Temer pretende fazer mudanças políticas

0

Agora que virou Presidente efetivo, o sr. Michel Temer – quando voltar de seu giro pelo Exterior – deverá promover mudanças em vários setores do governo. Especula-se, por exemplo, que ele fará mudanças na sua liderança tanto na Câmara quanto no Senado. Na Câmara é que a mudança parece mais urgente, pois o seu líder por lá, deputado André Moura, além de inexpressivo como parlamentar, ele teria sido uma indicação do deputado Eduardo Cunha, o presidente da Câmara que está próximo de perder o mandato. Se perder a liderança do governo, como é que André Moura vai cumprir o seu grito de arrogância de construir 4 mil casas dentro do programa de casas populares, no município de Japaratuba?

O artigo não é de Joaquim Barbosa

Amigo é para essas coisas. Além de ler as colunas do escriba, apontar os erros porventura cometidos ou os escorregos em nome da urgência da informação. O meu amigo Carlos Nascimento, meu companheiro na antiga Emsetur, quando profissionalmente passei por lá, depois da publicação do último Colunão, mandou um e-mail ao escriba nos seguintes termos:

“Ivan, você caiu em uma pegadinha da internet. O texto que você publicou como de Joaquim Barbosa não é dele, assim como há vários atribuídos a Drumond, Prof. Pasquale, etc. Não só a linguagem não é de Joaquim Barbosa como a própria afirmação no início dizendo que nunca votou no PT. Várias vezes ele afirmou que votou em Lula e Dilma, como se pode ver em entrevista à Folha de São Paulo. Ademais a imprensa tem sempre repercutido as declarações de Joaquim e este texto não apareceu em nenhum jornalão. Por outro lado, em sua conta no twitter o ex-ministro se posicionou veementemente contra o processo de impeachment, chamando-o de “impeachment tabajara”. Reproduzo as últimas mensagens dele no twitter (que foram repercutridas) e você claramente verá que o texto que você publicou não é a posição dele, muito pelo contrário”.

Rodada de Negócios Foi um Sucesso

A Rodada de Negócios Multissetorial de Sergipe, realizada no Quality Hotel, foi um sucesso com 89 empresas ofertantes inscritas, superando as expectativas da organização. Os participantes tiverm oportunidade de sentar à mesa de negociações com representantes de doze empreendimentos âncoras, interessados em ampliar o leque de fornecedores de bens e serviços. O evento foi uma iniciativa do SEBRAE em parceria com a  Associação Comercial e Empresarial de Sergipe. Na verdade aconteceram 3 rodadas dentro de uma única rodada. A primeira  foi entre as empresas ofertantes e ancoras, a segunda foi direcionada para os encontros que acontecem entre os empreendimentos ofertantes e a terceira foi entre as grandes empresas ancoras. Todos tiveram oportunidade e realizar negócios pois as empresas já sinalizaram quais eram suas necessidades e interesse. Segundo Emanoel Sobral, a quantidade de reuniões foi significativa, com 760 encontros de negócios. “Esse período econômico delicado é ideal para utilizamos ferramentas de prospecção de mercado como uma Rodada de Negócio, pois quem participa está bastante interessado em firmar novas parcerias comerciais. O cenário é igual para todos, que estão interessados no reaquecimento econômico de Sergipe e do Brasil”, acredita.

Consumo de gás foi maior em junho

O Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe, revela que, no mês de junho de ano, houve um consumo de gás em torno de 282,6 mil metros cúbicos. O consumo foi 3% maior que o consumo do mês anterior, mais. Na comparação anual, em relação ao mesmo mês do ano passado o consumo apresentou redupão de 1,1%. O consumo médio das indústrias sergipana foi de 184,1 mil metros cúbicos por dia, maior 4% na comparação mensal (maio/2016)  e 0,7 maior no comparativo anual (junho/2015). O Presidente Executivo da Abegás, Augusto Salomon, afirma que este crescimento do consumo de gás na indústria “é um indicador de quanto o gás natural pode ser um induto do desenvolvimento industrial do País e contribuir para a retomada da economia brasileira”

O consumo nas indústrias continua tendo a maior participação (65,2%), sendo seguido pelo consumo automotivo através de postos com 31,4%.  Em conjunto estes segmentos responderam por 96,7% do total de gás consumido em Sergoié

Campanhas já sentem falta de dinheiro

O dinheiro começa a faltar em todas as campanhas políticas. Não se salva nem a do Prefeito João Alves Filho que sempre foi prestigiado neste item arrecadação. A coisa anda tão fraca que o TSE já está permitindo contribuições em forma de doação através de cartão de crédito. O ex-deputado Zé Franco, para se sobrepor à crise de grana, tem feito passeatas quase todos os dias pelos muitos povoados de Nossa Sra. Do Socorro. Põe um chapéu de pano na cabeça, para evitar o sol, e vai a luta. O Prefeito João Alves tem feito também muitas carreatas. Carrega sempre ao seu lado, o candidato a vice, o atual vereador Jailton Santana que também faz as vezes de mestre de cerimônia.

              … e para encerrar…

Título – A Assembleia Legislativa faz sessão especial, hoje, a partir das 17h, par a entrega do titulo de Cidadão Sergipano ao professor Paulo Freire. A viúva do grande mestre pernambucano receberá o título in memorian.

              ***

Motim – Os Policiais que não comparecem ao desfile de 7 de setembro deverão sofrer represália do Governo, que pretende tratar a afronta como motim…

             ***

Liderança –  O filho do deputado federal João Daniel, do PT, foi quem liderou a manifestação contra o Senador Eduardo Amorim e o deputado federal Jony Marcos, no aeroporto de Aracaju, em dias da semana que passou.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários