Ouro Preto (MG): Centro histórico pede passagem para o carnaval

0
Patrimônio arquitetônico impressionante, entrecortado por vales, boa gastronomia e festas de carnaval nesta temporada do ano

O carnaval multicultural na praça, os blocos carnavalescos nas ruas e os jovens nas festas das repúblicas fazem de Ouro Preto (MG) um atrativo perfeito para todos os gostos.

A histórica praça Tiradentes abre espaço para uma multidão, embalada ao som de bandas carnavalescas tradicionais ou alternativas. A cidade mostra a cada ano o porquê de atrair cada vez mais turistas no período do carnaval, não deixando de lado a boa música, a alegria, a gastronomia mineira e passeios interessantes.

 

Bela vista entre casarios partindo da praça Tiradentes. Ouro Preto impressiona pela conjunto arquitetônico e bons passeios

Quem imaginou quem Ouro Preto poderia fazer um dos carnavais mais animados e atraentes do país? Pois pode imaginar. A cidade mineira vem aliando uma boa Festança de Momo com ótimos locais de hospedagens, restaurantes, shows e passeios.

Ainda dar tempo de planejar qual roteiro do carnaval que quer fazer na cidade mineira. Ouro Preto possibilita a quem escolhe como destino, os belos casarios colôniais, as igrejas seculares, o complexo arquitetônico e a boa gastronomia mineira, mas também opções de passeios no seu entorno, restaurantes e shows públicos ou até mesmo que disponibiliza cair na folia momesma com um roteiro bem carnavalesco de festas em repúblicas e blocos.

Ruas de pedras e patrimônio

Para quem não quer gastar com hospedagem e quer ficar no meio da fuzarca, a dica são as repúblicas com estadia compartilhada e dentro da folia. Esse tipo de hospedagem deve ser planejado com antecedência, devido à concorrência de jovens que buscam se instalar dentro da folia. O turista que quer o tradicional conforto de um hotel ou históricas pousadas, Ouro Preto também proporciona e ainda dar tempo. É só escolher e vivenciar um carnaval cheio de alegria com ritmos que variam das tradicionais marchinhas ao funk, ou dos grandes shows de cantores que estão na grande mídia.

Igreja de São Francisco de Assis é uma das relíquias de Ouro Preto, em frente, uma feirinha de objetos de pedra sabão

A praça Tiradentes, patrimônio histórico localizado no centro da cidade, é o principal palco dos shows públicos. É nesse palco que a noite as principais atrações contratadas pela Prefeitura Municipal se revezam em uma verdadeira miscelânea musical. Mas em várias ruazinhas históricas da cidade há espaços alternativos ecoando samba, gafieira e vários ritmos num carnaval democrático onde pouco se ver violência. O tom da festa é mesmo se divertir até o dia amanhecer.

Nos casarões-repúblicas, a batida do funk e os demais ritmos dão um tom mais eclético. E quem quiser cair na folia das festas particulares das repúblicas poderá desembolsar cerca de e R$ 250  a R$400 por um único dia, a depender do que está incluído e da atração.

Carnaval na praça Tiradentes e o palco multicultural reúne muita gente a partir do final da tarde

Passeios fora do circuito –  A pedida é conhecer o patrimônio histórico da cidade. Ouro Preto é uma das mais importantes cidades históricas do período colonial brasileiro e resguarda um patrimônio invejável e harmonioso. Cidade universitária, jovens movimentam os antigos casarões, também proporcionando à cidade um bom custo/benefício em restaurantes e locais para comer com qualidade.

Pelas ruas de pedra da cidade histórica, blocos passam arrastando multidões

Fundada em 1711, Ouro Preto possui o maior acervo arquitetônico do país e foi a primeira cidade brasileira a ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, em 1980.

Passear por suas ruas seculares já é uma atração. Não deixe de conhecer suas igrejas, museus e casarões, a exemplo da igreja de São Francisco de Paula, as tradicionais igrejas de São Francisco e do Carmo, além da Nossa Senhora do Pilar, todas elas com um grande apelo turístico e detalhes do barro brasileiro de impressionar.

As repúblicas ganham o tom da alegria

O prédio do Museu da Inconfidência, localizado na praça Tiradentes, também é um belo exemplo da arquitetura colonial. E lá onde funcionou a antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, hoje dedicados à preservação da memória da Inconfidência Mineira. Foi criado em 1938 com peças recolhidas na região, tornando-se um dos mais importantes prédios do país e possui obras de Ataíde e Aleijadinho.

Ruas que também valem a pena um passeio

Caminhe pelas ruelas da cidade e observe o porquê de Ouro Preto ser um dos destinos mais procurados. Os casarões com sacadas em estilo colonial, as ruas de cobertas de pedras, os antiquários, as obras de Aleijadinho nas igrejas, as histórias contadas por seus moradores, a hospitalidade do povo mineiro, a tradicional ferinha de obras de arte em pedra sabão e, claro, a gastronomia tipicamente da região.

Ouro Preto pode ser uma agradável surpresa no carnaval. E fora do período Ouro Preto é uma atração imperdível. Que tal aliar a festança com bons passeios?

Dicas de Viagem

Feirinha de pedra sabão vale a pena a visita

Em época de carnaval os museus e principais igrejas abrem suas portas. Mas lembre-se que a procura pela cidade nesta temporada do ano aumenta a cada ano. Procure visitar em horários mais tranquilos para não enfrentar filas, a exemplo do início da manhã.

Repúblicas fazem a festa dos jovens e há blocos para todos os gostos

A tarde os blocos saem às ruas e muitos pontos turísticos fecham suas portas.Há festas mais tradicionais e fechadas em pequenas repúblicas e grands eventos já carimbados no carnaval de Ouro Preto, a exemplo do Bloco do Caixão, do Praia, da república da Bastilha, coma festa da Guilhotina, entre várias outras. Programe-se e compre o passaporte para a festa com antecedência. No dia o custo/ benefício não pode ser tão bom.

Vale a pena aliar a estadia em Ouro Preto e fazer o passeio de trem até Mariana. O passeio feito em um trem confortável da Vale parte da estação ferroviária, de sexta-feira a domingo e feriados nacionais, das 9h às 17h. O primeiro trem parte às 10h de Ouro Preto e às 13h de Mariana. Consulte o site oficial da empresa

Para quem gosta de obras de arte e quer conhecer um pouco mais sobre Aleijadinho, não deixe de fazer um bate e volta para conhecer o Santuário de Bom Jesus do Matosinhos, em Congonhas, 60km de Ouro Preto. Lembre-se que segunda-feira os principais museus e igrejas não abrem.

Não é recomendado fazer passeios bate e volta no período do carnaval para cidades que fiquem a mais de 100km de distância. O turista ficará mais tempo na estrada, dentro do transporte, do que no próprio destino.

Partindo de Aracaju, a Verdear Turismo levará um grupo de turistas para o carnaval em Belo Horizonte, com bate e volta a Ouro Preto. Se quiser saber mais, consulte através do (79)3303-6436, (79) 99902-9990 ou contato@verdearturismo.com.br

Gastroterapia

Comida mineira

A culinária das Minas Gerais é uma das mais representativas do país, desde o café da manhã tradicional com o pãozinho de queijo feitos artesanalmente aos biscoitos de nata e os salgadinhos, até o almoço com cardápio que varia do feijão tropeiro com torresmo,  acompanhado de carne de porco.

Pão mineiro presente no café da manhã

O tutu com lombo de porco, a costelinha de porco e o leitão à pururuca pode ser encontrado em vários restaurantes e são servidos com ovo. Há também alguns estabelecimentos mais populares servidos em “sistema de carnaval” e a preço popular para animar os foliões.

Cachaça apreciada sem moderação

A canjiquinha com carne (de boi ou porco), linguiça e couve, o frango ao molho pardo com angu de fubá, o frango com quiabo ensopado e arroz com pequi são mais degustados em restaurantes com sistema de self-service.

São famosos os doces mineiros, especialmente o doce de leite, a goiabada e a paçoca, acompanhados de queijo canastra e uma boa cachaça mineira.

Fotos: Silvio Oliveira

Curta nossas redes sociais:

Insta      Facebook Silvio Oliveira       Tô no Mundo

Comentários