Acusado de participar da morte de Anthony Marques recebe liberdade

0
José Carlos dos Santos Júnior é acusado de participar da morte de Anthony (Foto: arquivo/SSP)

José Carlos dos Santos Júnior, o “Bocão”, um dos acusados de participar do assassinato de Anthony Marques, por causa de R$ 800 em dívidas com recargas de celular, teve a prisão revogada no último dia 30 de agosto.

O homem estava preso desde março deste ano no Complexo Penitenciário Advogado Jacinto Filho, localizado no bairro Santa Maria.

O advogado de defesa, Vagnerrogeris Lima de Oliveira, alega que pediu a liberdade do cliente argumentado que ele é responsável apenas pela ocultação do cadáver, mas não pelo assassinato. “Ele pediu a todo momento que o Toca [Alisson Pereira] não matasse o Anthony. Ele entrou no carro achando que iriam para a delegacia”, afirmou.

A partir de então, José Carlos responde ao processo em liberdade,  sob as seguintes condições: se apresentar mensalmente à justiça para informar atividades; não manter contato ou se aproximar de familiares da vítima, mantendo distância mínima de 500 metros; e, não se ausentar do município de Nossa Senhora do Socorro, sem autorização judicial.

José Carlos teve a liberdade concedida no mesmo dia em que Alisson Pereira, o dono da mercearia onde o caso teve início, teve a prisão preventiva decretada e voltou ao presídio.

Relembre

Anthony foi vítima de um trote pelo celular (Foto: arquivo pessoal)

Em março, Anthony Marques foi vítima de um trote recebido pelo celular da mãe, que indicava um prêmio de R$ 25 mil, caso realizasse as recargas telefônicas. Cerca de R$ 800 em créditos foram colocados no estabelecimento de Alisson Pereira dos Santos, que revoltado pelo fato do jovem não ter dinheiro para pagar, matou o jovem e ocultou o cadáver com a ajuda de José Carlos dos Santos Júnior.

Alisson responde por homicídio qualificado. O homem confessou ter espancado e matado Anthony. Outras três pessoas, acusadas por ajudar Toca a imobilizar a vítima, respondem por lesão corporal.

A vítima chegou a ser enquadrada como desaparecido, mas o corpo foi encontrado desfigurado com várias marcas de tiros na cabeça, no povoado Lavandeira, no mesmo município.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais