MUSIQUALIDADE

0

R E S E N H A     1

 

Cantor: OSWALDO MONTENEGRO

CD: “A PARTIR DE AGORA”

Gravadora: WEA

 

Os primeiros e melhores trabalhos da carreira do cantor e compositor Oswaldo Montenegro foram lançados pela gravadora WEA. Como se estivesse voltando ao começo, o artista (depois de perambular por várias outras gravadoras) retorna à multinacional para lançar o seu mais novo CD cujo título sintomaticamente parece querer dizer que está a se fechar um ciclo e a começar um novo: “A Partir de Agora”.

Inobstante ter feito sucesso ao participar de diversos festivais de música e de ter músicas incluídas em trilhas de novela, a verdade é que o artista sempre correu à margem do seleto clube que há muito ponteia a nossa MPB.

Durante anos, Oswaldo escreveu vários musicais e montou diversos grupos, percorrendo o Brasil de cabo a rabo (pouca gente sabe, mas chegou a fincar residência aqui em Aracaju). Com ele, no início de suas carreiras, esteve gente como Cássia Eller, Zélia Duncan e Danny Carlos. Auto-intitulado “menestrel”, sempre soube que destilava como poucos as canções que resvalam para os amores impossíveis.

Em seu novo trabalho, Oswaldo mostra que continua em plena forma. Vocalmente, permanece como um dos melhores cantores nacionais, com timbre claro e extensão rara. Como autor, pisa com vontade em terreno nordestino, o que já esboçara em seu álbum “Vida de Artista”, de 1984. Não é à toa que os dois convidados especiais do novo trabalho são Zé Ramalho e Alceu Valença. Com Ramalho, Oswaldo compôs o pseudodesafio “Do Muito e do Pouco”. Já Valença é homenageado duplamente: além de regravar “Cavalo de Pau”, Oswaldo compôs para ele o xote estilizado “Nem todo Alceu é Valença”.

No geral, as letras das canções apresentadas desta vez cresceram em tamanho e em profundidade. “Sexo” e “O Sexo dos Anjos” são dois exemplos disso. Além delas, entre os melhores momentos do álbum estão, como não poderia deixar de ser, baladas, tais como “Ruínas de Sol”, “O Azul e o Tempo” e “Poema Quebrado” (um mergulho interior composto em homenagem à atual companheira, a atriz Paloma Duarte).

Um trabalho bem legal, concebido com esmero e que merecia ser recebido com mais alegria pelo público e pela crítica! 

 

 

 

R E S E N H A     2

 

Cantor: OTTO

CD: “MTV APRESENTA OTTO – AO VIVO”

Gravadora: TRAMA

 

Lançado anteriormente somente no formato DVD, acaba de chegar às lojas, através da gravadora Trama, o CD correlato do pernambucano Otto, encampado pelo projeto “MTV Apresenta Ao Vivo”.

Bastante incensado em seu disco de estréia, Otto (que é casado com a atriz global Alessandra Negrini) chega a este trabalho após lançar três álbuns de estúdio que vieram mostrando a evolução musical do artista enquanto autor, muito embora a crítica os tenha recebido de forma inversa, cada vez com menos aplausos e elogios.

Otto tem uma voz pequena e pouco afinada e isso fica muito mais constatável em um trabalho ao vivo. Igualmente nítido mostra-se o gosto do artista por pegadas fortes e ritmos pulsantes. Os arranjos, em sua maioria, mostram um peso característico que é garantido por guitarras distorcidas e uma bateria que parece ter vida própria.

Otto, todavia, ainda não caiu definitivamente nas graças do público formador de opinião. A parte mais purista decerto sente dificuldade em identificar diferenças consistentes entre as canções que compõem a sua obra. Já os mais moderninhos vão precisar de um impulso externo (leia-se: mídia) para abraçar a música de alguém que começou cool, mas que hoje já compõe de maneira assimilável.

O fato é que canções bem legais (como, por exemplo, “Por que”, “Lavanda”, “Anjos do Asfalto”, “Ciranda de Maluco”, “Bob” e “Cuba”, esta com a participação de MV Bill) terminam sendo prejudicadas pelas limitações vocais do artista.

Assim, para tornar o seu trabalho atraente, é indiscutível que Otto terá que melhorar o seu canto. Ou – hipótese mais certeira – ver a sua obra revisitada por grandes intérpretes, o que terminaria por lançar novas tintas sobre o seu bom trabalho autoral.

 

 

N O V I D A D E S

 

·               Hoje e amanhã, às 20:30 horas, no Teatro Tobias Barreto, estará a acontecer nova edição do projeto MPB Petrobrás trazendo os talentos do maranhense Zeca Baleiro e do sergipano Henrique Teles, este à frente da banda Maria Scombona. Falando em Zeca, ele vem realizando regularmente, no BlenBlen (em São Paulo), o “Baile do Baleiro”, projeto que privilegia a diversidade musical. O artista se apresenta acompanhado por sua banda, interpretando canções de todas as épocas e recebendo convidados especiais, entre músicos, poetas, cantores e compositores, num clima de total informalidade.

 

·               O cantor e compositor Alex Sant”Anna já está em estúdio gravando o seu segundo CD, mas enquanto o novo projeto não fica pronto o irrequieto e talentoso artista vem realizando o show “Alex canta Tim Maia”. Quem quiser conferir, é só ir amanhã, dia 14, ao Tequila Café, a partir das 23 horas. Para ajudar a animar a festa também estarão presentes a banda Severina e o DJ Patrictor4.

 

·               Pela primeira vez, uma telenovela brasileira terá a trilha sonora somente composta por composições de Chico Buarque. A idéia é de Márcio Vip Antonucci, diretor musical da Record, que decidiu prestar uma homenagem ao compositor em ‘Vidas Opostas’, que estréia amanhã. Duas das canções (“Ode aos Ratos” e “‘Porque Era Ela, Porque Era Eu”), são cantadas pelo próprio Chico, mas as demais serão interpretadas por outros cantores em versões originais ou regravações.

 

·               Simone já está escolhendo as músicas que farão parte do repertório de seu próximo CD, cuja produção caberá ao experiente Moogie Canazio.

 

· Incansável, Maria Bethânia já estreou novo show no Tom Brasil, em São Paulo, condensando os repertórios dos dois novos CD’s (“Mar de Sophia” e “Pirata”) que estarão chegando às lojas esta semana. O espetáculo se denomina “Dentro do Mar Tem Rio” e mistura poesia com música, mostrando que a abelha-rainha continua, aos sessenta anos, em plena forma física e vocal.

 

·               O trabalho que marcou a estréia do compositor Théo de Barros no mercado fonográfico chega ao formato CD através da gravadora Eldorado. Lançado originalmente em 1979, “Primeiro Disco” é obra rara e de grande valor documental.

 

· Em comemoração aos vinte e seis anos de carreira, a cantora Leila Pinheiro realizou, semana passada, três shows inéditos, com repertórios distintos, no Teatro Rival (Rio de Janeiro), nos quais recebeu Flávio Venturini, Zélia Duncan e a conterrânea paraense Fafá de Belém como convidados especiais. As apresentações foram registradas e resultarão em um DVD dirigido por Roberto de Oliveira que chegará às lojas no próximo ano. Dentre as canções apresentadas merecem ser destacadas “Vai Saber” (de Marisa Monte e Adriana Calcanhotto), “Abismo” (de Jorge Vercilo e Ana Carolina) e “Ave Maria no Morro” (de Herivelto Martins). Ainda sobre Leila: a artista acabou de criar seu próprio selo, o Tacacá Music, pelo qual já gravou dois DVD’s, ainda inéditos: um é referente ao seu mais recente CD (o elogiado “Nos Horizontes do Mundo”) e o outro se trata de um trabalho desenvolvido em dueto com Roberto Menescal (o intimista “Agarradinhos”).

 

· Acaba de chegar às lojas o esperado novo álbum do cantor Toni Platão. Intitulado “Negro Amor”, o CD é um lançamento da gravadora Som Livre e traz um repertório bastante eclético, amarrado por interpretações personalíssimas do artista. Estão lá, por exemplo, “Movimento dos Barcos” (de Jards Macalé e Waly Salomão), “Mares da Espanha” (de Ângela Ro Ro) e “Impossível Acreditar que Perdi Você” (de Márcio Greyck).

 

·               A gravadora Biscoito Fino tenta a todo custo trazer para o seu cast a cantora Zizi Possi. Quiçá as negociações dêem certo porque os fãs de uma das maiores intérpretes da nossa MPB andam ávidos por um trabalho novo!

 

 

RUBENS LISBOA é compositor e cantor


Quaisquer críticas e/ou sugestões serão bem-vindas e poderão ser enviadas para o e-mail: rubens@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais