Todos podem ser processados, menos a TV Sergipe?/

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

E tem gente que acha que o que vale para alguns não pode valer para quem é mais forte. Para ser mais claro: Jornais, rádios e sites estão recebendo dezenas de ações neste período eleitoral. Só porque a TV Sergipe recebeu uma ação algumas viúvas levantaram suas vozes.

E um detalhe: não é censura prévia, motivo que o blog discorda. No caso da TV Sergipe foi por conta do jornalista Ricardo Marques ter afirmado que Jackson Barreto é ficha suja. Se o blog afirma que Amorim e Jackson são  fichas sujas assume o ônus. Ou não? E se processado, provarei.

Na entrevista na TV Sergipe (pode rever na Internet) foi afirmado que Jackson Barreto é ficha suja. Todos sabem que os processos dele na intervenção, uns foram ganhos outros prescreveram. E naquele período não tinha a lei da ficha limpa. Tanto é que as candidaturas dele a vice, em 2010, e ao governo, agora em 2014, foram deferidas sem problemas.

O problema é que tem algumas viúvas que acham que a imprensa tem que ser dividida nas que fazem o que elas querem e nas que não prestam porque discordam das suas opiniões.

No caso da TV Sergipe um detalhe faz muita diferença: é uma concessão pública. E deve sim, assumir o ônus da prova.

ClickSergipe e Jornal do Dia ganham ações
Os juízes eleitorais estão mostrando que tem compromisso com a liberdade de imprensa e contra a censura prévia quando analisam os méritos das representações. Além do ClickSergipe, o Jornal do Dia também teve duas decisões favoráveis da Justiça Eleitoral contra representações dos irmãos  Amorim.

Correio de Sergipe não divulga pesquisa registrada p/ ser divulgada hoje,25. 
A empresa Andrea P.P. Guimarães foi contratada pela Indústria Gráfica Tribuna de Aracaju Ltda (Correio de Sergipe) para realizar uma pesquisa eleitoral (governo e senado), no valor de R$ 10 mil, no período de 15 a 22 de agosto, com mil eleitores, cuja divulgação no registro do TSE é para hoje, 25. Como o jornal de ontem, 24 é o mesmo de hoje, 25, algo aconteceu. Com a palavra os responsáveis pela pesquisa e a própria Justiça Eleitoral.

Senado: A noiva não presta porque não se casou comigo. Incoerência PT Sergipe
O blog mostrará que as criticas que o PT vem fazendo hoje a senadora Maria do Carmo são incoerentes. O próprio Rogério Carvalho prestou juras de amor ao DEM e era favorável ao acordo, inclusive o PT colocou como opção o nome dele para vice. Ou seja, a noiva não presta porque não se casou com ele.

Marina virá a Sergipe.Senador Valadares acerta detalhes agenda
O senador Valadares (PSB) conversou ontem com Luíza Erundina, uma das coordenadoras da campanha de Marinha Silva. O senador deu sugestão para a agenda da candidata Marina Silva e o candidato a vice, Beto Alburquerque a Sergipe.

Justiça eleitoral de olho em alimentação
O blog recebeu e-mail que dois candidatos ao governo na primeira prestação de contas informaram bem menos os gastos com alimentação do que na verdade vêm pagando. Somente no pessoal de cada marketing e produção têm mais de cem pessoas. A Justiça eleitoral vai verificar “in loco” a denúncia.

Jornal da Cidade: Macambira cobra atitude de Arquidiocese
O título acima é da matéria principal das página 05 do caderno municípios do JC deste fim de semana. “Padre Américo, responsável pela paróquia da cidade, continua humilhando e perseguindo fiéis”, é o subtítulo da matéria que mostra as declarações polêmicas e os casos envolvendo o padre que é protegido do arcebispo Dom Lessa.

Na PMA, tem gente que não “desencarnou” do cargo
Na Prefeitura de Aracaju, virou motivo de piada entre os secretários o ex-auxiliar do primeiro escalão, que perdeu o cargo, o novo já assumiu, mas o exonerado não desencarnou do cargo. Até a chave do gabinete levou para a casa. Algo constrangedor. O novo titular, como é educado, faz o trabalho numa sala ao lado.

Da pena, sua Dosimetria e Execução”
Hoje, 25, às 19hs, na Livraria Escariz da Avenida Jorge Amado, o Promotor de Justiça Sandro Luiz da Costa estará lançando a nova edição revisada, atualizada e ampliada, de seu livro de Direito Penal. A obra intitulada “ Da Pena, sua Dosimetria e Execução” será distribuída a nível nacional, pela Editora Juruá.

Pena e da sentença penal
De acordo com o autor, trata-se de um livro de teoria e prática da pena e de sentença penal, abordando ainda a prescrição. Além disso, a nova edição conta agora com questões de concursos abordando o assunto apresentado, atualização jurisprudencial e legislativa. “É um livro versátil, que pode ser utilizado no curso de Direito (Teoria da Pena, Direito Penal II, Prática Penal, etc), muito útil para quem estuda para concursos e, ainda, para o operador do Direito na área Penal”, informou Dr. Sandro.

Junção
A obra é resultado da junção da experiência do autor no ensino da disciplina de prática de sentença penal para concursos da magistratura, e sua cátedra na disciplina de Direito Penal em cursos de Direito. Além disso, consolida entendimentos jurisprudenciais atuais, dos tribunais superiores, com respeitada doutrina e expostos de forma prática e bem sucedida, resultando na aprovação de dezenas de alunos em concursos para a magistratura federal e estadual.

Conteúdo
Ao consultar o livro é possível aprender a teoria da pena e os entendimentos jurisprudenciais consagrados, e praticar exercícios modulares e estudos de casos, tendo, ao final do curso, uma visão geral e sistêmica da cominação, aplicação e execução da pena no Brasil.

Critérios legais
Embora não olvide seu caráter crítico, o livro tem a proposta de trazer o máximo de critérios legais, doutrinários e jurisprudenciais que permitam ao leitor ter a maior gama possível de conhecimentos para a determinação da pena e da prescrição.

Apoio
O autor agradeceu o apoio da Livraria Escariz que, em sua experiência pessoal, tem sido a única empresa do ramo a dar apoio a autores sergipanos. “A Livraria Escariz merece os elogios, pois muito faz pela cultura do nosso Estado”, agradeceu o autor.

Micarana
Esta semana de 27 e 28 de agosto, Itabaiana viverá o clima da Micarana 2014. Grandes atrações estarão se apresentando no Micarana Open Fest na Praça de Eventos Etelvino Mendonça. A abertura do evento ocorre na quarta-feira, dia 27 de agosto, a partir das 22 horas com Bell Marques, Oito7Nove4, É o Tchan e Julinho Porradão. No dia 28, a partir das 16 horas se apresenta Tomate, Harmonia do Samba, Valneijós e Atitude.

Micarana II
Segundo o diretor de Eventos da Prefeitura de Itabaiana, Alessandro Magno (Alex de Geoba), a estrutura da festa será semelhante à festa dos caminhoneiros, exceto o camarote e a programação é aberta ao público.O evento coincide com a data de aniversário de Itabaiana, que acontece no dia 28 de agosto.

Sindiscose Obtém Confirmação De Audiência Pública No Senado Federal
O Sindicato dos Servidores em Conselhos e Ordens de Fiscalização Profissional e Entidades Coligadas e Afins de Sergipe (SINDISCOSE) recebeu a confirmação da realização de audiência pública pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal.

Mecanismos
Agendada para ocorrer no dia 03 de setembro de 2014 (quarta-feira), às 09h, em Brasília/DF, a audiência debaterá os mecanismos para a transposição dos trabalhadores dos conselhos de fiscalização profissional para o Regime Jurídico Único dos Servidores do Poder Executivo Federal.

Luta
A audiência pública é mais um resultado da luta dos trabalhadores dos conselhos profissionais pelo enquadramento à Lei Federal nº 8.112/90. Em Sergipe, através da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, presidida pela Deputada Estadual Ana Lúcia, foi realizada audiência no dia 21 de março de 2014. Um dos encaminhamentos do encontro foi a viabilização de uma audiência pública no Congresso Nacional.

Pedido
No dia 11 de abril de 2014, o presidente do SINDISCOSE, Jefferson Santos, entregou a Senadora Ana Rita (PT/ES) o pedido de audiência pública na CDH do Senado. Com a confirmação obtida, o SINDISCOSE e os demais sindicatos da categoria em todo o país estão mobilizando os trabalhadores para seguirem rumo à Brasília no dia 03 de setembro.

Medida STF
Com a realização da audiência no Senado Federal, a categoria espera que novos encaminhamentos sejam dados e que a medida cautelar emitida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), através da ADIN 2135, seja efetivamente cumprida pelos conselhos de fiscalização em todo o Brasil.

Agenda
25 de agosto, segunda-feira. Dia do soldado. Dia do feirante.
Estagflação assombra países emergentes. Brasil deverá fechar 2014 com inflação acima de 6 por cento e avanço abaixo de 1 por cento. Venezuela e Argentina apresentam o pior cenário, no momento. Rússia e Chile também preocupam. O empresário Abílio Diniz declara que o Brasil é “ingerenciável”. Aeroportos de Congonhas e Santos Dumont ganham nova voz. Cresce investimento de impacto ambiental no país. CVM processa Eike Batista por excesso de otimismo em comunicados.

Curtas
PREVIDÊNCIA INICIA HOJE PAGAMENTO DO DÉCIMO-TERCEIRO. /// PETROBRAS É MAIOR DO QUE ERROS DE EX-DIRIGENTES – AFIRMA DILMA ROUSSEFF. /// GERALDO ALCKMIN DEIXA HOSPITAL EM SÃO PAULO. /// AÉCIO PROMETE AUMENTO A APOSENTADOS. /// PRESOS USAM CABEÇA DECAPITADA PARA TORTURAR REFÉM NO PARANÁ. /// JUIZ SÉRGIO MORO DIZ QUE ENFRENTAR A CORRUPÇÃO DEVE SER BANDEIRA DE TODOS.

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Nova vitória
O Confiança registrou mais um resultado positivo no grupo A-4 da série D, ao derrotar o Globo, de Ceará Mirim (RN),por 2 X 1. Depois de um primeiro tempo abaixo da crítica, embora tenha empatado em seu final, o quadro proletário melhorou bastante na etapa complementar, marcando seu segundo gol logo nos primeiros minutos. Depois de construir placar favorável de 2 X 1, os comandados de Betinho resistiram à pressão do adversário. Foi, sem dúvida, um triunfo de grande importância, principalmente se for levado em conta o detalhe dos desfalques sofridos, por contusões, no sistema defensivo dos proletários.

Marcha da contagem
Ricardo Lopes abriu o escore aos 30 minutos do primeiro tempo, colocando o Globo à frente no placar. Na fase de acréscimos, aos 48 minutos, Wallace Pernambucano fez o gol de empate. Na fase complementar, logo aos 9 minutos, Eron, de cabeça, consignou o gol da vitória. Placar final: Confiança 2 X 1 Globo (RN).

Renda e público
1.423 pagantes. Arrecadação: 29 mil, 220 reais. Local: Estádio Presidente Médici, em Itabaiana.

Próximo adversário
No próximo domingo, em Ipatinga (MG), diante do Betim. A equipe mineira está praticamente eliminada no que diz respeito à classificação.

Ex-técnicos
No clássico Grêmio X Corinthians, disputado ontem, em Porto Alegre, um duelo à parte: o dos técnicos Felipão e Mano, ambos ex-treinadores da seleção brasileira. Venceu Felipão.

Estádio bombardeado
O estádio do clube Shahktar Donetsk foi alvo de bombardeio na manhã de sábado. Há vários jogadores brasileiros no elenco do clube ucraniano. Dentre eles, Bernard, que atuou na Copa do Mundo pela seleção brasileira. O clube foi transferido, provisoriamente, para Kiev. Não houve vítimas.

PELO TWITTER

www.twitter.com/AntonioSamarone  Como dizia Frei Damião: "Paz para os bons, consolo para os aflitos e o fogo eterno para os maus."

www.twitter.com/mendoncaprado  Continuo sendo perseguido sem aparecer no programa eleitoral gratuito. Os Amorins são responsáveis pela perseguição.

www.twitter.com/Narcizo_Machado  Esta seria a maior revolução! – I Cor 13:13 "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor."

www.twitter.com/AlberthoJorge1  Atribua valor as coisas e faça suas escolhas.

www.twitter.com/LeonardoBoff  William Bonner da Globo ao entrevistar Dilma me parecia o ex-chefe da Inquisição depois Papa,me interrogando em 1984:a vontade de condenar.

ELEIÇÕES 2014

Nota de Esclarecimento – Coligação “Sergipe Meu Amor”

A coligação “Sergipe Meu Amor” composta pelos partidos PP, PTB, PSL, PSC, PR, PPS, DEM, PHS, PTC, PV, PSDB, PEN, PTdoB e SD vem a público esclarecer os fatos com relação às declarações dadas pelo candidato a deputado federal Mendonça Prado (DEM), sobre possíveis perseguições desta coligação contra ele.

Antes de tudo, esta coligação reafirma o compromisso com todos os seus candidatos e partidos e garante não serem verdadeiras as afirmações de Mendonça ao dizer que “está sendo proibido de gravar os programas eleitorais com o objetivo de prejudicar sua campanha”.

A produtora responsável pelas gravações dos programas da coligação “Sergipe Meu Amor” sempre esteve e sempre estará à disposição de todos os candidatos proporcionais dos partidos aliados. Nunca, em momento algum, qualquer candidato que seja, foi proibido de gravar os programas da TV ou do rádio.

Vale salientar ainda que, tanto a coligação “Sergipe Meu Amor” quanto a produtora responsável pela gravação dos programas de rádio e TV, estão à disposição do candidato Mendonça Prado para que ele possa gravar sua inserção no horário eleitoral gratuito.
Assessoria de Imprensa

CULTURA/ CONCURSO POESIAS

I Concurso de Poesia do Colégio Estadual 28 de Janeiro, situado no município de Monte Alegre de Sergipe.

O concurso é destinado a todos os estudantes, regularmente matriculados no ano letivo de 2014, das redes de ensino públicas e privadas. As inscrições iniciarão no dia 25/08/14 a 30/09/2014 e podem ser feita na Biblioteca do próprio Colégio. O regulamento abaixo e mais informações pelo e-mail: http://cana_aragao@yahoo.com.br

REGULAMENTO DO I CONCURSO DE POESIA DO COLÉGIO ESTADUAL 28 DE JANEIRO
O Colégio Estadual 28 de Janeiro, situado no município de Monte Alegre de Sergipe-SE, apresenta o seu I Concurso de Poesia, cujo tema é O NEGRO E SUA CULTURA.

I – Do Objetivo
Art. 1º – Desenvolver o pensamento, a pesquisa, a criatividade, a originalidade e o raciocínio dos estudantes de escolas públicas e privadas do alto sertão sergipano, valorizando a produção de poesia através da reflexão sobre o tema: O NEGRO E SUA CULTURA.

II – Dos Critérios de Participação:

Art. 2º – O concurso abrangerá 03 categorias de estudantes das redes públicas e privadas do alto sertão sergipano.
1. Estudantes do Ensino Fundamental (anos iniciais);
2. Estudantes do Ensino Fundamental (anos finais);
3. Estudantes do Ensino Médio.
Art. 3º – Cada categoria desenvolverá a produção acerca do mesmo tema, conforme Art. 2º do item II deste regulamento;
Art. 4º – Cada participante poderá concorrer com apenas um trabalho.

