Próximas eleições movimentam classe política

0

A chegada ao calendário do ano de 2020, ouriçou partidos e pretensos candidatos nas próximas eleições, em todos os 75 municípios sergipanos. Sinal que as eleições para Prefeitos municipais e vereadores vão ser disputadíssimas. Em Aracaju, que é a base eleitoral mais importante do Estado, ainda não se tem notícias de candidaturas lançadas, apenas nomes de pretensos candidatos, que trabalham no sentido de buscar apoios neste ou naquele partido. São Cristóvão, Estância, Propriá, Nossa Senhora do Socorro, Boquim, entre tantos e tantos outros municípios já há especulação em torno de muitos nomes. Resta saber se estes nomes suportarão a corrida eleitoral até outubro próximo. Em Aracaju todos os partidos trabalham com a hipótese do atual Prefeito, Edvaldo Nogueira, ser candidato à reeleição. No tabuleiro de xadrez que é a política, Edvaldo trabalha com essa hipótese realizando obras que vão se concluir quando as eleições já estiverem bem vizinhas. Ele não estimula tais especulações, mas também não as desestimula. Ele, naturalmente trabalha para conseguir mais apoios de partidos, já não contando talvez com o PT, já que o Partido dos Trabalhadores sonha com candidatura própria. Para desanuviar o ambiente, o Partido marcou um encontro amplo no próximo dia dez, justamente para discutir se vai às eleições de Prefeito sozinho ou se volta a apoiar Edvaldo Nogueira, integrando sua chapa como vice-prefeito. Outro boato que corre na cidade é que se o PT decidir sair sozinho, o candidato será uma surpresa. No caso, d. Lurian Lula da Silva, a filha de Lula, que viria a morar em Aracaju visando esta candidatura. O seu mentor é o Senador Rogério Carvalho que não tem conversado, nem com amigos, a esse respeito. Claro que o ex-presidente Lula da Silva, ora amargando vaias por onde passa, tem o maior interesse nessa candidatura. E tem estimulado o Senador sergipano a continuar as articulações em torno dela. Se a operação Lurian falhar, o candidato do PT seria um petista das antigas,no caso, Márcio Macedo, que contará também com o apoio de Lula da Silva.

Os novos candidatos

As especulações em torno de candidatos a Prefeito são muitas, evidentemente. E chegando mais. Na semana que passou soube-se que o ex-Prefeito José Almeida Lima, primo do ex-governador Jackson Barreto Lima, e que já foi Prefeito, é novamente candidato à municipalidade. Concedeu longa entrevista a um jornal local, ocasião em que disse estar preparando um projeto de governo, ”renovador e revolucionário”, até porque considera as obras do atual Prefeito, Edvaldo Nogueira, muito fracas, frágeis em outras palavras. Se eleito promete fazer uma administração voltada para o povo. A semana que passou surgiu um outro nome, o da delegada Daniele Garcia, que seria apoiada pelo Senador Alessandro Vieira, de quem foi colega na época em que ele era Delegado. Os mentores desta candidatura sonham em repetir, nas urnas, a reforma do ex-delegado Alessandro que ganhou as eleições com uma montanha de votos. Como Daniele é uma figura simpática e agradável, embora sem nenhuma experiência política e administrativa, o que se fala é que ela tem muito que aprender.

Outros nomes no páreo

As especulações em torno de possíveis candidaturas giram em torno de outros nomes bem conhecidos na sociedade sergipana. Por exemplo, o ex-deputado federal Valadares Filho, filho naturalmente do ex-governador Antônio Carlos Valadares, também sonha com a candidatura e nem liga para os que dizem que ele “é ruim de urna”, lembrando da derrota das duas últimas eleições. O advogado e ex-Presidente da OAB, Henry Clay Andrade, é outro que sonha com uma pretensa candidatura a Prefeito, assim como a vereadora Emília Correia que acha que é preciso nomes fortes em seu entorno. Até agora porém não revelou quem a apoia.

A vida volta ao normal hoje

Hoje, seis de janeiro, é praticamente o primeiro dia útil de 2020. As atividades voltam ao normal no correr do dia de hoje, exceto para os órgãos, como a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça, que ainda gozam do respectivo recesso.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários