Comandante da PM crê em lisura no concurso para soldados e oficiais

0
Comandante da PM concedeu entrevista ao vivo ao Portal Infonet

O comandante geral da Polícia Militar de Sergipe, coronel Marcony Cabral, não acredita que tenha havido fraude no concurso para novos soldados e oficiais da corporação, cujas provas foram realizadas no dia 1º de julho. O coronel falou sobre o assunto durante entrevista para o Portal Infonet ao vivo nesta terça-feira, 7. O concurso está suspenso desde o dia 2 deste mês, após decisão liminar proveniente da 1ª Vara Cível de São Cristóvão, assinada pelo juiz Manoel Costa Neto.

Em entrevista, Marcony Cabral lembrou que durante a realização das provas, dois irmãos foram presos após serem identificados tentando fraudar o certame. “Todas as medidas para que não houvesse fraude foram adotadas. Se a Justiça decidir pela anulação do concurso, teremos que respeitar a decisão, mas confio na lisura do processo. O Instituto (IBFC) tem expertise para lidar com esses processos e aqueles que passaram não foi por meio de fraude”, afirmou o comandante.

Cabral também informou que todas as medidas jurídicas já estão sendo adotadas para sequência das etapas do concurso, que seguiria para a fase eliminatória com os testes de Aptidão Física.

Se a Justiça decidir pelo prosseguimento do concurso, conforme explicou o coronel, a primeira turma só deve ser convocada no início de 2019, respeitando as normas relativas à contratação para o serviço público durante período eleitoral.

Por Ícaro Novaes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais