Vereador “Pai Véio” afirma que é inocente

0

Vereador diz que entrga nas mãos de Deus e da justiça, o processo que responde
Após ter sido acusado de fazer parte de uma quadrilha, o vereador José Antônio de Lima, o ‘Pai Véio’, afirmou que está sendo processado, mas alega ser inocente.

“Quando suspeitei de que os canos não tinham procedência legal, eu mesmo procurei a polícia”, afirmou.

Em documento apresentado pelo suplente de vereador Israel Sarmento(PMDB), ‘Pai Véio’, estaria sendo apontado como receptador de peças roubadas da Petrobras através de empresas tercerizadas, juntamente Carlos Alberto Souza dos Santos, proprietário de um ferro velho em São Cristóvão, Maxlino da Conceição, proprietário do caminhão que transportou os canos e Elias Nascimento dos Anjos, conhecido como Elias Maluco.

“Elias Maluco, vive na porta da câmara de vereadores em São Cristóvão, pedindo dinheiro a um e outro. Eu sempre ajudei, tanto orientando quanto dando R$ 5 reais, que às vezes ele me pedia. Esse é meu contato com esse rapaz”,explicou.

Segundo ‘Pai Véio’, Elias Maluco teria oferecido a ele alguns canos que estariam jogados no ferro velho, como doação para a creche. “Eu aceite, por que achei que era uma apenas uma forma de retribuir a minha atenção. Então pedi a Maximino, que é um cidadão de bem para ir buscar no ferro velho, e paguei o frete”, acrescentou.

Após receber os canos, ‘Pai Véio’ teria achado estranho o tamanho dos ferros e teria duvidado da procedência desse material. “Como achei muito grande para ser jogado fora em um ferro velho,e também sabendo que Elias Maluco tem umas atitudes não muito confiáveis, eu fui imediatamente procurar o delegado e entregar os ferros”, esclareceu o vereador.

O vereador também explicou que no momento da entrega ele prestou depoimento, registrando o boletim de ocorrência, e está aguardando a decisão da justiça. “O prcesso realmente existe, mas eu entrego nas mãos de Deus e da Justiça, pois sou inocente”,concluiu.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais