Valor sobre Valdevan:investigado por fraudes,violência e ligação PCC

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Com o título “Sindicalista de SP, eleito por Sergipe, é preso pela PF” o jornal Valor Econômico de ontem publicou uma matéria do jornalista Raphael Di Cunto (Brasília) que “reeleito presidente do Sindicato dos Motoristas de Ônibus de São Paulo (Sindmotoristas) em maio, numa disputa que ainda não terminou nos tribunais por acusações de fraude, Valdevan de Jesus Santos, o “Valdevan Noventa” (PSC), se elegeu deputado federal por Sergipe cinco meses depois, numa eleição também marcada por irregularidades.”

A matéria do Valor informa ainda que “o eleito, que já é investigado em São Paulo por suposta ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC), fraudes no sindicato e atos de violência durante a eleição da entidade (interrompida por um tiroteio), acabou preso preventivamente em Sergipe na sexta-feira acusado de fraudar a prestação de contas eleitoral.”

A Procuradoria da República em Sergipe o acusa de omitir despesas com funcionários e forjar doações de 80 pessoas, parte delas beneficiárias do programa Bolsa Família. Todas transferiram R$ 1.050 para Valdevan em dias e horários sequenciais. A Polícia Federal (PF) afirma que o coordenador da campanha – que também foi preso – fez parte dos depósitos em agências bancárias e que há indício de que os doadores foram orientados a mentir.

Procuradoria Eleitoral deve pedir cassação do mandato O Valor apurou que já foi solicitada a quebra dos sigilos bancários e que a procuradoria deve ingressar até sexta-feira com pedido de cassação do mandato. O julgamento das contas eleitorais foi suspenso, mas deve ser retomado até segunda-feira, quando está prevista a diplomação. Ele terá direito a tomar posse se não tiver as contas rejeitadas até esta data. Do blog: Ontem a Procuradoria Regional Eleitoral pediu reprovação de contas de Valdevan e devolução de R$ 90 mil. Leia aqui.

Defesa – A matéria explica ainda que um dos advogados dele, José Anderson Nascimento, afirmou que a prisão está em desacordo com a lei e que o delito alegado, de falsidade ideológica eleitoral, prevê prisão de no máximo cinco anos. “A juíza botou muita tinta na caneta para mandar prender nosso cliente”, disse. Ele alega que a legislação não impede que beneficiários de programas sociais doem para campanhas, que o candidato não é obrigado a saber sobre os doadores e nem conhece os supostos funcionários.

Confira todos a continuidade da matéria do Valor Econômico:

Taboão da Serra – Valdevan nasceu em Estância (SE), mas mudou aos 18 anos para São Paulo para ganhar a vida. Passou 30 anos fora, como motorista de ônibus, sindicalista e vereador de Taboão da Serra (SP) – cargo atualmente exercido por um sobrinho. O comando do sindicato – onde já foi preso sob a acusação de organizar greves a mando das empresas de ônibus para pressionar a prefeitura a aumentar o valor da tarifa – chegou em 2013, ao romper com seu então grupo político.

Sindicato um dos mais perigosos do país – A reeleição ocorreu em maio, numa votação paralisada por um tiroteio entre as duas chapas e que a oposição levou aos tribunais alegando fraudes. O sindicato é considerado um dos mais perigosos do país e 15 diretores já foram assassinados desde a década passada em disputas por poder e acusações de irregularidades. O deputado eleito é investigado, mas não chegou a ser denunciado em nenhum processo.

Comprou fazenda por R$ 900 mil – Valdevan voltou há três ou quatro anos a frequentar Sergipe com o projeto de se eleger para a Câmara – o que ele tentou duas vezes em São Paulo e não conseguiu. Alcançou o feito em outubro, com 45 mil votos. O domicílio ele arranjou um ano antes, ao comprar uma fazenda de um desembargador aposentado por R$ 900 mil para criar cavalos de raça (o “Haras Noventa”). Elegeu um sobrinho vice-prefeito da cidade em 2016 e ganhou alguma popularidade patrocinando times de futebol amador e vaquejadas, eventos tradicionais da região.

Declaração de bens – A declaração de bens à Justiça Eleitoral, num primeiro momento, não tinha o sítio, mas foi retificada. Não consta nenhum imóvel em São Paulo, onde ele continua a atuar profissionalmente, e nem empresas, apenas a chácara e contas bancárias que somam mais R$ 85 mil. Outros bem omitidos fazem com que o patrimônio do motorista de ônibus e político ultrapasse R$ 1 milhão.

Empresas no nome dele – O Valor encontrou, na junta comercial de São Paulo, três empresas que têm ele como sócio: um posto de gasolina que está desativado por adulteração de combustível e que já foi de um deputado acusado de ligação com o PCC, uma autoescola em sociedade com outros diretores do sindicato e uma empresa de serviços de escritório. Seu advogado disse que não comentaria.

Vereador preso com santinhos de Valdevan – No Estado, Valdevan teria construído uma rede de apoio com dezenas de líderes locais, como vereadores e prefeitos, inclusive de outros partidos. Na véspera da eleição um vereador do PT – legenda que participava de outra coligação – foi preso com notas de dinheiro e santinhos de Valdevan. Embora nunca tenha exercido cargo público no Estado, ele foi um dos 15 candidatos a deputado federal que teve votos em todas as 75 cidades de Sergipe.

André foi “vítima” do sucesso de Valdevan – Uma das “vítimas” de seu sucesso na eleição foi o líder do governo Temer no Congresso, o deputado André Moura (SE), que concorreu ao Senado e o convidou para PSC, mas apoiava outro candidato – que ficou como suplente.

Ampliar influência – Caso consiga tomar posse, o mandato em Brasília servirá, segundo divulgado em suas redes sociais, para impulsionar um outro projeto: a criação de um congresso nacional para os trabalhadores em transporte coletivo. A intenção, segundo sindicalistas, é ampliar a influência para outros sindicatos do país e disputar o comando da categoria.

Aumento tributos em Sergipe O blog está analisando ainda os projetos enviados pelo governo do Estado a Alese, entre eles três que são para aumento de tributos, segundo informou ontem, 12, o deputado estadual Georgeo Passos.

Corpo de Bombeiros instala cerca em pleno canteiro da Orla de Atalaia. Quem autorizou a imoralidade? Será que foi a Prefeitura de Aracaju? A mobilidade urbana em Aracaju está na contramão dos gestores. Até o Corpo de Bombeiros se achou no direito de colocar uma cerca em pleno canteiro da Orla de Atalaia num local onde os pedestres e os turistas passam diariamente para atravessar para tirarem fotos na escultura do caranguejo gigante instalado pelo governo do Estado, através da Seinfra. Será que o prefeito Edvaldo Nogueira que tanto prega “mobilidade urbana” no discurso é o responsável?

Carros particulares no canteiro Como o leitor pode notar a desculpa do CB será a proteção do local e dos veículos da corporação, mas na foto têm até carros particulares na calçada. Vão alegar que são dos bombeiros. Não é necessário já que o local tem estacionamento legal por todos os lados. Nem mesmo um recuo, com uma pequena passagem, foi deixado na calçada. Pura comodidade que penalizou os cidadãos aracajuanos e os turistas. Aliás, quem autorizou tamanha imoralidade em plena orla de Atalaia? Será que alguma autoridade fiscalizadora vai determinar a retirada da cerca da imoralidade?

Servidor de segunda classe De Adiberto de Souza, aqui na Infonet: “Sergipe possui dois tipos de servidores públicos. Embora pagos pelo mesmo cofre, eles se dividem em primeira e segunda classes. Os funcionários do governo não têm reajustes há anos, recebem os salários com atraso superior a 10 dias e a segunda parcela do 13º será dividida em seis módicas parcelas. Do outro lado, estão os “primos ricos”, que trabalham no Tribunal de Justiça. Estes terão agora um reajuste salarial de 3,56%, seus salários são depositados dentro do mês por findar e todos recebem o 13º antes do final do ano, aliás, um direito líquido e certo de todo trabalhador. No vagão da segunda classe também estão os aposentados dos três poderes, do MPE e do TCE. É vergonhoso que, por conta dos equívocos cometidos pelo Executivo ao longo dos anos e a péssima gestão da coisa pública, Sergipe tenha chegado a este descalabro. Também passageiros do animado vagão da 1ª classe, os senhores deputados estaduais nem titubearam em aprovar o projeto de lei autorizando o governo a dividir em seis raquíticas parcelas o 13º dos miseráveis servidores. Só Jesus na causa!”

Presença desorganizada da SMTT Aracaju Ontem, 11, na Avenida Delmiro Gouveia em Aracaju o trânsito ficou caótico por mais de uma hora num acidente bobo entre uma moto e um carro. A presença desorganizada da SMTT só fez piorar, em muito, todo caos. É preciso mais preparo para os agentes de trânsito pelo menos na organização do fluxo em caso de acidentes.

MP Eleitoral processa prefeito de Itabaiana (SE) e deputado estadual eleito por compra de votos nas Eleições 2018 O Ministério Público Eleitoral em Sergipe ajuizou representação contra o prefeito de Itabaiana, Valmir dos Santos Costa e o deputado estadual eleito Talysson Barbosa Costa por compra de votos. Se a ação for julgada procedente, Talysson poderá ter o mandato cassado. Toda matéria da Ascom/MPF Sergipe aqui.

MPE pede cassação da deputada estadual eleita Diná Almeida por abuso de poder econômico e abuso de autoridade nas eleições O Ministério Público Eleitoral (MPE) ajuizou uma ação com pedido de cassação do mandato de deputada estadual de Maria Valdiná Almeida, conhecida como Diná Almeida, por abuso de poder econômico e abuso de autoridade nas eleições de 2018 em Sergipe. De acordo com o MP Eleitoral, além de vincular as cores e o slogan da Prefeitura de Tobias Barreto aos da sua campanha eleitoral, Diná Almeida e o prefeito Diógenes Almeida usaram a estrutura administrativa do município para promover a candidatura. Há ainda a suspeita de que recursos da prefeitura tenham sido desviados para a campanha. Toda matéria aqui.

Concurso SERGAS Em resposta à pergunta direcionada à Sergipe Gás no texto da mais recente postagem do blog Claudio Nunes em 11/12/2018 do Portal Infonet informamos que foi publicada no Diário Oficial de Sergipe no dia 10/08/2018 a prorrogação, por mais 02 (dois) anos, contados a partir do dia 26 de outubro de 2018, do prazo de validade do 4º Concurso Público da SERGAS regido pelo edital 01/2016. O concurso está válido e até o fim da data limite os aprovados dentro do número previsto no edital serão convocados.                                     

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Dinheiro sobrando? Pelo zap: E ontem, 11, em vários grupos de whatsApp foi postado um print de uma nota que saiu em uma coluna social dando conta da viagem do secretário de turismo Manelito Neto com seus assessores à Brasília. Pra alinhar as tratativas para um evento, voaram para Brasília o secretário de Estado do Turismo mais três assessores do Prodetur. Dinheiro sobrando? Ou é um ponto fora da curva no ajuste que o governador promete fazer nas finanças do Estado.

 

Sergipe Fight Combat 2ª Edição O maior evento de lutas de Sergipe está de volta, dessa vez trazendo mais de 10 combates das seguintes modalidades: MMA, K1 e Jiu Jitsu. Nessa edição o evento contará com a participação de atletas Sergipanos, Baianos, Alagoanos, Paranaenses e pra fazer a luta principal o atleta Junior Sales do time de Victor Belfort que vem dos Estados Unidos. Serão dois dias de evento: 14 de dezembro (sexta feira) as 19h no Shopping Riomar (em frente ao Banese) acontecerá a pesagem aberta ao público e no dia 15 de dezembro (sábado) a partir das 17h, no espaço Gonzagão acontecerá o grande evento. Os ingressos para o dia 15 estão sendo vendidos através do link na página do Instagram @sergipefightcombat Informações: 079 9 9904-9642 Robson Silva.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

ARTIGO

Uma análise Risoleta da tarifa do transporte de Aracaju por Joseilton Nery Rocha

Aracaju madrugou o domingo com mais um aumento abusivo da tarifa do transporte coletivo: 4 reais. Comenta-se que, agora, o valor mais alto entre todas as capitais do nordeste é praticado na terra dos cajueiros e papagaios. Estes até se assombraram!

Mais uma vez, a Prefeitura Municipal de Aracaju se submeteu aos caprichos das empresas concessionárias do serviço. Com todo o respeito que merece a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito-SMTT (autarquia que gerencia o Sistema Integrado de Transporte Intermunicipal), a análise que resultou no deferimento do reajuste da tarifa atendeu apenas à lógica do mercado. Somente os custos das empresas, baseados numa planilha que apenas São Tomé para ver e crer. Nessa análise Risoleta (a prostituta do cabaret O Bataclan, personagem do romance “Gabriela, Cravo e Canela”, de Jorge Amado), as demandas e as críticas da população nunca são ouvidas, bem como jamais postas em discussão ampla e publicamente.

Os usuários do Sistema reclamam, há tempos, a respeito dos terminais horrorosos (insalubres, anti-higiênicos, desorganizados, faltam sinalização e placas informativas e orientadoras). Trafegam lotados até as tampas, pelas ruas dos municípios metropolitanos, ônibus velhos, sucateados, imundos, onde habitam, por outro lado, confortavelmente, as baratas. Os intervalos de viagens são muito longos. Há um número reduzidíssimo de ônibus e viagens, nos fins de semana e feriados, na maioria das linhas. Falta manutenção adequada. A fiscalização por parte da SMTT é ineficiente. Além disso, uma imensa ausência de transparência na planilha de custos, como sinalizado anteriormente.

E ainda, pasmem, acreditem! A maioria dos vereadores de Aracaju aprovou, no exercício passado, a transferência da responsabilidade em discutir a planilha de custo e o valor da tarifa da Câmara Municipal de Aracaju para o Poder Executivo. Isto é, a maioria dos vereadores lavou as mãos. Os vereadores que assim procederam se omitiram e permitiram que a Câmara Municipal se ausentasse na prerrogativa de representar a população aracajuana no exercício de legislar e fiscalizar, duas das mais nobres e essenciais atribuições do Poder Legislativo. Então, essa conta abusiva do aumento do valor da passagem deve ser creditada em todos os vereadores que outorgaram ao Executivo uma atribuição que seria deles. Que cada eleitor aracajuano cobre ao vereador que ele ajudou a eleger essa responsabilidade.

Para concluir, antes que interpretem por um outro viés semântico a referência a uma personagem de um cabaret, quando me refiro à Risoleta, analogicamente, é apenas por sua característica física: portadora de estrabismo ou popularmente uma pessoa zarolha. Entendeu, agora?

PELO TWITTER

www.twitter.com/prof_rosivaldo O segredo do sucesso é conquistar o que o dinheiro não pode comprar.

www.twitter.com/ayres_britto EVOLUCIONISMO OU SALVOS PELA IMAGINAÇÃO Uma espécie dos primatas foi tão longe ao se imaginar gênero humano que ficou mais fácil prosseguir do que voltar.

www.twitter.com/oMarioSousa Aracaju está em um nível de quentura que a gente acaba de tomar banho e já está suado.

www.twitter.com/breiller A Declaração Universal dos Direitos Humanos deveria ser disciplina obrigatória nas escolas. O ser humano que não conhece os próprios direitos está fadado a se resignar à tirania de quem trata garantias básicas como privilégios.

www.twitter.com/emirsader Tem burocrata que e’ tal inútil e negativo, que sua ausência preenche um vazio.

 

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
“O primeiro castigo do criminoso é o da própria consciência, que o julga e que nunca o absolve.” Décimo Júnio Juvenal, poeta e retórico romano, autor das Sátiras.

Comentários