III – DAS INSCRIÇÕES

Art. 5º – As inscrições deverão ser realizadas no período de 25/08/14 a 30/09/14 na Biblioteca do Colégio Estadual 28 de Janeiro. No ato da inscrição o candidato deve entregar a folha de inscrição com seu poema (ANEXO I), a autorização (ANEXO II) e a declaração. A inscrição custará R$ 5,00.
Parágrafo Único – A inscrição poderá ser realizada por um responsável.

IV – Dos critérios de seleção – Poesia:

Art. 6º – O poema deverá ser original, criativo, coerente, pertinente ao tema, com ideias e vocabulário compatíveis com sua categoria;
Art. 7º – O poema deverá ter no mínimo 15 e no máximo 25 linhas, devendo ser digitado com fonte tamanho 12;
Art. 8º – O poema deverá ser redigido obrigatoriamente no formulário de participação, conforme modelo constante do Anexo 2.

V – DA SELEÇÃO

Art. 9º – A seleção dar-se-á em duas etapas para todas as categorias, sendo que serão selecionados cinco poemas por categoria para a etapa final.
Art. 10 – Em todas as categorias, haverá uma etapa de seleção realizada por uma comissão formada por professores e pessoas externas que desfrutem do conhecimento necessário para a análise e seleção das poesias.
Art. 11 – A comissão será formada através de carta convite enviada pela Comissão Geral.
Art. 12 – Os poemas deverão ser todos identificados pela Escola, Localidade e categoria do participante.
Parágrafo único – Em envelope separado, será encaminhada a lista contendo a identificação de cada um dos selecionados para a etapa final para a coordenação do concurso.
Art. 13 – Todos os poemas classificados serão expostos no Colégio Estadual 28 de Janeiro, no dia da etapa final;
Art. 14 – A Comissão Geral receberá os poemas e, em seguida, distribuirá entre os membros da Comissão para o processo de análise e seleção.
Art. 15 – O resultado dos 05 finalistas, por categoria, será divulgado no dia 31 de outubro de 2014.
Art. 16 – Os poemas finalistas serão apresentados no dia 20/11/14 às 19h para uma banca de jurados que será composta por poetas e conhecedores do gênero.
Art. 17 – A apresentação dar-se-á através da recitação dos poemas finalistas pelos seus respectivos autores.
Art. 18 – Cinco (5) jurados avaliarão os trabalhos atribuindo notas de 6 a 10, podendo estas serem quebradas em décimos.
Art. 19 – Os poemas serão avaliados em dois aspectos: adequação discursiva e linguística. Na adequação discursiva será observada a unidade de sentido e a identificação de sensações, sentimentos, ideias ou experiências. Quanto à adequação linguística observará a organização, os efeitos sonoros, o emprego de figuras de linguagem.
Parágrafo único – Os critérios para avaliação dos jurados quanto à declamação dos poemas serão: interpretação, desenvoltura, dicção e fidelidade do texto, emitindo pontos de 0 a 10 em cada quesito.
VI – DA PREMIAÇÃO:
Art. 20 – O local da premiação será o Colégio Estadual 28 de Janeiro.
Art. 21- A premiação acontecerá no dia 20 de novembro de 2014 e serão oferecidos aos ganhadores de cada categoria:
I Premiação – Estudantes do Ensino Fundamental (anos iniciais)
a) 1º Lugar (aluno) – R$200,00;
b) 2º Lugar (aluno) – R$ 100,00;
c) 3º Lugar (aluno) – R$ 50,00.
II Premiação – Estudantes do Ensino Fundamental (anos finais)
a) 1º Lugar (aluno) – R$200,00;
b) 2º Lugar (aluno) – R$ 100,00;
c) 3º Lugar (aluno) – R$ 50,00.
III Premiação – Estudantes do Ensino Médio
a) 1º Lugar (aluno) – R$200,00;
b) 2º Lugar (aluno) – R$ 100,00;
c) 3º Lugar (aluno) – R$ 50,00.

VII – DAS CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Art. 22 – Ao assinar o formulário de participação, o candidato se declara ciente e de acordo com as normas do presente Regulamento;
Art. 23 – Os prêmios serão entregues em mãos, somente ao titular, não havendo possibilidade de representação;
Art. 24 – Os poemas encaminhados à Coordenação do concurso não serão devolvidas aos candidatos;
Art. 25 – Poema não original, ou seja, cópia de outro poema, será desclassificado;
Art. 26 – Os candidatos do Concurso devem autorizar a divulgação de seus trabalhos; para tanto deverão encaminhar junto com a poesia, uma autorização para sua divulgação (Anexo II).
Parágrafo Único – Quando os candidatos forem menores de idade, a autorização deverá ser assinada pelo pai ou responsável;
Art. 27 – Não será permitida a participação de membros na comissão que tenham algum vínculo de parentesco com algum candidato. Caso isso ocorra o membro será destituído da comissão;
Art. 28 – Nenhum professor orientador poderá fazer parte da comissão;
Art. 29 – Os casos omissos serão resolvidos pela comissão do concurso;
Art. 30 – As dúvidas, divergências ou situações não previstas neste regulamento serão julgadas e decididas de forma soberana e irrecorrível pela Comissão Julgadora e Comissão do concurso.

ARTIGO

Veja diz que Maria do Carmo é senadora “desconhecidíssima”  Por Edson Júnior*

Esse recorte (ao lado) foi publicado recentemente no facebook e gerou uma série de comentários daqueles que defendem

 o mandato da senadora Maria do Carmo e outros criticando a senadora. Vou optar aqui por me distanciar do calor do FLA X FLU e analisar a nota do jornalista Lauro Jardins e as consequências da ociosidade parlamentar da senadora Maria do Carmo. Mais adiante, farei uma incursão sobre as eleições para o senado e algumas inquietações.
Para iniciar, observei no facebook que um internauta fez um comentário em defesa da atuação da senadora Maria do Carmo e exibiu números de sua atuação, o que ensejou uma série de outros comentários de outros internautas.
Disse ele (o internauta), sobre os feitos de Maria do Carmo no senado: “São 3 propostas de emenda a constituição e 47 projetos de lei do senado. É pouco? É muito? Não sei!”
À luz desses números do mandato da senadora, vejamos se é muito ou pouco, como perguntou o internauta e o caro leitor deve também refletir sobre isso. É muito? É pouco?
Alcançar 16 anos de senado com essa produção (03 propostas de emenda à constituição e 47 projetos de lei) dá um total de 50 projetos, uma média de apenas 03 propostas a cada ano, um ano todo de trabalho. Não discutirei o alcance desses projetos, alguns deles apenas mudança de redação de artigos, como por exemplo, o que altera a redação do inciso VII do art. 73 da Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997, que estabelece normas para as eleições. Analisarei apenas o quantitativo do que a senadora produziu. http://www.senado.gov.br/atividade/materia/Consulta_parl.asp?Tipo_Cons=15&p_cod_senador=1023
Vejamos o seguinte: segundo o DIAP, cada senador custa mais de 33 milhões por ano, ou seja, a senadora custa mais de 33 milhões para apresentar apenas 03 proposituras por ano, ao custo proporcional de 11 milhões de reais cada projeto, por assim dizer. Veja link: http://www.diap.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=14030:quanto-custa-um-parlamentar-deputado-e-senador&catid=50:oit&Itemid=101
Esse é o “Custo Maria” no senado. Sem dúvidas, uma senadora muito cara e com baixíssima produção legislativa. O jornalista Lauro Jardim observa que ela passa o tempo lendo jornais e revistas no plenário e quando as discussões de projetos importantes começam a exigir sua presença, ela se retira do plenário e Sergipe fica abandonado, órfão.
Na PEC do Trabalho Escravo, por exemplo, ela estava em Brasília, mas não votou. No lugar de Dona Maria do Carmo, estava apenas a cadeira de Sergipe, VAZIA, sem sua representante. http://www.senado.leg.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=105791
Pergunta-se: é para isso que ela quer mais um mandato de 8 anos e completar 24 anos no senado, lendo jornais e revistas no plenário, ausentando-se do trabalho quando Sergipe e o Brasil mais precisam dela?
Sendo justo e ponderado com Dona Maria do Carmo, a verdade é que ela não tem sua história ligada ao parlamento. Não tem aptidão, nem “traquejo” para ele. Sempre foi uma executiva (não faz segredo disso), seja em suas empresas, ao lado dos filhos e do seu esposo, o atual prefeito de Aracaju, João Alves Filho, seja como secretária, quando ele governou Sergipe. É nessa condição que ela abre seu sorriso e sempre se apresenta em campanhas, como vemos nos atuais programas eleitorais. Sempre falando do passado e o que fez como secretária de estado, não sobre o que fez no senado e o que pretende fazer. O senado parece lhe causar desconforto e por isso ela se distrai com jornais, revistas e ausências nos debates e votações.
Se com ações certas ou erradas, não entrarei no mérito, o fato é que ela sempre esteve a frente de trabalhos como executiva e é nessa posição que ela teria mais serviços a prestar e se sentiria mais útil: na prefeitura de Aracaju. Em Brasília, a senadora perde sua qualidade de vida e Sergipe perde com uma senadora sem apetite, indisposta e sem propostas. Não é uma ofensa à senadora, é a tradução do seu mandato quem diz isso.
Mas, e se nos planos de Dona Maria do Carmo estiver o desejo de se licenciar e passar o mandato para o filho de Albano Franco, o industrial Ricardo Franco, cuja fisionomia o povo de Sergipe não conhece?
Como assim? Votar em Maria e Ricardo Franco assumir a vaga, no caso de vitória?
Isso é correto com o eleitor, Dona Maria do Carmo emprestar seu nome e passar o mandato de senadora para Ricardo Franco, que fora dos domínios de suas empresas e de sua roda social, é um “ilustríssimo desconhecido da silva” perante o povo????
Colocar o filho de Albano Franco como 1º suplente levanta a desconfiança do eleitor sobre o propósito da candidatura de Maria: o de fazer esteira para a ressurreição da família Franco no cenário político sergipano. Aliás, não é só Ricardo Franco. Os filhos do Dr. Walter Franco também integram a lista dessa ressureição. Augusto Franco Neto, como candidato a vice-governador, na chapa de Eduardo Amorim, e Grace Franco, como candidata a deputada federal. É senado, governo e câmara dos deputados.
Em 2015, o Brasil discutirá temas cruciais no senado, como a reforma política, reforma do estado e reforma tributária, dentre tantos.
O que pensa Ricardo Franco sobre esses temas? O que pretende defender? Quais são suas bandeiras, suas causas? O que pensa Ricardo Franco sobre salário mínimo, leis trabalhistas, piso dos jornalistas e radialistas, que sabemos ser uma vergonha em Sergipe? O que pensa sobre bolsa família, lei de cotas, trabalho escravo? O que leva Ricardo Franco a deixar suas indústrias e pretender o senado? Como é o empresário Ricardo Franco com seus funcionários e como é o político Ricardo Franco para o povo?
Com a palavra, o 1º suplente candidato ao senado, Ricardo Franco. É importante conhecê-lo.
Diante o fastio da senadora Maria do Carmo para mais exaustivos 8 anos em Brasília e diante da sua baixa produção legislativa em quase 16 anos de senado, é muito possível que o “real” candidato ao senado seja o filho de Albano Franco, o industrial Ricardo Franco, que assumiria a vaga de Maria do Carmo, em caso de sua reeleição. Se assim ocorresse, por que Ricardo Franco não se candidatou, ele próprio, com seu próprio nome e sobrenome. Por que se abrigar na candidatura de Maria do Carmo? Foi vislumbrando seu suposto afastamento?
Com a palavra, o juiz destas eleições, O ELEITOR, a quem cabe refletir e decidir o seu destino e o destino de Sergipe.
*Estudante do 7º período de jornalismo – UNIT

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun  
Frase do Dia
"Um projeto político verdadeiramente popular só se constrói com princípios éticos inegociáveis."

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários