Eleição OAB: Chapa 2 pede suspensão

0

Eleição começa às 10h na nova sede
Um dos candidatos à presidência da OAB/SE, Eduardo Macedo da Chapa 2, pede a suspensão das eleições caso não consigam resolver um problema detectado nas últimas horas. Segundo ele, há a presença de nomes de eleitores mortos e inadimplentes na lista de advogados aptos a votar. “Essa lista não retrata a situação que deveria ser concreta em relação a esse colégio eleitoral”, explica Macedo.

Segundo ele, a lista dos votantes do último dia 20, foi alterada sem explicação, excluindo advogados que estavam aptos a votar e incluindo “novos votantes”. Também foi detectado o caso de duplicidade de inscrição, onde um mesmo advogado está apto a votar em Estância e em Lagarto.

Foi encontrado também um terceiro indício de irregularidade: um advogado, devidamente identificado, revelou que, mesmo inadimplente, está autorizado a votar, segundo a relação emitida pela tesouraria da OAB/SE e repassada pela Comissão Eleitoral às chapas, no início da noite de ontem, 26.

Comissão explica

Segundo o presidente da comissão eleitoral da OAB, Franklin Magalhães, a relação  de advogados aptos a votar foi elaborada pela tesouraria do órgão e diante dos fatos apresentados pela chapa 2 está buscando informações para apurar o que ocorreu. Ele conta que alguns nomes já foram checados e retirados da lista, pois não fizeram o pagamento no tempo devido.

No caso dos advogados falecidos, ele explica que é normal aparecer falecidos em qualquer lista de votação. “No momento da votação é preciso apresentar documento de identificação com foto, e de imediato será verificado se corresponde ou não à pessoa que está votando”, explica. Sobre o nome que aparece duas vezes na lista ele afirma que será permitida a votação em um único local.

“A lisura e transparência do pleito está garantida. Deixo tranqüilo o advogado, pois não há interesse de ninguém em querer fraudar o pleito. A comissão eleitoral está atenta” ressalta Franklin, acrescentando que a eleição está mantida e deve iniciar às 10h na nova sede da OAB.

Comentários