Comando da PM esclarece a proibição de cultos no Presmil

0

Coronel Pedroso diz que existe um controle disciplinar
Na manhã dessa segunda-feira,30, o Comando Geral da Polícia Militar, prestou esclarecimentos à imprensa a cerca da denúncia de que a realização de cultos evangélicos estaria proibida no Presídio Militar (Presmil).

“Não existe proibição e sim um controle disciplinar. Estamos falando de uma unidade prisionária, onde as atividades precisam ser devidamente organizadas”, comentou o coronel José Carlos Pedroso Assumpção.

O coronel também explicou que para adentrar no local, é preciso passar pelos procedimentos exigidos a todos. “Tem que existir um cadastro e no momento da entrada a pessoa passa por uma revista. São procedimentos normais que acontece com qualquer um”, pontuou.

Segundo o diretor do Presmil, tenente-coronel Julisvaldo Sento Sé, não existe nenhum tipo de impedimento de se levar a palavra de Deus, dentro da unidade.

O diretor do Presmil, tenente coronel Santo Sé, diz que não existe proíbição de assistência evangêlica
“Nós temos, dentro da própria corporação capelães formados que desenvolvem os trabalhos dentro do Presídio”,explicou o presidente.

Quanto ao que aconteceu no último dia 21, Santo Sé explicou que quando assumiu a presidência, tomou conhecimento das formas que eram feitas as assistências.

“O que estou fazendo, é apenas tentando ordenar as coisas. Pedi que fosse apresentado um projeto, para que essa assistência seja feita de forma mais abrangente. Então temos todas as terças assistência católica e todas as sextas a evangélica” comentou.

O diretor também ressaltou que existe um cadastramento e que em momento nenhum a assistência evangélica está proibida.

“As pessoas que foram convidadas a sair precisam entender que entrar em um presídio não é como entrar em uma escola. Outro dia apreendemos 20 aparelhos celulares, apreendemos bebidas alcoólicas. Não foram eles, mas infelizmente é preciso estabelecer regras para todos” concluiu.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais