Primeiros passos

0

Engana-se quem acredita que, por ser este um ano sem eleição, os políticos não pensam em campanha eleitoral. Enquanto uns preferem descansar fora do Estado, como fez o governador Marcelo Déda (PT), que foi comemorar o aniversário no Rio de Janeiro, outros não tiram os olhos dos eleitores. Sábado passado, por exemplo, o senador Eduardo Amorim (PSC) optou por acordar cedinho para visitar os mercados centrais de Aracaju. Acompanhado pelo deputado federal Laércio Oliveira (PSDB), o prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), e vários aliados, Amorim passou boa parte da manhã conversando com os feirantes. Entre um cafezinho e outro, ouviu reivindicações e distribuiu apertos de mão e tapinhas nas costas. Aliás, desde que ganhou a eleição, o senador tem reservado parte do seu tempo para visitar feiras livres e participar de eventos no interior, numa demonstração clara que já começou a dar os primeiros passos para a campanha municipal de 2012, naturalmente de olho em 2014, quando espera receber o apoio para uma possível candidatura ao governo estadual.

 

Nos trilhos

 

Para colocar o Tribunal de Contas do Estado nos trilhos constitucionais, a nova presidente da Corte, Isabel Nabuco, precisa reduzir o número de conselheiros de oito para sete. Caso não consiga, deve colocar Flávio Conceição para trabalhar a fim de fazer jus ao polpudo salário que o moço recebe. A sugestão foi dada pelo jornalista Ivan Valença em seu Colunão, publicado domingo no Jornal da Cidade. Segundo o escriba, se Isabel botar o conselheiro para trabalhar, será aplaudida de pé e mercará a sua passagem pela presidência do TCE.

 

Sem tsunami

 

Um gaiato dizia ontem que Aracaju está livre de ser atingida por uma tsunami. Tudo porque a velocidade da tsunami é de 800 quilômetros por hora, impraticável em Aracaju, onde radares e lombadas eletrônicas multam quem trafega acima dos 60 km/hora. Sendo assim, se a tsunami resolver passar por Aracaju, vai levar uma baita multa da SMTT e ainda corre o risco de ter a habilitação apreendida.

 

Serviços interessam

 

Representantes do Sebrae do Espírito Santo, Amazonas e Rio Grande do Sul e agentes financeiros desses Estados estarão reunidos nesta segunda-feira com a diretoria do Banco do Estado de Sergipe (Banese). O objetivo é conhecer a operacionalização das linhas de crédito ‘Credi Empreendedor Individual (EI)’ e ‘Credi Compras Governamentais banco sergipano’. O encontro será realizado às 15h, no Centro Administrativo do Banese, e também contará com a presença da diretoria do Sebrae Sergipe.

 

Encontro Abrasel

 

Aracaju foi escolhida para abrir o calendário nacional de eventos da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Será no próximo dia 29, com a realização do Encontro Abrasel Aracaju. O evento prosseguirá até o dia 31 deste mês, no Hotel Parque dos Coqueiros, e será um marco para o segmento de alimentação fora do lar. Visando aprimorar, discutir e encontrar soluções para os problemas locais e nacionais do setor, o encontro vai reunir mais de 500 empresários e profissionais do ramo de bares e restaurantes.

 

Tototó

 

E quem ainda não definiu como participar do ‘Aracaju de Tototó’, marcado para a próxima quinta-feira, aniversário de Aracaju, deve entrar em contato com o amigo “Barriga”. Na embarcação capitaneada por ele ainda existem vagas. “É só pagar pela camisa para ter acesso à canoa e direito a bebida, comida e se divertir com a animada banda que estará a bordo”, explica ele. O contato de “Barriga” é 9974-1811.

 

Pôr do Sol

 

Quem visita a Orla Pôr do Sol, ali no Mosqueiro, fica irritado com a pressa do dono do único bar e restaurante em fechar o estabelecimento. Antes das 20h, o homem já começa a recolher as cadeiras e mesas, indicando aos clientes que vai fechar. E não adianta o sujeito reclamar que está muito cedo, pois o sol acabou de se pôr. Será que a Prefeitura sabe disso?

 

Em festa

 

A cidade de Lagarto está em festa nesta segunda-feira. É que será inaugurado daqui a pouco o campus de Ciências da Saúde de Lagarto. A aula inaugural terá as participações do governador Marcelo Déda e do reitor Josué Modesto dos Passos Subrinho. No primeiro vestibular da unidade, realizado em dezembro, foram oferecidas 300 vagas, distribuídas nos cursos de Farmácia, Nutrição, Enfermagem, Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. O vestibular para o curso de Medicina acontecerá em dezembro deste ano.

 

Risco de vida

 

Alguém precisa tomar alguma providência antes que morra um jogador no Campeonato Sergipano de Juniores. É que a garotada está sendo colocada para jogar às 13h, quando ninguém suporta o calor nem à sombra. Este horário perverso foi definido para que os jogos do Campeonato Sergipano comecem às 15h. Aliás, os pais dos jovens atletas deveriam impedir que os filhos jogassem às 13h, pois se acontecer alguma coisa com eles, ninguém vai assumir a responsabilidade.

 

Do baú político

 

Fazer campanha eleitoral hoje em dia chega a ser até divertido. O candidato sai de Aracaju e numa tarde e noite visita cinco, seis municípios sergipanos graças aos possantes carros e às boas rodovias. No passado, a coisa era diferente. O ex-governador José Rollemberg Leite, já falecido, contava que quando disputou o governo do Estado em 1946 contra Luiz Garcia (UDN), comeu o pão que o diabo amassou. Entrevistado pelo jornalista Osmário Santos, ele revelou que o contato com o eleitor era muito difícil, pois os meios de comunicação eram poucos. “Só chegava-se aos municípios localizados às margens do rio São Francisco de canoa. Para ir ao sertão sergipano, era de jeep ou a cavalo. Nós passávamos dias e dias no interior pedindo votos”, contou José Leite, que venceu a eleição. Foi nesta campanha que a Igreja Católica resolveu apoiá-lo porque o Partido Comunista estava com Luiz Garcia, tendo obrigado os padres a ler na missa de domingo uma nota oficial da Cúria Metropolitana ameaçando de excomunhão os católicos que votassem no candidato da UDN. Udenista roxo, o padre de Laranjeiras, Filadelfo Jônatas de Oliveira, não deixou de seguir a orientação da Igreja, mas leu o manifesto em latim para ninguém entender nada.

 

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais