UNICRED ARACAJU – 10 ANOS DE SUCESSO – PARTE 3

0

 

Superados os obstáculos e entraves junto ao Banco Central, em sucessivas viagens a Salvador para reuniões com diretores da instituição, que possuía escritório nessa cidade e equacionadas as discussões para definição de nomes e outras pendências, pôde ser convocada oficialmente a Assembléia Geral para constituição da Unicred Aracaju, que de fato aconteceu em 15 de setembro de 1998, no auditório Aruana, do Centro de Convenções de Sergipe. Com a presença de vinte e cinco médicos que assinaram a sua ata de fundação, ficava legalmente constituída a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Médicos de Aracaju Ltda – Unicred Aracaju, sob a forma de uma sociedade por cotas de responsabilidade limitada. Na oportunidade, foi aprovado o Estatuto Social, eleitos os componentes dos órgãos administrativos, diretoria, Conselho de Administração e Conselho Fiscal e a subscrição do capital social pelos presentes.

A  Assembléia Geral de Constituição da Unicred Aracaju foi presidida pelo presidente da Unimed

Dr.Carlos Alberto Mendonça

Aracaju, Carlos Alberto Barreto Mendonça e secretariada pelo representante da Comissão Organizadora, José Sérvulo Sampaio Nunes. Constatado o quorum mínimo exigido, a sessão foi aberta e por unanimidade os presentes aprovaram a constituição da Unicred, com capital inicial de R$ 500,00, com integralização de 50% no ato de constituição pelos associados fundadores. Ato contínuo, foi aprovado o primeiro Estatuto Social após sua leitura na íntegra. Em seguida foram eleitos por aclamação os membros efetivos  do Conselho de Administração, com mandato de 4 anos e que ficou assim constituído: Carlos Alberto Barreto de Mendonça, José Sérvulo Sampaio Nunes, Jorge Viana da Silva, Virgínia Maria Farias Barreto Passos, Wolney Maciel de Carvalho Filho, Marcos Antonio Lemos de Barros, Alvino Dutra da Silva, Antonio Sizenando Menezes de Oliveira, Jorge Henrique Felipe de Almeida; como membros suplentes foram eleitos Jorge Antonio Goes Moraes, Ricardo Barbosa Ramos e Elium Ettinger de Menezes.
Para o Conselho Fiscal, com mandato de 1 ano, foram eleitos como membros titulares os médicos Neide Costa Tavares, Luciano Lima Franco, Walbert Martins de Carvalho e como suplentes, Paulo Amado Oliveira, Enedino Ferreira Filho e Aírton Machado Teles Barreto. A primeira diretoria da Unicred ficou assim constituída: Diretor Presidente: Carlos Alberto Mendonça; Diretor Administrativo: Sérvulo Nunes e Diretor Financeiro: Jorge Viana da Silva.

Além dos já citados anteriormente, assinaram a ata de fundação da Unicred Aracaju os médicos Isabel Cristina Dantas Oliveira, Ana Luiza da Cunha Andrade Vahle, Aloísio Santos Silva, Antonio Vasconcelos Santos, Roberto Maurício Ferreira Ribeiro, Marta Maria Hagenbeck e Jaíra Dias Tavares.

Mesmo eleitos na Assembléia de fundação, todos os membros dos órgãos colegiados e diretoria somente poderiam ser empossados após aprovação de seus nomes pelo Banco Central. Enquanto aguardavam essa homologação, os diretores continuaram exercendo suas tarefas, abdicando de receber qualquer tipo de remuneração nos dois primeiros anos de administração.

A Unicred Aracaju, passados exatos 97 dias desde a aprovação pelo Conselho de Administração da Unimed Sergipe do objetivo 4 do seu Plano de Metas para o biênio 1998-1999, tornava-se enfim uma realidade, sendo cumprido com bastante antecedência o prazo estabelecido. Os médicos de Sergipe passariam a contar assim com uma instituição que, ao longo do tempo, revelou-se consistente e em permanente crescimento.

 

Instalada a Unicred, seu funcionamento de fato só ocorreu no ano seguinte, após receber a autorização do Banco Central. Mas isso eu conto no próximo capítulo.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários