Mardoqueu apoia a taxa de assinatura de telefone

0

O deputado estadual, pastor Mardoqueu Bodano (PL), defendeu o fim da cobrança da taxa de assinatura básica dos telefones fixos. Ele pretende mobilizar associações dos 75 municípios sergipanos para coleta de assinaturas. “Precisamos do maior numero possível para mostrar as empresas que a população quer a mudança na cobrança”, disse o parlamentar, acrescentando que a energia e a água são pagas de acordo com o consumo.

Atualmente a taxa de assinatura básica residencial varia de R$ 25,00 a R$ 38,00. Para mardoqueu Bodano, a exclusão da taxa representará uma grande economia no orçamento da população, principalmente das famílias mais pobres instaladas no interior de Sergipe e que precisam se comunicar, pois nos dias atuais o telefone não é luxo e sim uma necessidade.

“De 1994 para cá, a taxa de assinatura básica teve um reajuste na ordem de 3.000%. Nada subiu tanto assim e ninguém paga uma conta tão alta. Nem mesmo nos paises mais avançados se cobra tanto por um serviço que não é usado pelo cliente”, disse Bodano, acrescentando que no Brasil já existem mais de 10 milhões de linhas devolvidas por incapacidade no pagamento.

O deputado declarou também que o fim da cobrança da taxa não é um favor e sim uma questão de justiça. Em muitos casos, a privatização veio para penalizar a população e isso vem ocorrendo com a telefonia. “Antes a linha era muito caro e os serviços baratos, no entanto, agora é fácil adquirir o telefone. O difícil é você mantê-lo”, concluiu.

Por Barroso Guimarães

Mais notícias da área no canal POLÍTICA & ECONOMIA.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais