PROBLEMAS A RESOLVER

0

O hoje é conseqüência do ontem.

 

O que é o Brasil de hoje? Quais os problemas que ainda afligem o nosso país?

 

O Brasil, graças à política econômica que vem sendo adotada desde 1993, conseguiu construir a base de um desenvolvimento sustentável.

 

O fato mais importante desta situação é que o PT, enquanto oposição condenava o modelo econômico do governo anterior, quando se tornou governo nada mais fez do que manter a política econômica adotada pelo governo anterior.

 

Há, no entanto, problemas que precisam ser atacados imediatamente. Reformas política, tributária, previdenciária e trabalhista são problemas que impedem um crescimento maior do PIB.

 

Com os constantes casos de corrupção que vêem à tona, a Reforma Política é de prioridade total, para que o nosso país possa se livrar desses políticos corruptos, que fazem de seus mandatos um instrumento para enriquecimento ilícito e só assim criaríamos as condições necessárias para que tenhamos um Senado Federal, Câmaras de Deputados e de Vereadores voltados para o país.

 

O desemprego ainda é uma realidade. Anualmente chegam ao mercado de trabalho milhares e milhares de jovens à procura de empregos, mas apenas parte deles ingressa no mercado de trabalho com carteira assinada, outros vão para o mercado informal e outros continuam sem emprego.

 

Como essa massa de desempregados consegue viver? Não poderá ser violenta a reação dessa massa marginalizada? É justo o preço pago por esses marginalizados?

 

Outro problema é a concentração de renda, que impede à maioria dos brasileiros ter acesso a uma qualidade de vida melhor.

 

No que se refere à renda individual, a sua distribuição é tão irregular quanto o é entre as regiões.

 

Ainda no que se refere à renda individual, uma Reforma Tributária deveria reduzir os impostos indiretos, compensando com o aumento dos impostos diretos para a classe mais favorecida. Outro instrumento para melhorar as condições de vida da classe menos favorecida é criar mecanismos realistas que permitam o acesso dessa classe à educação, saúde, alimentação e moradia.

 

A diferença de renda entre as regiões sul, sudeste e as demais regiões do país ainda é alta. O governo, através do PAC, deveria incentivar investimentos nas regiões nordeste, norte e centro-oeste.

 

A participação da sociedade é importante para resolver estes problemas. É preciso que todo cidadão se convença de que sua conduta é importante para o desenvolvimento do país, pois este se consegue com o esforço de todos. É preciso que todos se engajem na luta para atingi-lo. Principalmente os que tenham maior grau de conhecimento. Estes, além de fazer, farão com que os outros aprendam e também tenham condições de fazer.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários