MP denuncia esquema de antecipação indevida de salários no Cirurgia

0

O Ministério Público Estadual já ofereceu denúncia contra três ex-gestores do Hospital de Cirurgia por desvio de recursos, a título de antecipação salarial, sem justificativas no contracheque do mês subsequente. Os ex-diretores presidentes, Gilberto Santos e Milton Santana, além do diretor Milton Eduardo, segundo os promotores de Justiça membros do Gaeco, fizeram sucessivas antecipações salariais que variavam, em média, de R$ 10 mil a 25 mil, totalizando um rombo de pelo menos R$ 750 mil dos cofres do Hospital.

Confira a reportagem completa no vídeo:

Hospital Cirurgia

A Direção do Hospital de Cirurgia vem a público esclarecer que a Instituição está sob Intervenção Judicial desde 06 de novembro de 2018. Diante disso, informa que os fatos relacionados à Operação Metástase são em decorrência de investigações anteriores a esta gestão, não tendo nenhum tipo de relação com a atual Direção. Ressalta ainda que está à disposição para quaisquer esclarecimentos e para contribuir com o que for preciso no transcorrer das investigações.

Nossa reportagem tentou contato por telefone com o ex-gestores, mas nossas ligações não foram atendidas ou completadas. Permanecemos à disposição por meio do telefone (79) 2106-8000 ou e-mail jornalismo@infonet.com.br.

A matéria foi alterada às 1514 do dia 19/12 para acréscimo de nota do Cirurgia
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais