Incra obtém duas novas áreas e se aproxima de recorde histórico

0

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) comemorou ao final do último mês a obtenção de dois novos imóveis que serão utilizados para o assentamento de famílias no interior de Sergipe. As fazendas Chuquê, no município de Jeremoabo (BA), e Jaramataia, em Gararu, foram incorporadas ao Programa Nacional de Reforma Agrária por meio de duas decisões judiciais que emitiram a autarquia federal na posse dos imóveis.

Com a conquista das imissões, o Incra irá utilizar a área de 806 hectares da Fazenda Jaramataia, localizada no território do Alto Sertão Sergipano, para a criação de um projeto com capacidade para o assentamento de cerca de 45 famílias. Já o imóvel Chuquê, localizado na faixa de 14 municípios baianos sob jurisdição do Incra/SE, possui área de pouco mais de 1200 hectares e dará lugar a um assentamento com capacidade para 48 famílias.

Marca histórica

Com a conquista das duas fazendas, o Incra já comemora o registro de mais uma marca histórica para a reforma agrária em Sergipe. De acordo com dados da Divisão de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamento, somente nos cinco primeiros meses do ano 57 novos imóveis foram incorporados pela autarquia.

Um resultado inédito na história da reforma agrária sergipana e que deverá assegurar uma conquista ainda mais expressiva. “Com a conquista desses 57 imóveis já garantimos o assentamento de 1135 famílias neste primeiro semestre. Temos ainda a perspectiva da obtenção de várias outras áreas nos próximos meses. Isso deve permitir que alcancemos o maior índice de assentamento de famílias dos últimos dez anos no estado”, afirmou Leonardo Góes, chefe da Divisão de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamento do Incra/SE.

Segundo dados oficiais, o melhor resultado obtido pelo Incra foi registrado em 2005, com 1189 famílias assentadas.

Fonte: Asssessoria Incra

Comentários