Usineiros,latifundiários, uni-vos!A “esquerda sergipana”vos é servil

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

A quem avalie eleição com o fígado. Há os que preferem analisar com o bolso. Mas ainda tem os resistentes e permanecem fiéis aos princípios invioláveis e inegociáveis de ser fiel ao real, ao factível, ao sincronismo da conjuntura política. Sem falsa modéstia, o Blog prefere trilhar o exemplo destes últimos. Ainda que sofra retaliação de toda ordem e o pior: partindo de setores tidos antes como progressistas, mas que se revelam de uma intolerância à critica sem medida.

Estes órfãos do stalinismo degenerado aliados aos comunistas festivos e ladeados do que restou da decadente elite canavieira sergipana e dos latifundiários oligarcas se acham os arautos do desenvolvimento destas terras.

Estas eleições estão sendo um terreno propício para revelar o quão aqueles que vomitam ataques a quem consideram ser de centro ou de direita apontam o dedo mostrando como são servis e dependentes das “elites” a quem tanto “combatem”.

Como não deve ser constrangedor para estes mesmos que leem estes escritos e pensam “um Blog de centro nos dando lição de análise de conjuntura”. É a vida, companheiros! Os banquetes oferecidos pelos poderosos os tornaram em meros gerentes. Líder, líder, a esquerda está órfã.

O pleito que se encerra em 28 de outubro está desvelando máscaras, esclarecendo lendas urbanas e mostrando de uma vez por todas que o quanto os termos esquerda e direita estão anacrônico em nosso país, e, quiçá, em nosso estado. O discurso antagônico à ordem vigente é apenas aparente e não se coadunam com as práticas e quando a crítica já não é suficiente parte para a avalanche de calúnias e, ainda pior, pautar a sociedade com termos deslocados da etimologia original.

Não o preço de uma eleição não é vender a alma ao diabo. Nem tampouco lotear o governo entre parentes e papagaios dos grupos de interesse de Sergipe. As secretarias serão “puxadinhos” em que um ou uma dúzia de cargos em comissão serão indicados destes mesmos grupos.

E nada mais justo, afinal, quem paga a banda escolhe a música.

P.S. Aqui vale registrar o comportamento combativo de setores de esquerda que não se renderam como a Articulação de Esquerda (corrente do PT), o Psol, o PSTU, o PCB e setores dos movimentos sociais e alguns poucos sindicatos.

 

Da série, do desespero, do certo e o que é fácil. É preciso compreender, caro leitor, o desespero de um pai que está prestes a ter seu filho preso. “Tempos difíceis estão por vir e, em breve, teremos que escolher entre o que é certo e o que é fácil”. Dumbledore.

Reclamações na Justiça Eleitoral O blog foi informado que a Justiça Eleitoral está recebendo diversas reclamações de pessoas que trabalharam para campanhas eleitorais de candidatos derrotados – principalmente majoritários – e até ontem não tinham recebido o dinheiro acertado. Com isso a Justiça está descobrindo que muitos destes candidatos não registraram nas prestações de contas várias pessoas. Vai dar m….

 21 de setembro: reunião e áudio estarrecedor E após o 2º turno eleitoral o blog via publicar o conteúdo de uma reunião realizada no dia 21 de setembro deste ano, uma sexta-feira, onde um profissional liberal servindo a dois senhores fez uma proposta imoral e até mesmo barganhando. A prova: o áudio onde o profissional que serve a dois senhores diz que não pode ser criticado e chega até mesmo a afirmar que pode criticar o ex-gestor que deixou o cargo. Nem gratidão tem pelo ex-chefe!

Cinform sob nova direção E a edição do semanário Cinform desta semana publica um editorial informando sobre a venda da empresa.  O Cinform foi referência no jornalismo investigativo por vários anos em Sergipe e ultimamente passava por sérios problemas financeiros. Com a venda, com certeza, serão sanados as dividas com dezenas de ex-funcionários que ingressaram na justiça. Alguns até que fizeram acordos e não receberam nada.  O Sindijor deve acompanhar tudo dia a dia.

Processos contra prefeitos Aos que andam dizendo que há uma delegada processando Valmir vai aqui uma breve explicação da assessoria do prefeito: Quem está processando o prefeito são dois radialistas da oposição. Como o prefeito tem foro privilegiado, por prerrogativa de função, coube à delegada Josefa Valéria, que lavrou o termo circunstanciado, pedir autorização ao Tribunal de Justiça para fins de ouvida de Valmir a respeito dos fatos que os radialistas oposicionistas alegaram. Assim, não é a delegada que está processando Valmir.

Eleição no MPE-SE E ocorreu, ontem, a eleição para o cargo de Procurador Geral de Justiça do Ministério Público de Sergipe (MP/SE). Pela primeira vez na história do Ministério Público, o atual Procurador não conseguiu eleger o seu sucessor e candidato preferido. “A diferença de votos foi assustadora”, revelou a este blog um membro daquela Instituição que apoiou o Procurador derrotado.

 Eleição no MPE-SE II Disputaram a indicação para Procurador Geral, o Promotor Manoel Cabral Machado Neto, que obteve o total de 104 votos, e o procurador de Justiça, Eduardo Barreto d’Ávila Fontes, que obteve 58 votos. Votaram 139 eleitores, entre Procuradores e Promotores. “Foi uma esmagadora maioria de votos que nunca se viu no MP/SE”, disse um Promotor que votou no Procurador derrotado. “Apenas para o seu conhecimento: 81 eleitores votaram ‘somente’ no Promotor Machado Neto, enquanto apenas 35 votaram no Procurador Eduardo. Tivemos uma derrota humilhante; é preciso reconhecer,” confidenciou.

 Processos contra prefeitos Aos que andam dizendo que há uma delegada processando Valmir vai aqui uma breve explicação da assessoria do prefeito: Quem está processando o prefeito são dois radialistas da oposição. Como o prefeito tem foro privilegiado, por prerrogativa de função, coube à delegada Josefa Valéria, que lavrou o termo circunstanciado, pedir autorização ao Tribunal de Justiça para fins de ouvida de Valmir a respeito dos fatos que os radialistas oposicionistas alegaram. Assim, não é a delegada que está processando Valmir.

 Esmola grande o pobre desconfia Causou uma grande surpresa, indignação e desconforto na sociedade sergipana, principalmente em vários membros de diversos Poderes e segmentos, a nota emitida pelos Promotores de Justiça integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, GAECO – do Ministério Público de Sergipe (Bruno Melo Moura, Jarbas Adelino Santos Júnior e Luciana Duarte Sobral) manifestando “irrestrito apoio e reconhecimento ao excelente trabalho que vem sendo desenvolvido” pelo DEOTAP, hoje.

Esmola grande o pobre desconfia II Um grande figurão do Judiciário, profundo conhecedor dos mais diversos assuntos do estado perguntou: “o que aconteceu com o DEOTAP? Procurei alguma notícia sobre o mesmo nas redes sociais, mas nada encontrei.” Pois bem, a nota não disse para que e nem o porquê de ter sido emitida. Tudo isso tem causado muita interrogação nas mentes pensantes de Sergipe”.

Esmola grande o pobre desconfia III De um jurista: “onde estava o Gaeco, quando a delegada Danielle Garcia e o Delegado Gabriel Nogueira foram exonerados do Deotap? À época, o MPF e a PF emitiram nota de apoio e estiveram pessoalmente no Deotap manifestando repúdio à forma vergonhosa com que a SSP afastou dois dos delegados do departamento. O Gaeco, naquele momento, simplesmente silenciou!”

 Relação comercial: relação de empregado das lojas com Shopping é comercial, e não de trabalho Deu no valor O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou o envio à Justiça Comum de ação que discute a obrigação de gratuidade de estacionamento para empregados das lojas do Shopping Center Jardins, de Aracaju (SE). A decisão, da 5ª Turma, considerou que a relação existente entre o shopping e os empregados de lojas é comercial, e não de trabalho (RR- 20539-78.2012.5.20.0003).

Origem do caso O caso teve origem em ação civil pública promovida pela Federação dos Empregados no Comércio e Serviços do Estado de Sergipe (Fecomse) contra a administração do shopping que, em novembro de 2012, passou a cobrar o estacionamento dos clientes e das pessoas que trabalham no local. Segundo a federação, a medida, ao impor restrições financeiras aos trabalhadores, configuraria alteração ilícita do contrato de trabalho. Argumentando que o ingresso no local era necessário em razão do trabalho, a entidade sustentou que o custo seria elevado para uma categoria com salários próximos ao mínimo legal. Apontou, ainda, a existência de lei municipal proibindo a cobrança. Em sua defesa, o shopping sustentou a incompetência absoluta da Justiça do Trabalho.

 Novo vereador O prefeito Edvaldo Nogueira recebeu ontem, 22, em seu gabinete, o suplente de vereador Cabo Didi, que assumirá o mandato na Câmara Municipal de Aracaju, a partir do próximo ano. No encontro, o gestor municipal apresentou ao futuro parlamentar os projetos que estão sendo desenvolvidos na cidade e se colocou, desde já, à disposição para discutir ações que contemplem o conjunto Santa Tereza, no qual Didi tem atuação.

 Saída Adriano Souza Santana, mais conhecido como Cabo Didi, é o primeiro suplente do partido Rede. Como a vereadora Kitty Lima se elegeu deputada estadual no pleito deste ano, ele assumirá a vaga que ela deixará na Casa Legislativa Municipal a partir de fevereiro de 2019.

 Setor automotivo brasileiro O senador Eduardo Amorim (PSDB) preside nesta terça-feira (23) a medida provisória que institui uma nova política industrial para o setor automotivo brasileiro (MP 843/2018). Intitulado de Programa Rota 2030 – Mobilidade e Logística, o regime automotivo substitui o Inovar-Auto, que vigorou entre 2013 e 2017. Segundo Eduardo, a MP recebeu 81 emendas.

 Setor automotivo brasileiro II Eduardo explica que o Rota 2030 tem como base incentivos fiscais, que somam em média R$ 1,5 bilhão ao ano durante 5 anos. Segundo o texto da MP, as empresas que aderirem ao programa terão que cumprir requisitos, principalmente com investimentos em pesquisa e desenvolvimento.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018                                                 

 Moradores pedem socorro a SMTT por conta de fila dupla diária em rua Pelo zap: “A foto é da Rua Manoel Gomes da Rocha (Bairro Luzia), saindo da Avenida Ministro Nelson Hungria que dá  acesso a Avenida Hermes Fontes. Nós moradores sofremos diariamente com os constantes engarrafamentos por conta de veículos em fila dupla. Já pedimos a SMTT providência por várias vezes e nada. Socorro SMTT hde Aracaju!”

 

 

 

PELO TWITTER

 www.twitter.com/joaocorrrea Nenhuma verdade ou razão é absoluta. Nossas convicções e narrativas devem e podem ser contraposta, questionada, posta em dúvida. Se não houvessem os que se opunham, o contraditório, até mesmo os bons se embriagariam na razão até se tornarem cegos soberbos.

www.twitter.com/RicMarquesTV O povo sergipano deve se orgulhar de ter uma delegada com a coragem de Danielle Garcia.

 www.twitter.com/braynerr Não voto em Bolsonaro nem em Haddad, mas todos têm que respeitar a vontade do povo. Virou epidemia, mesmo que as consequências sejam tão graves quando se fez o mesmo por Lula.

 www.twitter.com/ayres_britto Ponto de centralidade e topo do indivíduo coincidem e eles só podem estar dentro do indivíduo mesmo. Também coincidem o ponto de centralidade e o topo do corpo coletivo, mas aqui no Brasil eles só podem estar em um outro dentro: o da Constituição.

 www.twitter.com/frednavarro Depois dos “iluminados” de esquerda, parece que agora vem um de direita. O Brasil não vai dar certo até dispensar os “salvadores da pátria”.

 www.twitter.com/anterogreco “Infelizmente deixo de seguir você. Perdeu o foco e não fala de Esportes.” Daí, o sujeito que escreve isso tem de tudo na própria conta. E não reclama de músico, comediante, apresentador, pastor, advogado que falam de Política. Ah, porque falam o que ele quer ouvir. Democrático.

 

 Siga Blog Cláudio Nunes:

 Instragram

 Facebook

 Twitter

 

Frase do Dia

“Feliz ou não, a lei da vida é seguir em frente com a cabeça erguida.” Renato Russo.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais