Jovem denuncia fiscais da Emsurb

0

Seis jovens que trabalhavam com panfletagem na tarde dessa quinta-feira, 6, na avenida Beira Mar, dizem ter sido ofendidas por dois homens que se apresentaram como funcionários da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb). Uma das jovens, Rafaela Melo, que prestou queixa na Delegacia Plantonista da Zona Sul acerca deste fato.

 

Procurada pela equipe do Portal Infonet, Rafaela argumentou sobre o acontecido. “Eles chegaram pedindo a autorização para panfletar no lugar, nosso coordenador apresentou a autorização e os devidos documentos e mesmo assim eles partiram para a agressão verbal, principalmente às meninas do grupo”, declarou a jovem de 19 anos, que ainda ressaltou que os homens estavam sem crachá do órgão e estavam em um veículo que tinha o adesivo da Emsurb.

 

Ainda de acordo com Rafaela, os supostos fiscais levaram as placas e outros materiais do trabalho do grupo, mesmo diante dos documentos e autorização apresentadas pelo coordenador. “Depois de terem nos chamado de vagabunda e outras palavras do mais baixo calão, que nos feriu moralmente, eles ainda nos provocaram falando que era pra gente pedir pro nosso chefe ir pegar”, falou. Segundo Rafaela, o dono da produtora responsável pelo trabalho de panfletagem retirou à noite o material apreendido na sede da Emsurb.

 

O assessor de imprensa em exercício da Emsurb, Bruno Antunes, afirmou que as placas estavam encostadas em coqueiros da Beira Mar e que a autorização para publicidade desta produtora no local assegurava que as placas deveriam ser seguradas pelos funcionários da produtora. Bruno ainda disse que a Emsurb não aprova nenhuma abordagem truculenta de seus fiscais e que a denúncia será apurada, resultando em punição cabível aos acusados, caso o fato seja confirmado.

 

Por Glauco Vinícius e Gabriela Amorim

Comentários