Semana decisiva para a eleição na Alese

0

De hoje a oito dias, tem lugar a posse dos deputados para a 19ª Legislatura. Pelos próximos quatro anos vai se conviver com estes parlamentares que assumem na próxima sexta-feira. Depois que acontecer a sessão de posse dos senhores deputados, vai se realizar a eleição para a Mesa Diretora. Uma eleição que ainda não está definida mas está cheia de boatos. Quem for visitar algum parlamentar no prédio da Assembleia vai se ver às voltas com uma boataria que não tem mais tamanho. Tudo isso porque ainda não está garantida a participação do deputado Luciano Bispo neste pleito. Se dependesse dos servidores da Assembleia não só ele participava como seria o próximo presidente. Mas, tudo depende ainda do Supremo Tribunal Federal liberá-lo para que possa assumir o novo mandato de deputado para o qual foi eleito com quase 40 mil votos. Os boatos dão conta de que há muitos outros deputados tentando disputar uma vaga na Mesa Diretora. Diz-se, por exemplo, que a deputada Goretti Reis seria um desses parlamentares com vontade imensa de chegar junto à Mesa, de preferência como Presidente. Se depender da vontade do Governador Belivaldo Chagas o Presidente da Casa será de novo Luciano Bispo. Se ele não puder ele terá que concentrar sua preferência em torno de Jefferson Andrade e Garibaldi Mendonça. Como a eleição é na sexta-feira à tarde, como já noticiamos, os preparativos para a eleição vão se aprofundar durante o correr da próxima semana. Os convites já foram distribuídos mas não deixam de chegar novos pedidos de quem não foi contemplado na primeira leva de distribuição. Não dá para receber todo mundo no plenário da Casa. Vai ser um aperta de cá, aperta de lá para que seja possível abraçar a todos. Faltam poucos dias, portanto, vá atrás do seu convite. Sem ele, você não entra de hipótese nenhuma.

Mais uma vez, a avenida cede

Um trecho da Avenida Anísio Azevedo, no bairro São José, está novamente em obras, depois de, no início desta semana, mais uma vez o asfalto ter dado lugar a um enorme buraco. Esta é a terceira ou quarta vez nos últimos anos que este incidente ocorre. Talvez seja porque é resultado de uma obra feita às pressas, um dos lados da Avenida, justamente o que dá o encontro com a rua Guilhermino Rezende, cede abrindo uma cratera que impede a passagem dos veículos. A sorte, pelo menos até agora, é que o buraco só aparece durante a madrugada, quando o trânsito é quase nulo. Fosse durante o dia e estaríamos lamentando mais uma tragédia…

Custo da Construção Civil

O custo da construção civil, medido por metro quadrado em Sergipe, custou no mês de dezembro 0,4% a mais quando comparado como o mês imediatamente anterior, no caso, novembro de 2018. Em termos absolutos, o valor do custo médio por metro quadrado, ficou em R$ 969,37. Na comparação com o mês de novembro de 2017, o custo registrado assinalou avanço de 3,7%. Nos doze meses de 2018, o custo médio acumulado teve elevação de 3,7%, em relação ao mesmo intervalo de 2017. Analisando os custos da construção separadamente, verificou-se que do alor total, a fatia de 55%, ou R$ 531,22, correspondeu ao custo com material enquanto que os 45% restantes, ou R$ 438,15 referiu-se ao valor da mão de obra empregada. Em termos relativos, o custo com material, obteve acréscimo da 0,7% na comparação com o mês imediatamente anterior. Por sua vez, quando comparado com o mesmo mês do ano de 2017, a alta foi maior, de 4,7%. Quando ao custo com a mão de obra, verificou-se decréscimo de 0,1%, em relação ao mês de novembro de 2018. Quando comparado com dezembro de 2017, observou-se elevação de 2,6%.

Feira de Trocas do Instituto Canto Vivo

O Instituto Canto Vivo vai promover a primeira Feira de Trocas deste ano, no próximo dia 3 de fevereiro. Na ação, cinco peças de roupas, calçados, objetos de decoração, livros, entre outros, valem uma muda de planta. O evento ocorre das 14 às 17h no Calçadão da Praia 13 de Julho. As peças farão parte de bazares e feiras, que têm como objetivo angariar recursos para a ONG. A ação é uma ótima oportunidade para você desentulhar aquele item em bom estado de conservação e ainda ajudar o meio-ambiente.

Belivaldo visita o Hospital Cirurgia

O Governador Belivaldo Chagas tomou uma folga das atividades do seu gabinete, ontem pela manhã, e foi fazer uma visita ao Hospital de Cirurgia, no bairro do mesmo nome. Percorreu várias alas do Hospital inclusive cumprimentando pacientes nos locais de internação. Mas, ao que nos consta não anunciou nada para melhorar as atividades do Hospital.

Ato em defesa da Fafen

O Sindipetro AL/SE convoca para a próxima segunda-feira, 28 de janeiro, a reunião de um Fórum em Defesa da Fafen-SE, às 18h, na sede do Sindicato, a rua de Siriri, 629, às 18h. No dia 30, a partir das 6 horas da manhã, será realizado um ato na porta da fábrica, no povoado de Pedra Branca, município de Laranjeiras. A ideia é unir forças para impedir a hibernação da Fábrica de Fertilizando Nitrogenados da Petrobras que está marcada para o dia 31 deste mês. “Nem aceitamos hibernação, nem privatização”, afirma Edvaldo Leandro, diretor do Sindipetro AL/SE. “Essa fábrica é um patrimônio do povo brasileiro. Além da geração de emprego e renda, trata-se da defesa da nossa soberania e segurança alimentar.”, diz ele. A Fafen da Bahia, que já foi parada no dia 4 deste mês, junto com a de Sergipe, têm potencial para empregar mil e quinhentos trabalhadores e são gerados mais de 500 empregos indiretos na cadeia produtiva dessa indústria”. O Presidente do Sindicato garante que o governo federal utiliza vários artifícios que inviabilizam a Fafen. Por exemplo, a dolarização do preço da amônia e ureia, que prejudicou e afastou os os compradores locais. Isso acarretou na paralisação da fábrica por excesso de estoque. Outro exemplo é o impedimento da Petrobras fornecer seu próprio gás à Fafen, o que reduziria muito os custos. A água bruta que é cobrada como se fosse água tratada pela Deso, também aumenta muito o custo.

Rotary recebe comitiva francesa na 2ª feira

O Rotary Club de Aracaju-Norte recebe em seu almoço da segunda-feira próxima, um grupo de franceses que faz visita de cortesia aos rotarys-clubes do Nordeste. De Aracaju seguem para Maceió, com a missão de promover os poucos Rotary locais, com vistas a aumentar o número de associados.

Comentários