Déda e o Subteto

0

Micro e pequenos empresários sergipanos torcem para que o governador Marcelo Déda (PT) anuncie até esta quarta-feira a elevação do Subteto do Simples estadual dos atuais R$ 1,2 milhão para, no mínimo, 1,8 milhão. É que depois de amanhã se comemora o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa e não há presente melhor para o setor do que a correção do Subteto, que está muito defasado. Representantes das MPEs sergipanas lembram que Sergipe foi o 2º estado brasileiro a implantar o Subteto, além de fazer 45% de suas compras a este segmento da economia. Um exemplo para o país. Diante disso, os empresários esperam que o governador promova a elevação do benefício para que Sergipe não continue a reboque daqueles que já aumentaram o Subteto. A reivindicação é justa.

Na Itália

O governador Marcelo Déda (PT) vai participar em Roma, desta quarta até o próximo dia 11, do 16º Meeting Internacional, iniciativa brasileira que reunirá na Itália governos e empresários de vários países. Na pauta do evento, temas como oportunidades de investimentos Itália-Brasil; e desenvolvimento tecnológico e oportunidades geradas pelos programas de inovação no Brasil. Em sua ausência do país, Déda será substituído no governo pelo vice Jackson Barreto (PMDB).

Protesto na Deso

Os empregados da Deso estão por aqui com a diretoria da empresa, que cortou o tíquete refeição da categoria sem qualquer explicação. Daqui a pouco os trabalhadores realizam uma manifestação na sede da Deso para protestar contra o que chamam de uma falta de respeito da direção. Esta será a primeira manifestação dos empregados depois que Bosco Mendonça assumiu a presidência da estatal.

Ponto eletrônico

A partir desta segunda-feira, as empresas com mais de 10 empregados que já utilizam equipamentos de ponto eletrônico deverão oferecer ao trabalhador a possibilidade de imprimir o comprovante de entrada e de saída do trabalho. A obrigatoriedade de as empresas adaptarem os equipamentos de ponto eletrônico não precisa ser seguida pelos órgãos públicos.

Qualificação

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) firmou parceria com a Universidade Tiradentes para a realização de um curso de gestão de negócios voltado para a classe empresarial sergipana. Serão sete módulos com carga horária de 30 horas. A Acese está fazendo uma pesquisa junto aos empresários para saber quais os temas que mais interessam a eles, visando incluí-los no curso.

Bancada atômica

O deputado federal Laércio Oliveira (PR) integra a bancada atômica, composta por oito parlamentares que fazem lobby para tentar levar usinas atômicas para seus Estados. Segundo a Revista IstoÉ desta semana, Laércio acredita que os investimentos levariam desenvolvimento ao município de Canindé do São Francisco, que já abriga a hidrelétrica de Xingó. “Os ganhos compensam os riscos. Muita gente ficou com medo de entrar na discussão, mas ela tem de ser feita”, argumenta o deputado.

Conferência

Acontecerá em novembro a 1ª Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Descente. De acordo com a coordenadora Otávia Cabral, a participação dos empresários sergipanos é de fundamental importância para o sucesso do evento, que ainda não tem data definida para começar. Em Sergipe, a Conferência está sendo organizada pela Secretaria estadual do Trabalho.

Salário defasado

Os servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe fazem um ato público na tarde de hoje para denunciar as distorções salariais e as desigualdades de tratamento dentro do Poder Judiciário. A manifestação, que vai acontecer em frente à Sociedade Semear, integra a campanha salarial da categoria batizada de “Justiça deve começar em casa”. Os servidores alegam que, enquanto seus salários estão extremamente defasados, tem ocupante de cargos em comissão no TJ/SE ganhando R$ 13 mil mensais. Boa grana, não?

Camarão

Pirambu está promovendo, desde sábado passado, o 2º Festival do Camarão, que vai prosseguir até o final de novembro próximo. O evento, que é patrocinado pela Secretaria estadual de Turismo e pelo Banese Card, visa incentivar o consumo de camarão e atrair visitantes para aquele município sergipano, um importante centro pesqueiro do Estado.

Capim novo

Vejam o que publicou o jornal Correio Braziliense: “Em uma solenidade realizada na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, o ex-deputado federal Albano Franco (sem partido) passou boa parte do seu tempo tentando descobrir se o amigo e ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) estava namorando. Não sossegou até ouvir de FHC que a história sobre uma relação com uma moça bem mais jovem não era verdade. Ainda assim, Albano saiu da conversa convencido de que o ex-presidente, no auge de seus 80 anos, faz o maior sucesso entre o eleitorado feminino”.

Dá-lhe Urubu

E a urubuzada amanheceu hoje sorrindo de orelha a orelha com a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 2 a 1. O empate entre Vasco e Cotinthians e a derrota do Botafogo para o Atlético permitiram que o Mengão se aproximasse dos líderes do campeonato. Com 44 pontos, a equipe rubronegra está em 6º lugar, a seis pontos do Vasco, quatro do Corinthians, dois do São Paulo e um do Botafogo, faltando 11 partidas para o fim. Dá-lhe, Urubu!

Do baú político

Em uma das últimas visitas que fez a Aracaju, o ‘cavaleiro da esperança’ Luiz Carlos Prestes espantou-se com a ignorância de um jornalista local. Foi na década de 80, logo após a legalização do Partido Comunista Brasileiro (PCB). Após uma palestra para militantes e intelectuais sergipanos, Prestes foi convidado a degustar um caranguejo na Orla de Atalaia. Na concorrida mesa, bebia-se cerveja, apreciava-se tira-gostos diversos e discutia-se política, principalmente o futuro do ‘Pecebão” depois de sua legalização. Nisso, um jornalista iniciante vira-se para o ‘cavaleiro da esperança’ e indaga: “Qual o jornal que o senhor trabalhava?”. Sem entender a pergunta, o líder maior do PCB questiona: “Como assim?”. Escuta o inusitado: “Em qual jornal o senhor publicava a coluna Prestes?”. O ‘foquinha’ ficou sem resposta.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários