Duas novas estrelas na internet

0

O prezado leitor tem mais um motivo para passear pela internet. Lá nas páginas da rede vai encontrar o trabalho de dois sergipanos de talentos incomensuráveis. Tanto Paulo Lobo como Luizão Donaltramp dão palhinhas pra gente na internet, cada um com trabalhos diferentes e divertidos.Além de músico consagrado, Paulinho Lobo é, agora, frasista de primeira qualidade. Veja só essa: ”Nenhuma mulher sentiu a minha dor, diz Pablo Vittar, após prender um ovo no zíper. Aí é ruim, visse?” Poucos conheciam esta face humorística de Paulinho Lobo. Mas, na internet ele vem bombando. . É dele, por exemplo, essa outra aqui: “Toffoli (que hoje deve passar por Aracaju, nesta sua trajetória pelo Nordeste brasileiro) acaba de despachar liminar proibindo os Estados Unidos de atacar o Irã, a pedido do Senador Randolfo Rodrigues”. Este mesmo que quis proibir o a baixa do DPVAT decretado pelo Presidente da República. Outra pérola de Paulinho Lobo: “O miliciano do Irã morreu, o preço do petróleo subiu. Se Zeca Pagodinho morrer, nós tamos f…”.Tem muito mais por lá,mas selecionamos esta última: “Mulher sapiens :Dilma critica Michele Bolsonaro: “Se ela está no Brasil deveria discursar em reais e não em libra”.

***

Já Luizão Donaltramp é um itabaiananse que sempre se apresentou no rádio, mas agora está disponível também nas redes. Ele criou um tipo arretado de bom: fala um português errado, bem nordestino mesmo e conta muitos causos curiosos e divertidos.Dizem que o Presiente Jair Bolsonaro é um fanzoca dele e o assiste, quando pode, através as redes sociais. Luizão só trata o seu homônimo americano de “galegão” e o governador daqui, Belivaldo Chagas, de ”galeguinho”. Sobram para os dois muitas histórias curiosas. Luizão Donaltramp é uma estrela em Itabaiana. Agora tá angariando fama no Estado todo.

Chega de obras, dr. Edvaldo Nogueira

Se alguém ainda tinha dúvidas da má administração dessas obras públicas, é porque não tem passado nas proximidades de onde a Prefeitura Municipal de Aracaju está fazendo obras. Na semana passada, era impossível andar nas proximidades da Avenida Anísio Azevedo, onde a Prefeitura derrubou dois pontilhões e está construindo outros novinhos em folha. Tudo muito bem planejado e melhor executado, exceto pela mobilidade urbana que é um palavrão que ninguém na Prefeitura deve conhecer. Sua Excelência, o senhor Prefeito, no afã de conquistar votos para a sua campanha à reeleição, pouco tá se lixando para os comerciantes que dispõem de casas comerciais nas proximidades e que estão há 60 dias sem movimentar seus negócios. O Prefeito Edvaldo Nogueira não liga a mínima para quem reclama do incômodo – que poderia ser superado – sempre dizendo que não tem outro jeito. Os comerciantes da Hermes Fontes e da Avenida Rio de Janeiro começam agora a ficar incomodados com estas obras do município. Deus permita que este senhor Edvaldo Nogueira, investido na qualidade de Prefeito de Aracaju, não resolva fazer mais obras em outros bairros. O bairro São José não aguenta mais o desconforto de fechamento de avenidas necessárias para o trânsito local. Ademais, o pontilhão construído na Avenida Anisio Azevedo no cruzamento com a Rua Guilhermino Rezende está numa altura desproposital. Se isso não for corrigido no momento do asfaltamento, o pontilhão novo vai causar problemas. Um outro problema esquecido pela Prefeitura. As ruas que foram reasfaltadas nesta leva, estão sem sinalização do tráfego. As ruas não foram pintadas ainda – e há casos graves, como a Avenida Ivo do Prado. Ali, muitos transeuntes já escaparam de ser atropelados justamente por que não há faixas de trânsito no asfalto novo. Custava mandar pintar logo esse negócio.?

Deus me livre de Edvaldo o Nogueira fazer mais obras…

Novo trabalho é sobre gráficas

A semana passada tive o imenso prazer de conhecer a professora de designer gráfico da UFS, Germana Gonçalves de Araújo. Casada com um funcionário da Petrobras que serve em Carmopoliis, mãe de três filhos (o mais velho faz o curso de Cinema na Universidade Federal de Sergipe), ela é paraibana de nascimento, mas há dez anos mora em Aracaju. A professora Germana me deu de presente, dois dos seus trabalhos impressos: “Bonita Maria do Capitão”, feito em parceria com a neta de Lampião, Vera Ferreira, e “Cândido de Faria”, um ensaio que resgata a memória de um gênio das artes gráficas –foi ele quem inventou o cartaz de cinema como o conhecemos hoje. Os franceses o reverenciam como um gênio pelos seus trabalhos inclusive na arte da caricatura. A professora Germana trabalha agora num novo livro, resgatando a memória da indústria gráfica em Sergipe. Para isso tem entrevistado os mais importantes profissionais de gráfica do Estado. ”Fiz uma ótima entrevista com o Sr. Stenio Andrade, da gráfica J.Andrade, que inclusive me mostrou raridades que sua empresa abriga”. O novo trabalho deve ficar pronto até o final do ano, incluindo redação, impressão e circulação”.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários