Déda frustra advogados

0

  Em apenas sete meses à frente do governo do Estado, Marcelo Déda Chagas dá sinais claros que o discurso está mudado. É certo que muitos políticos não fazem dos seus discursos o que realmente colocam em prática na vida pública. Porém, Marcelo Déda Chagas foi eleito com um discurso de mudança e ao mesmo tempo com o compromisso de implantar em Sergipe um modelo de governar sem rodeios, sem sofismas e acima de tudo colocando a democracia em primeiro lugar. Este jornalista lembra que por várias vezes – a última foi na comemoração da vitória no dia primeiro de outubro do ano passado – Marcelo Déda Chagas ao discursar pedindo a Deus que se fosse para mudar sua maneira de ser preferia não ser eleito governador. 

  Como grande orador e advogado, Marcelo Déda Chagas conhece bem a história da democracia no mundo. Deve ter lido “De Oratore de Cícero”, onde tem o seguinte trecho: “A democracia é a condição indispensável ao desenvolvimento da eloqüência; reciprocamente, a eloqüência é a qualidade superior do indivíduo que pertence a uma democracia: nenhum dos dois pode passar sem o outro. A eloqüência é “necessária””: eis o seu traço dominante, e, ao mesmo tempo, a explicação do seu sucesso”. Não se pode negar que muitos políticos sabem bem usar o poder da palavra. Ou seja, o uso demagógico ou sofista da retórica não nega o caráter retórico da democracia e a íntima conexão entre liberdade política e discurso persuasivo. Discursos hoje mais do que saturados numa “democracia” que na prática não existe no Brasil.

  No ano 2000, a OAB de Sergipe foi um dos poucos Estados que aprovou uma resolução para que a escolha da lista sêxtupla dos nomes para que a vaga de desembargador destinada à entidade seja escolhida pela votação direta. Naquele ano, Wellington Mangueira ganhou, mas não levou. A diferença é que no governo do Estado estava um empresário, um usineiro que não tinha nenhum compromisso com a democracia: Albano Franco.

 Ontem, em reunião com dirigentes da OAB de Sergipe e na presença do presidente nacional do Conselho Federal da OAB, César Britto, Marcelo Déda Chagas não assumiu o compromisso de escolher o mais votado. Essa decisão vai de encontro ao discurso e ao que pregou o advogado Marcelo Déda Chagas que inclusive foi eleitor quando da primeira votação direta no ano 2000, para escolha da lista sêxtupla. Mesmo sabendo que dois seis nomes escolhidos, ficarão apenas três que serão escolhidos pelo pleno do TJ, Marcelo Déda Chagas deveria ter assumido este compromisso. Se o mais votado não tivesse na lista tríplice era outra história.

  A decisão de Marcelo Déda Chagas em não assumir o compromisso em nomear o mais votado frustra novamente a classe dos advogados a qual ele faz parte. Essa decisão deixa claro que Marcelo Déda Chagas coloca em primeiro lugar o poder de governador do Estado, esquecendo que para chegar neste cargo, foi necessária a maioria do voto do eleitorado sergipano, que confiou, sobretudo, no discurso de um advogado formado na escola das passeatas, dos palanques e nos discursos onde à palavra de ordem era a democracia. Obs: o artigo citou todo o tempo o nome de Marcelo Déda Chagas para lembrar que o mandato de governador passa, mas todas as ações ficarão registradas na história.

Mudança na regra da escolha da lista sêxtupla

No inicio da noite de ontem, 13, ocorreu uma reunião do conselho da OAB/Se para compatibilizar o artigo 31 do regimento interno a resolução da OAB Nacional de 2004 que facultou as entidades regionais à escolha da lista sêxtupla pelo processo de eleição direta. O presidente da OAB/Se, Henri Clay disse que o processo não mudará e que a eleição será direta. Explicou que a adequação é porque o artigo 31 do regimento da OAB/Sergipe é do ano 2000 e a resolução da OAB Nacional de 2004. Na próxima reunião, na quinta-feira, Henri Clay disse que o conselho Vai apenas atualizar o regimento, mas garante que a eleição direta permanecerá.

Principio da legitimidade e da moralidade

Henri Clay anunciou que o conselho está procurando também uma maneira para coibir e punir possíveis abusos do poder econômico na eleição que escolherá a lista sêxtupla. Disse que se o conselho receber alguma denúncia com prova não poderá homologar o nome de qualquer dos candidatos – mesmo ficando na lista sêxtupla. “O conselho não poderá legitimar a corrupção eleitoral”, avisou. Pela resolução da OAB Nacional para entrar na lista sêxtupla é necessário que os seis nomes tenham 50% dos votos mais um.

Marcelo Déda não precisava passar

Toda essa polêmica da escolha da lista sêxtupla da OAB não estaria acontecendo se Marcelo Déda Chagas tivesse mantido uma postura de neutralidade no futuro pleito. Com certeza, na lista sêxtupla iriam quase todos os nomes do agrado dele. Anotem: a intransigência vai deixar o governador numa “sinuca de bico”. A propósito: desde a semana passada que este jornalista foi informado que o governador estava em São Paulo se submetendo a uma série de exames médicos. Preferiu não noticiar para não gerar especulações. Essa é apenas uma das diferenças…

Será mesmo uma entrevista “bombástica”?

Ontem à noite, 13, no Ferreiro Café, o comentário é que o deputado André Moura (PSC) deve conceder uma entrevista a uma emissora de rádio bombástica. É para desfazer a péssima impressão da entrevista que ele concedeu ao semanário Cinform onde a todo o momento citou o nome de Deus. Só resta saber em qual emissora será a entrevista. Espera-se que não seja naquela que o prefeito Juarez Batista denunciou que foi obrigado a fazer um excelente contrato mensal através da prefeitura de Pirambu.

Análise da entrevista concedida por André

Amanhã, 15, este espaço publicará uma análise sobre a entrevista concedida pelo deputado André Moura ao semanário Cinform. Tem alguns detalhes curiosos que o leitor, depois de analisar vai entender o outro lado da história.

Audiência pública em Tobias Barreto I

O governador Marcelo Déda participa HOJE, 14, a partir das 14h, no ginásio do Sesi, de uma audiência pública na cidade de Tobias Barreto. O objetivo é discutir e avaliar, junto com a população local, as melhores alternativas para solucionar os problemas ocasionados com a irregularidade na distribuição de água no município.  Desde da semana passada que uma equipe do governo estadual está no município trabalhando no sentido de que a audiência pública não vire uma disputa política, já que no momento, existem cinco grupos políticos em Tobias Barreto e três deles do lado do governador.

Audiência pública em Tobias Barreto II

Dois pontos positivos para o governador. O primeiro é encontrar uma solução para o problema de falta de água que existe há vários governos. A população está cansada de promessas. O outro é que grande parte da população não quer a barragem do Jabeberi porque na verdade a barragem não existe de fato. Vai passar a existir através do projeto apresentado. Aliás, um problema grave também é o descrédito da Deso na região por conta da falta de ações dos governos passados. É um verdadeiro preconceito que só desaparecerá com ações concretas da Deso. O governador também apresentará as iniciativas já em curso para beneficiar a região, a exemplo da recuperação de rodovias (Lagarto/Tobias Barreto e Tobias Barreto/Poço Verde) , a isenção do ICMS no Supersimples para as micro e pequenas empresas e o seu impacto para o comércio local, entre outras iniciativas do Governo do Estado.

Conflito em Amparo do São Francisco

Ontem, 13, a coluna reproduziu uma matéria publicada no site EcoDebate.com.br sobre o conflito entre moradores da comunidade Lagoa dos Campinhos, remanescente do quilombo Pontal dos Crioulos. Na matéria foi citado o município de São Francisco, mas na verdade é Amparo do São Francisco. A matéria teve uma grande repercussão, principalmente por conta do fazendeiro que vem perseguindo os moradores.

Prefeitura de Riachuelo busca solução para lixeira

Da assessoria da prefeitura de Riachuelo: “Sobre a nota ‘Atenção: Ibama e Adema: lixeira contamina rio Sergipe’, na sua coluna do dia 8, a Prefeitura de Riachuelo esclarece que: a lixeira citada existe há cerca de 11 anos. E que, independente do tempo do problema, o prefeito Antonio Carlos Leite Franco Sobrinho(PMDB), tem procurado junto a Secretaria de Estado do Meio Ambiente uma solução para o destino do lixo, já que este é um problema de praticamente todos os municípios de Sergipe.Enquanto não se encontra uma solução definitiva, a prefeitura está empenhada na procura de um local para depositar o lixo doméstico, e que não cause danos ao meio ambiente, principalmente aos mananciais hídricos.Embora nossa busca por um novo terreno não tenha sido fácil em função do tamanho territorial do município, esperamos nos próximos 20 dias encontrar o novo espaço, e conseqüentemente acabar com a atual lixeira”. Obs: a assessoria enviou desde a semana passada a explicação, este jornalista é que – por problemas técnicos – deixou de publicar imediatamente.

PV lança campanha Brasil no Clima

O Partido Verde de Sergipe realiza no dia 17 de agosto (sexta), ás 16 h na Assembléia Legislativa seu Encontro Estadual, oportunidade em que será lançada pelo Presidente Nacional do PV José Luiz de França Penna e pelo Presidente Estadual Reynaldo Nunes de Morais, a Campanha “Brasil no Clima”. Agora não há mais dúvidas, as conseqüências do aquecimento global são extremamente graves e seus efeitos já se fazem sentir. É dever de todos os países participarem reduzindo emissões de gases de “efeito estufa”. Queremos o Brasil no Clima! O Brasil precisa fazer parte dessa mobilização planetária.

Ainda a eleição de Graccho Cardoso

De um leitor: “Sobre a opinião “candidatura do PT em Graccho Cardoso, quanta justificativa”, observei que o leitor relacionou o apoio de lideranças políticas que “incondicionalmente” apoiaram o candidato do PT. Terminou esquecendo de citar o apoio do ex-deputado federal Jorge Alberto  que também, perante à convenção do Partido dos Trabalhadores, comprometeu empenho para a campanha do petista. Na ocasião isto refletiu a “habilidade política” que a nível estadual vincula o PMDB e o PT. Ou será que esta relação somente serve para o discurso do cacique do PMDB e não ressoa junto aos seus seguidores dos diretórios municipais? Quem está observando a “falta de habilidade política” do PT de Graccho Cardoso, orientando confirmar isto junto ao PMDB, possivelmente é alguém deste partido com o ressentimento de não ter indicado um nome para concorrer às eleições tendo o apoio das lideranças que preferiram um “companheiro de partido” e de “verdadeira aliança”. Em Graccho Cardoso o PMDB, notória ou disfarçadamente sempre esteve com o PFL. Agora com o DEM”.

Fiat da Secretaria do Meio Ambiente

Na quinta-feira, 9, por volta das 17h15, um veículo Fiat Uno branco, placas HZV 4417, plotado com a marca do governo do Estado e Secretaria do Meio  Ambiente e Recursos Hídricos, passeava pela rua Santa Luzia, Centro, cheio de passageiros que certamente não estavam a serviço do Estado. Apesar dos vidros escuros, ao abrir a porta do carro para descer um adolescente de bermuda e havaianas, percebia-se nitidamente que lá dentro estavam ainda algumas mulheres que iriam não se sabe para onde. É bom o governo da mudança ficar de olho nestes abusos para não correr o risco de permanecer na mesmice. É ou não é?

Deso: Apuração de infração cometida por motorista

Sobre a nota com um carro da Deso publicada ontem, 13, a assessoria de comunicação da empresa enviou o seguinte e-mail: “Informamos que tão logo tivemos conhecimento da denúncia sobre a conduta irregular de um motorista de um carro da Deso, a Diretoria procurou manter contato com a empresa prestadora de serviço – tendo em vista que o carro não pertence à frota da Companhia, mas sim a uma locadora – e solicitou que esta apure os fatos. Assim que obtivermos uma resposta da empresa prestadora de serviço a Deso adotará as medidas cabíveis, caso seja verificada a infração”.

Gualberto diz que tentam dizer que João é “bom moço”

Após ouvir atentamente a defesa do ex-governador João Alves Filho (DEM), feita pelo deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) durante a sessão de ontem, 13, o deputado Francisco Gualberto (PT) subiu à tribuna da Assembléia Legislativa para denunciar que a oposição mente para a sociedade quando tenta dizer que João Alves é “bom moço”. “Eles não vão poder fugir à verdade. Acho legítimo que Venâncio defenda o nome de João Alves para disputar um cargo eletivo em 2008, mas não aceito as inverdades ditas no plenário”, afirmou Gualberto. Segundo o líder do governo, Venâncio Fonseca mente quando diz que o Estado foi recebido pelo atual governo com boa saúde financeira e por isso já teria cerca de R$ 250 milhões em caixa. “Isso não corresponde à verdade. Nosso governo recebeu o Estado quebrado. Mas para eles é duro de admitir que o Estado está sendo reconstruído em poucos meses”, disse Francisco Gualberto.

Alerta a direção da Unimed Sergipe

Vários usuários do plano de saúde da Unimed reclamam que alguns médicos conveniados estão fazendo uma diferenciação na hora do atendimento. Quando tentam marcar uma consulta a recepcionista pergunta se é convênio ou particular. Se é convênio, alguns deles só têm horário no próximo ano. Se é particular marcam para alguns dias após. Uma pergunta: um convênio deixa de ser particular? Será que o usuário não paga caro para ter o mesmo? Será que a direção da Unimed não pode tomar uma providência contra estes médicos? Um usuário tentou, sem sucesso, marcar consulta para cinco dermatologistas conveniados e nada. Se não querem atender pela Unimed saiam do plano de saúde.


Descaso total com o estádio Batistão

De um leitor indignado: “Não basta o estado de humilhação que vive o futebol sergipano nos últimos anos, agora até o nosso querido Batistão, principal praça de esportes da cidade, está abandonado. Feio, sem atrativo algum, o estádio foi entregue às baratas. O gramado é péssimo, o placar eletrônico não funciona, o carro-maca não anda, as bandeirinhas do escanteio estão arreadas, as arquibancadas imundas, os sanitários podres, entre outras coisas. A quem cabe a responsabilidade de cuidar bem, ao menos do campo, já que futebol não existe. A propósito: a torcida do Confiança compareceu em massa e deu um show neste domingo, vendo o time ganhar do ABC de Natal na raça. O problema é engolir a informação de que ali só tinham pouco mais de 5 mil torcedores pagantes. O resto o gato comeu”.

Restaurante Maré Mar: péssimo atendimento

No último domingo, 12, no dias dos pais, uma família foi almoçar no restaurante Maré Mar, localizado ao lado da ponte do Parque dos Cajueiros. Depois de realizarem o pedido do almoço, por conta da demora da comida (apenas uma hora) pediram informação ao garçom. Ouviram como resposta que não tinham feito o pedido. Reclamaram a gerência à falta de atenção e até de respeito. De nada adiantou, a gerência não demonstrou nenhum interesse em refazer o erro. Fique atento caro leitor: restaurante Maré Mar, tire do seu cardápio.

Solução contra a natureza?

Todo mundo sabe como foi concebido o projeto do bairro Coroa do Meio, que custou muitos milhões no mole de contenção com caminhões e mais caminhões de dinheiro público transformados em pedras. Agora a natureza volta a querer tomar seu espaço onde fica a chamada Orlinha. E alguns donos de bares querem que os governos estadual e municipal tomem providências? Quais seriam? Jogar pedras no local? Neste caso a praia ficará inutilizada para os banhistas. Não adianta lutar contra a natureza que toma seu lugar tanto na área dos pequenos comerciantes, como no caso da Coroa do Meio, como nas grandes mansões como no caso da praia do Saco.

“Abrindo Espaços” será lançado novamente I

Informação interessante repassada por um colega de imprensa: O Governo do Estado vai lançar em parceria com a Unesco, hoje, 14, às 8h, no Hotel Parque dos Coqueiros, o Programa Abrindo Espaços. Participam do evento o governador de Sergipe, Marcelo Déda, o vice-governador Belivaldo Chagas e o representante da Unesco no Brasil, Vincent Defourny. O objetivo do programa é abrir as escolas públicas nos fins de semana e oferecer atividades culturais, esportivas artísticas e de lazer a alunos e comunidades. Inicialmente, o Abrindo Espaços será implantado em dez escolas, sendo seis na capital e quatro no interior de Sergipe. A meta do Governo do Estado é que até dezembro deste ano 61 escolas já tenham aderido ao programa.

 “Abrindo Espaços” será lançado novamente II

Porque novamente? Em 2005 o site da então secretaria de Estado do Combate à Pobreza anunciava: “Sábado e domingo (dias 14 e 15 de maio de 2005), quinze escolas da Rede Estadual de ensino desenvolverão atividades esportivas, culturais e capacitadoras do programa Abrindo Espaços. O programa tem a finalidade de integrar a família à escola e reduzir os índices de violência entre os jovens, possibilitando que as escolas realizem atividades nos finais de semana, ofertando perspectivas para o futuro, desenvolvendo o capital cultural e valorizando a criatividade, o talento e as habilidades. O Abrindo Espaços é desenvolvido pela Secretaria de Estado do Combate à Pobreza, em parceria da Organização das Nações Unidas (Unesco) e Secretaria de Estado da Educação”.

Frase do Dia

“Há muitas poucas repúblicas no mundo, e mesmo assim elas devem a liberdade aos seus rochedos ou ao mar que as defende. Os homens só raramente são os dignos de se governar a si mesmos”. Voltaire.


 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais