mardoqueu é ligado aos problemas dos sertanejos e tem sido uma voz em defesa do homem do campo.

REASSUME
A senadora Maria do Carmo Alves (PFL) reassume hoje o seu lugar no Senado Federal. Renildo Santana retorna a Itabaianinha e toma posse na Prefeitura dia 1º de janeiro. A diretora Administrativa e Financeira da Secretaria de Combate à Pobreza, Selma Mesquita, ficará respondendo pela pasta.

LIBERAL
O presidente regional do Partido Liberal, Heleno Silva, terá um encontro político com o ex-governador Albano Franco, ainda antes do Natal. Os dois já conversaram por telefone e o encontro foi marcado através de aliados políticos das duas partes. O assunto: filiação de Albano ao PL.

Notas

PRÓ-MULHER
O Pró-Mulher foi distinguido, pela Organização Mundial da Família (OMF), um órgão ligado a ONU, como um dos melhores do mundo no apoio à saúde das famílias carentes. Na Cúpula Mundial da Família, realizada este mês em Sanya, no Sul da China, o programa sergipano foi citado como um modelo no Brasil. Em razão disso, a OMF escolheu Sergipe para sediar a Cúpula Mundial da Família em 2005. Sergipe é um dos únicos estados que tem uma estratégia de inserção social. O Banco do Povo também é um exemplo para o mundo.

PRÊMIO
João Alves Filho recebeu, ontem, no Rio de Janeiro, o prêmio “Ação Pela Paz”, instituído pela Unesco, pela participação que Sergipe teve na campanha de desarmamento. Ao ser chamado para receber o prêmio, o cerimonial anunciou João Alves como o governador do estado campeão e, desarmamento. O governador considerou o prêmio excelente para Sergipe, porque o objetivo é vender um estado seguro. João Alves Filho disse que hoje a segurança, em todos os modos, é um fator que os investidores exigem do estado.

OBRAS
Do Rio de Janeiro, em conversa por telefone, o governador João Alves Filho (PFL) admitiu que nestes dois primeiros anos do seu Governo não exerceu atividade política, porque estava colocando o estado em ordem. Considerou que foi necessário fazer isso, para poder realizar um trabalho de recuperação do Estado. Segundo João Alves Filho, “Sergipe hoje é um imenso canteiro de obras do Nordeste e tem programas reconhecidos em todo o país e fora dele, na assistência à saúde, na concessão de credito para micro-negócios e outros”.

É FOGO

A Gazeta de Sergipe retornou ontem às ruas, depois de um bom período fora de circulação, tendo à frente um grupo de jornalistas.

Segundo informação de um dos jornalistas, a Gazeta de Sergipe não tem vinculação com a Empresa Gráfica Gazeta de Sergipe S.A., que está com pedido de falência.

O deputado estadual Marcos Franco (PMDB) considera que é positivo o fim da verticalização nas próximas eleições.

Com a posse de Renildo Santana na Prefeitura de Itabaianinha, o primeiro suplente passa a ser o ex-deputado Carlos Alberto Oliveira.

Muitas conversas nos bastidores da Assembléia Legislativa, em torno da formação da nova Mesa Diretora.

Ao lado de Minas Gerais, Sergipe é o estado que tem uma estratégia de inserção social bem estruturada.

O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT), já está praticamente com a sua equipe formada e deve anunciar depois do Natal.

 O prefeito de Pirambu, André Moura, não fala em assumir uma Secretaria de Estado. Vai tratar disso depois que deixar a Prefeitura.

Jorge Araújo (PSDB) está se preparando para retornar à Assembléia Legislativa a partir do dia primeiro de janeiro.

O presidente Lula já autorizou o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, a renovar o acordo com o FMI para 2005.

A Receita Federal liberou a consulta a três lotes residuais do Imposto de Renda. São os lotes de 1999 (abo base 98), 2001 (ano base 2000) e 2003 ano base (2002).

O STF suspendeu a falência da Transbrasil, concedida em 2002 peloTribunal de Justiça de São Paulo, depois de pedido da General Eletric.

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais