Toffoli quer STF intocável

0

Parece incrível mas o Supremo Tribunal Federal, o conhecido STF, quer se ver livre de críticas. Se você, querido leitor, fizer algum comentário, desairoso ou não, ao STF, está passível de responder algum processo que o levará às barras da Justiça. O Ministro Presidente do STF, Dias Toffoli, já tinha determinado algo parecido mas, ficou o dito pelo não dito. Ele agora volta a carga, contando com a cumplicidade do Ministro Alexandre de Moraes, que, na qualidade de ex-Secretário de Segurança Pública ampliou até para o telefone as armas da vigilância. Se você criticar ministros, qualquer um deles, e o próprio Tribunal, mesmo num simples telefonema para algum amigo, você corre o risco de sair da empreitada denunciado por Dias Toffoli. Pode isso? Se não pode, agora está podendo. Toffoli deverá ser trocado por um outro integrante do STF agora no mês de setembro. O medo de atitudes extremada é quando chegar o turno do “carequinha” Alexandre de Moraes assumir a Presidência do Supremo. O interessante é que até agora a chamada “grande imprensa” não tratou do assunto.

Presidentes de Legislativos

Nesta sexta-feira, os presidentes de Assembleias Legislativas de todos os Estados do Nordeste, farão uma assembleia geral em Aracaju, participando a partir das 10h da manhã de uma reunião oficial no Plenário do Legislativo estadual. Vão ser debatidos vários assuntos, os mais importantes deles os projetos de reformas que estão sendo debatidos em âmbito federal. Ainda falta aprovar a Reforma da Previdência no Senado e aí pode ser que os deputados aprovem um pedido para inclusão das previdências estaduais nesta reforma.

Jornalista das antigas, bom danado

José Nêumanne Pinto é um veterano jornalista paraibano, com 52 anos de estrada, que oferece o seu talento como articulista do jornal ”O Estado de São Paulo” e é dono de um blog que tem mais de 250 mil inscritos. Diariamente ele também posta nas redes sociais um áudio de quinze minutos onde aborda os assuntos mais importantes do dia, em tom eminentemente crítico. Não é de alisar a cabeça de ninguém. Esta semana, ele tem feito críticas ao Supremo Tribunal Federal não deixando passar em branco as armadas de Toffoli, Alexandre de Moraes, até de Gilmar Mendes, não os perdoando das homéricas gafes que cometem. É um defensor do Presidente Bolsonaro, mas também nãoxa de lavrar criticas nada sutis ao ocupante do Palácio do Planalto; Ele é um jornalista das antigas, por isso tem a história da República nas mãos. Daí porque suas crônicas seguida de causos que conta com sobriedade são saborosas. Esta semana, mesmo , ele fez uma revelação interessante: Orlando Rochadel que fez carreira no Ministério Público sergipano, seria um teleguiado do alagoano Renan Calheiros… Pelo texto que apresenta todos os dias (inclusive aos sábados e domingos) e pelo conhecimento que tem da política nacional, Nêumanne nos lembra o querido Luiz Eduardo Costa, cuja pena hoje está aposentada do jornalismo sergipano. Nêumanne, aliás, é um criador de neologismo. Apelidou os quatro “hackers” que invadiram o celular do Presidente Bolsonaro de “ararahackers”, só porque são originários do interior paulista, de Araraquara…

Esse Gilmar Mendes

“Obra prima” do Ministro Gillmar Mendes, do STF, sobre a Lava Jato – aquela operação dirigida pelo hoje ministro da Justiça, Sérgio Moro que cometeu um crime imperdoável, deixou-o livre das barras da Justiça: “A Lava Justiça é uma organização criminosa que atacou pessoas”.

Novo livro de Marcelo Ribeiro

Deixe um espaço na sua agenda de setembro para comparecer ao lançamento no dia 12, do mais noivo livro do dr. Marcelo Ribeiro, que abandonou de vez a sua promissora carreira política. “Fio de Luz” é a história de seu avô que nasceu no longínquo ano de 1872. Mais próximo do lançamento voltarei ao assunto.

Foi no almoço do Rotary Club Aracaju-Norte, na última segunda-feira, que o Pastor Gerson Vilas-Boas fez o lançamento do seu terceiro livro, ”Momentos Que Deus Me Deu”, anunciado por sua filha, Ester, que é sócia do Club e que vem a ser mulher do professor Jorge Carvalho do Nascimento, ex-Secretário de Educação do estado.

Comentários