Drenagem está sendo feita no local do acidente para facilitar resgate

0
Drenagem de água no local do acidente está sendo feita para facilitar resgate ( Foto: André Moreira / PMA)

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Força-Tarefa montada pela Prefeitura de Aracaju seguem na operação de resgate do piloto Adriano Leon, de 32 anos, que estava no avião monomotor que caiu sobre a área de manguezal situada na Coroa do Meio, zona Sul de Aracaju, na última quinta-feira, 6. Um caminhão de sucção está sendo usado para drenar a água no local para auxiliar no trabalho de resgate.

Equipes correm contra o tempo aproveitando baixa da maré (Foto: André Moreira / PMA)

O major Silvio Prado, coordenador da Defesa Civil de Aracaju, relata que o trabalho é um grande desafio e, também, uma corrida contra o tempo. “Além da lama dificultar o resgate, tem o desafio da cheia da maré. Agora pela manhã, trouxemos um caminhão de sucção ainda mais potente, para drenar a área, e tudo precisa ser feito com muita rapidez, antes que a maré comece a encher outra vez”, relata.

O objetivo dessa drenagem é conseguir amarrar e içar o motor, pois é provável que a vítima esteja debaixo das ferragens. “Se o corpo não estivesse preso, já teria vindo à tona. Então nossa suspeita é que esteja debaixo do motor, que é a parte mais pesada da aeronave”, explica o major.

*Com informações da Semdec

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais