Polícia procura neto que matou avô

0

O crime que chocou o município de Carira, distante 112 Km da capital, está sendo investigado pela delegacia da região que promete uma apuração rigorosa. A suspeita é que Charles Celestino dos Santos, de 24 anos, matou o avô, identificado como Amadeus Gomes Ferreira, de 76 anos, com quatro tiros a queima roupa.

De acordo com a delegada Jacyara Santana de O. Mendonça, o acusado que é foragido da Justiça de São Paulo, matou o avô porque não concordou com o valor da herança. “Mesmo em vida, o avô fez questão de dividir parte dos bens com filhos e netos. Na divisão a mãe de Charles ficou com R$ 34 mil e ele com R$ 7 mil. No dia do crime, Charles chegou a discutir primeiro com a avó e depois foi na roça onde se encontrava o avô e matou ele”, relata a delegada.

A delegada disse ainda que Charles Celestino fugiu de São Paulo durante indulto do Dia dos Pais. “Em São Paulo ele cumpria prisão por roubo, porte ilegal de arma e dano qualificado”, esclarece Jacyara.

A informação é que o neto não tinha contato diretamente com os avós, já que a mãe saiu de Sergipe ainda adolescente para morar na capital paulista e só retornou para o município de Carira há cerca de um ano.

Herança

A delegada deixou claro que a mãe de Charles também havia discutido com o pai por conta da herança. “Quando retornou para a cidade, a mãe também brigou com o pai por causa da herança”, conta Jacyara Santana, salientando que a polícia está seguindo pistas para prender o acusado.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais