Rogério no vinagre

0

Rogério no vinagre

Os últimos lances no tabuleiro político deixam transparecer que colocaram no vinagre o pré-candidato a prefeito, deputado federal Rogério Carvalho (PT). Escolhido através de prévia como o melhor nome do partido para disputar a Prefeitura de Aracaju, o petista não tem conseguido agregar em torno de si as principais lideranças governistas, ao tempo em que encontra forte reação dentro do próprio PT e é fustigado por criticas diária da oposição. Enquanto isso, o também pré-candidato Valadares Filho (PSB) recebe tapinhas nas costas, se reúne com líderes partidários e é visto por alguns aliados como um nome leve e capaz de unir os governistas em torno de uma candidatura única. Não fosse isso, o PSB ainda tem a oferecer o apoio à candidatura de Jackson Barreto (PMDB) ao governo em 2014, pois o senador Antônio Carlos Valadares, satisfeito com o apoio dado agora ao filho, abriria mão da disputa estadual.

Lançamentos

Reunidos ontem à tarde, João Alves Filho e Augusto Bezerra acertaram que suas candidaturas a prefeito de Aracaju e Socorro serão lançadas em maio próximo. Da reunião também participou o tucano José Carlos Machado. A data do lançamento será marcada posteriormente. Hoje, os demistas se reúnem novamente para tratar sobre as ações que antecederão os lançamentos das duas candidaturas.

Maionese

E quem anda viajando na maionese é o deputado federal e pré-candidato a prefeito de Aracaju, Almeida Lima (PPS). No afã de impedir um possível apoio dos irmãos Amorim (PSC) ao ex-governador João Alves Filho (DEM), Almeidinha anda espalhando que o vice-governador Jackson Barreto (PMDB) possa apoiar o demista agora em 2012 para ter o apoio deste em 2014. É, quem tem boca diz o que quer!

Inferno bancário

Tem alguma coisa para resolver nos bancos nos próximos dias? Pois não deixe para a próxima segunda-feira. É que no dia 30 as agências vão ficar apinhadas de gente querendo pagar impostos, contas diversas, sacar dinheiro e outras ‘cositas más’, já que na terça-feira (1º), é feriado em homenagem ao trabalhador.

Preconceito

Um absurdo preconceito foi exposto pela empresa que elaborou as provas para o concurso visando preencher vagas de assistente social na Prefeitura de Aquidabã. Em um dos quesitos da prova está escrito que “Mulher dirigindo é a coisa mais displicente do mundo. Mais displicente do que ela só mesmo o examinador que lhe deu a carteira de motorista”. Por causa disso, algumas candidatadas prometem pedir na Justiça a anulação do concurso.

Modernização

Chegaram ontem na Assembleia cinco projetos de lei do Executivo que visam modernizar a estrutura da Segurança Pública em Sergipe. Além das Leis de Organização Básica da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, as proposituras tratam ainda da alteração de disposições do estatuto da PM, da criação da Corregedoria Geral Unificada, do Código Disciplinar da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Mais gente

O governador Marcelo Déda (PT) informou que já estão adiantados os estudos visando aumentar o atual efetivo da Polícia Militar. Segundo ele, a ideia é que até 2014 sejam contratados cerca de 1,2 mil homens para a corporação. A partir de então, o governador começará a discutir sobre a carga horária do policial militar.

Greve continua

Os professores da rede estadual decidiram ontem continuar de braços cruzados em protesto porque o governo não repassou para toda a categoria o índice de reajuste do piso salarial. Hoje, os grevistas voltam a ocupar as galerias da Assembleia visando pedir o apoio dos deputados à sua luta. A greve, que entra hoje no 10º dia, deixou sem aulas cerca de 200 mil estudantes da rede pública.

Dia de sorte

Está cansado da ‘pindaíba’ em que vive? Pois hoje pode ser seu dia de sorte. Para ficar rico de uma hora pra outra basta fazer um joguinho da Mega-Sena, que vai pagar R$ 4,5 milhões a quem acertar as seis dezenas sorteadas. Caso você acerte na Mega, o que é muito provável, poderá ser aposentar com uma renda de mais de R$ 25 mil por mês. A bolada é suficiente, ainda, para comprar 22 imóveis, 180 carros populares ou 900 motos de 125 cilindradas. Mas moto é perigosa, pois você pode se acidentar e morrer.

Do baú político

O biênio 1964/1966 foi, digamos assim, fúnebre para a política sergipana. “Grandes lideranças morreram, causando uma desarrumação no quadro partidário, já seriamente afetado pelas cassações e prisões patrocinadas pelo golpe militar”. É o que escreve o professor Ibarê Dantas em seu livro ‘A Tutela Militar em Sergipe – 1964/1984’. Ele prossegue: “O deputado federal Euvaldo Diniz (UDN) desapareceu em setembro de 1964 em desastre de avião. Em dezembro de 64 morreu, de mal com diagnóstico incerto, o senador Francisco Leite Neto, líder máximo do PSD desde os anos quarenta. Em janeiro de 1966, de câncer, foi-se o deputado federal Francisco de Araújo Macedo, chefe do PTB desde sua criação. Isso sem contar o passamento de outras figuras menores como os deputados estaduais falecidos também em 1966: Pedro Valadares e Francisco Sales Sobral”. Vale lembrar que todas essas mortes ocorreram pouco tempo após o deputado federal Euclides Paes Mendonça e seu filho, deputado estadual Antônio Paes Mendonça, terem sido assassinados pela força policial em 1963.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais