Deputada se diz indignada com nota do governo

0

A deputada Ana Lúcia, PT, declarou que está indignada com a nota oficial do Governo do Estado. Ela interpretou que o Governo do Estado fez ameaça ao falar de corte do ponto e de sanções disciplinares como a demissão os professores em greve. “É um absurdo. A greve é um direito legítimo do trabalhador. O que mais chama atenção é que o Governo do Estado, com essa atitude, desrespeita profundamente a Comissão de Educação da Assembléia que está participando das negociações e sequer foi consultada e informada dessa decisão arbitrária”, disse a deputada. Ana Lúcia entende que a nota oficial do Governo do Estado pressionando os professores para retornarem as salas teve um efeito contrário. “A categoria que já está 100% paralisada agora está muito mais revoltada. Acredito que se até às 9 horas da segunda-feira o governador não enviar uma proposta concreta de reajuste a greve deve continuar e com muito mais força”, avalia a deputada, lembrando que na última quinta-feira a Comissão de Educação, principalmente o presidente, deputado Pastor Antônio, comprometeu-se na apresentação de uma proposta de reajuste.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais