Hora do Planeta e Liga das Florestas

0
© Juan Carlos Del Olmo / WWF-Spain

Aracaju é uma das capitais brasileiras que participarão da Hora do Planeta 2012, que acontece no próximo sábado, 31. Além das cidades, muitas empresas, organizações, artistas, um astronauta e até a Organização das Nações Unidas (ONU) apoiam o movimento global em defesa do meio ambiente. O evento é uma iniciativa do WWF-Brasil para chamar a atenção das pessoas a respeito dos problemas ambientais.

Ao convidar a população a desligar as luzes por uma hora, a ONG pretende incentivar a conscientização sobre a importância da responsabilidade de cada cidadão em relação ao consumo sustentável e a preservação do meio ambiente.

ARACAJU – Em seu segundo ano de participação a cidade vai apagar as luzes, das 20h30 e 21h30 dos prédios públicos, relógio do Parque da Sementeira, Centro Administrativo da Prefeitura e Mirante da 13 de julho. Os aracajuanos estão sendo convidados a assistir ao ato simbólico no Mirante do Calçadão da 13 de Julho. Os que lá comparecerem assistirá a apresentação musical do Dj Pango e do Quinteto Sanfônico (composta só por sanfonas) a luz de velas.

A partir das 19h30 serão distribuídas camisas pretas e velas para os que comparecerem ao evento e pontualmente às 20h30 as luzes no local serão apagadas e assim permanecerão por 60 minutos. Os organizadores pedem que as pessoas usem uma roupa preta no evento, uma lâmpada gigante será colocada no local para ser apagada às 20h30, o Bar em frente ao Mirante, Chopp 13 fará o atendimento a clientela a luz de velas, além de outras surpresas.

ADESÃO LOCAL – Várias instituições públicas e privadas também já confirmaram adesão ao movimento ambiental a exemplo da Câmara Municipal de Aracaju, Pró Reitoria de Graduação da UFS, Unimed, Somese, IFS, Liberdade Fm, UFS Itabaiana, Colégio Jardins, Chop 13, Lions Clube Aracaju Jardins, Oceanário, Instituo de Oncologia San Giovanni, Lions Clube Aracaju Nova Geração, Casa do Artista, Velas Ávila. Quem também está engajado na campanha são os Shoppings Jardins e Riomar que apagarão as luzes da fachada dos centros de compras.

Hora do Planeta vista do espaço
A cada ano, a Hora do Planeta consegue alcançar um número maior de pessoas e fazer com que a mensagem da necessidade de cuidar da natureza seja reforçada. Em 2012, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon convidou as pessoas, organizações e empresas de todo o mundo a participarem do ato e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente aderiu ao movimento.

Pela primeira vez na história da Hora do Planeta, este ano o apagar das luzes em diversas regiões do mundo será registrado diretamente do espaço sideral.  O movimento irá alcançar a Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês), onde o astronauta e embaixador da Rede WWF, André Kuipers, irá vigiar nosso planeta no momento em que as luzes forem desligadas.
Com informações do WWF e Infonet

Liga das Florestas pelo Desmatamento Zero

O Greenpeace lança, com outras organizações, um projeto de lei popular pelo desmatamento zero de nossas matas. Entre na Liga das Florestas. Assine, compartilhe, ajude a salvar a flora e a fauna nacionais e participe da construção de um futuro verde para o Brasil. Juntos podemos levar para o Congresso uma lei popular pelo fim da destruição das florestas. Participe, pois

(1) Salvar as florestas é mais do que uma obrigação dos brasileiros – é um direito. Você pode escrever a história e conservar o patrimônio ambiental do país ao apoiar a proposta de lei popular do desmatamento zero, que visa a evitar grandes desmatamentos e o aumento das áreas degradadas.
(2) Uma lei popular precisa de 1,4 milhão de assinaturas de eleitores para ser aceita pelo Congresso. É o primeiro obstáculo de um tortuoso caminho político, que parece feito para evitar que a voz do povo chegue aos círculos do poder em Brasília. Mas nós do Greenpeace vemos obstáculos como incentivos, e convidamos você a fazer o mesmo.
(3) Você é a favor do desmatamento da Amazônia e das outras florestas brasileiras? Nem a gente. O Brasil já tem área desmatada suficiente para dobrar sua produção de alimentos; basta que o campo receba investimentos em eficiência na produção e recuperação de áreas desmatadas. É para isso que servirá a lei do desmatamento zero.
(4) Ajude a salvar as florestas do Brasil com o reforço dos seus amigos, e ainda entrar em uma competição emocionante para ganhar uma camiseta e kit com suvenirs do Greenpeace – é uma forma divertida de exercer a cidadania.

ASSINE A PETIÇÃO

<a href="/users/undefined"><img src="http://www.ligadasflorestas.org.br/assets/banners/250×250.jpg" /></a>
Fonte: Greenpeace

Novas boas notícias de SE

VI Olimpíada Ambiental
"Sergipe na Rio+20: Rumo ao Desenvolvimento Sustentável" é o tema do que pretende ser o maior evento de Educação Ambiental do Estado. A VI Olimpíada Ambiental, evento que reúne centenas de estudantes de escolas públicas e particulares de Sergipe, foi aberta ontem, 29, no Teatro Tobias Barreto.
Esse ano, a VI Olimpíada Ambiental de Sergipe estará focada na Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) que ocorrerá em junho deste ano, no Rio de Janeiro. A olimpíada é desenvolvida pela Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) como um projeto ambiental de cunho socioeducativo.
"O objetivo específico desse projeto que vem modificando mentes e corações de alunos é tornar cada vez mais ascendente o desejo dos envolvidos na grande maratona a aprender, conhecer, pesquisar, investigar e discutir as ações humanas de forma a contribuir  com  o processo da preservação e proteção ambiental a partir de uma nova concepção de atitudes", afirma o secretário da Semarh, Genival Nunes.

Decreto cria Semana da Árvore de Aracaju
A assinatura do decreto municipal ocorreu no último domingo e hoje, dia 30, acontece o encerramento das comemorações com a produção e distribuição de mudas de árvores no Parque da Sementeira, juntamente com o projeto "Amigos do Planeta Terra" da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb). A Semana contou com diversas atividades como plantio de diversas espécies de árvores com o apoio de ciclistas da capital, participação de alunos da rede escolar e universitários, além de um debate sobre a arborização que aconteceu no auditório da Aease.  Na primeira ação ciclistas da Ong Associação Ciclo Urbano plantaram mudas de árvores na ciclovia das avenidas Delmiro Gouveia e Desembargador Antônio Góes. Houve ainda a implantação do projeto "Árvores de Março", dos alunos da Unit com apoio da PMA no bairro 17 de março, e a implantação da Alameda dos Ipês – plantio de ipês na Zona de Expansão, envolvendo alunos da rede pública e particular.

Sesc lança Plano de Sustentabilidade Ambiental
O SESC lançou dia 27, no auditório do Quality Hotel, o Plano de Ação de Sustentabilidade que será implantado pela instituição nos centros de atividades e sede administrativa. O trabalho foi elaborado por técnicos de diversas áreas de atuação do SESC com o objetivo de promover um conjunto de ações planejadas e continuas, para a mitigação dos impactos relacionados às atividades da instituição, que possam representar riscos ao meio ambiente ou à sociedade. Segundo a diretora regional do SESC, Excelsa Machado, o plano de ação propõe e apóia a realização de atividades que induzam à prática intersetorial e colaborativa da sustentabilidade nas atividades. “É fundamental a implementação de ações que induzam as mudanças de posturas e procedimentos internos, preconizados pelo desenvolvimento economicamente viável, socialmente justo e ecologicamente correto”, ressaltou a diretora.

I Reunião de Educação Ambiental da Seed
A Secretaria de Estado da Educação (Seed) promoveu na manhã desta segunda-feira, 26, a primeira reunião de educação ambiental de 2012 . Participaram os coordenadores de educação ambiental das Diretorias Regionais do Estado e os membros da comissão organizadora estadual. Essa reunião é promovida pelo Núcleo de Educação da Diversidade e Cidadania (Nedic), por meio da Coordenação de Educação Ambiental, e tem como objetivo articular a comissão organizadora de Sergipe e os coordenadores de educação ambiental das DREs para mobilizar e sensibilizar quanto as ações da 4° Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, que nesta edição traz como temática: ‘Construindo Escolas Sustentáveis’. A reunião também definiu as datas para as Oficinas Regionais de Sensibilização. Participaram do encontro integrantes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Aracaju e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Nossa Senhora do Socorro.

Até próxima semana!
@ca_sant

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais