Fontes critica ação da Petrobras contra Sindipetro

0

O deputado federal João Fontes (sem partido) descreveu como arbitrário e contraditório o pedido feito pela Petrobras, à Justiça, para que o Sindicato dos Petroleiros de Sergipe – Sindipetro – pague uma multa no valor de R$ 134 mil. Segundo a empresa, o motivo seria que a entidade impediu o funcionamento da estatal no dia 17 de agosto.

 

O Sindipetro foi notificado da decisão, emitida pela juíza da 8ª Vara Cível, Maria do Carmo Mendonça, na data de ontem, dia 28. Outro pedido da Petrobras atendido pela juíza foi para que o acampamento, na frente da empresa, na rua Acre, formado por demitidos durante a greve de 95 e 96, fosse desativado a partir dessa data, sob pena do pagamento de uma multa diária de R$ 500.

 

“É inconcebível que o governo do PT e a Petrobras do ex-senador José Eduardo Dutra que, inclusive, contou com o apoio dos petroleiros para a sua eleição, ajam dessa forma com os funcionários demitidos durante uma greve justa e imponham uma multa pesada como essa para o Sindipetro. É querer fechar o sindicato, instrumento de maior representação dos trabalhadores”, opinou o deputado.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais